Slide 1 Slide 2 Slide 3

O preço da Vingança




O relato de hoje foi enviado pelo Fernando e ele quer o conselho do pessoal sobre o seu envolvimento com um homem casado e pra piorar a situação se tornou amigo do filho dele.

O tema sugerido por ele:

O preço da Vingança 


""Mas estava muito machucado pelas palavras do Fabrício e pensava em usar o seu filho para machuca-lo."


Comentário de um amigo do Fernando no Facebook 


 "Vou dar a minha opinião: independentemente de "rixas", creio que a verdade DEVE ser dita. Até para a mãe do tal garoto saber a verdade! Vai que além do Fernando outros tantos não tenham sido enganados? É preciso que estes ENRUSTIDOS (que traem as esposas a 3x4) precisem de um BASTA para evitar que mágoas assombrem outros tantos garotos."

Segue o relato:


Oi, tudo bem?

Meu nome e Fernando, tenho 19 anos e sou do interior de Minas. Resolvi escrever para o blog após ver o relato do Daniel na coluna “o que fazer”... E, gostaria de trocar ideia com os leitores do blog, acerca de um problema que vem me atormentando.

Há exatamente três anos atrás me descobrir como gay e... Tive a minha relação homossexual. E francamente, foi uma decepção. E a partir dai, só pensava em sexo e não saia das salas de bate papo de sexo na internet. 

E isso rendia algumas transas agradáveis e outras nem tanto.

Foi então que conheci o Fabrício, um sujeito de 43 anos e que - depois de uma ótima tarde de sexo - ele me disse:

"Sabe gostei de você e poderíamos ter algo mais serio entre nós. Não apenas sexo e sim uma amizade tendo como base o respeito e a fidelidade".
Postado por Estagiario | (13) Comente aqui!

dar pra ficar babando?



Tem como não babar vendo essa bunda maravilhosa?



Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

Famosos nus




E ai pessoal tudo certo?


Espero que sim. Então pessoal o post famosos nus de hoje com alguns vídeos e imagens bem bacana. E hoje o conteúdo e 100% gay e o destaque fica para imagens de vários esportistas nus (fragas)


Jesse Peppe & D´Andre Lampkin




Hanno Koffler & Max Riemelt





Sam Claflin


Ensaio sexy.....








Anthony Green JackingOff





Dato Foland with Allen King!


Abaixo link , captura e varias imagens de nudez de diversos jogadores.
Postado por Estagiario | (1) Comente aqui!

Gatos do Futebol


Depois de ver aquela partida de futebol e ficar babando muito por causa dos jogadores gatos e rezando que no final eles tirarem a camisa.

e quando eles tiram você quase tem 1 troço...

se isso não acontece com você então você não e normal.



Por favor estagiário um post com jogadores gatos do Brasil e do mundo e de preferência que estejam começando no mundo do esporte.

Anónimo 


Felipe Viseu


Roman Bürki goleiro da seleção suiça



WANDERSON LIMA





Atletas do Real Madri

Postado por Estagiario | (1) Comente aqui!

FILMES TEMATICOS GLS

FILMES DA SEMANA


FILME(INEDITO): ALEXANDER (USA-2004-LONGA RMVB-LEGENDADO EM PORTUGUES)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST


SINOPSE: Junho de 323 A.C., Babilônia, Pérsia. Quando faltava um mês para completar 33 anos, morre precocemente Alexandre, o Grande (Colin Farrell), que tinha conquistado 90% do mundo conhecido. Alexandria, Egito, 40 anos depois. Ptolomeu (Anthony Hopkins), um general de Alexandre que o conhecia bem, narra para Cadmo, um escriba, que se tornou o guardião do corpo de Alexandre, que ali está embalsamado à moda egípcia (Ptolomeu se tornou faraó, pois ficou com o Egito quando o império foi dividido). Tristemente Ptolomeu frisa que as grandes vitórias dos exércitos de Alexandre foram esquecidas e diz para Cadmo que Alexandre era um deus, ou a pessoa mais perto disso, que já vira. Apesar de ser chamado de tirano, Ptolomeu diz que só os fortes governam, mas Alexandre era mais, pois mudou o mundo. Antes dele havia tribos e depois dele tudo passou a ser possível. Surgiu a idéia que o mundo poderia ser governado por um só rei. Era um império não de terras e de ouro, mas da mente, uma civilização helênica aberta a todos. No oriente, o vasto império persa dominava quase todo o mundo conhecido. No ocidente, as outroras cidades-estado gregas, Tebas, Atenas, Esparta, haviam perdido o orgulho.

SYNOPSIS: Conquering 90% of the known world by the age of 25, Alexander the Great led his armies through 22,000 miles of sieges and conquests in just eight years. Coming out of tiny Macedonia, Alexander led his armies against the mighty Persian Empire, drove west to Egypt, and finally made his way east to India. This film will concentrate on those eight years of battles, as well as his relationship with his boyhood friend and battle mate, Hephaestion. Alexander died young, of illness, at 33. Alexander's conquests paved the way for the spread of Greek culture (facilitating the spread of Christianity centuries later), and removed many of the obstacles that might have prevented the expansion of the Roman Empire. In other words, the world we know today might never have been if not for Alexander's bloody, yet unifying, conquest.

SINOPSIS: La conquista de un 90% del mundo conocido por la edad de 25 años, Alejandro Magno condujo a sus ejércitos a través de 22.000 millas de asedios y conquistas en sólo ocho años. Al salir de la pequeña Macedonia, Alejandro condujo a sus ejércitos contra el poderoso Imperio persa, condujo al oeste de Egipto, y finalmente se dirigió al este de la India. Esta película se centrará en esos ocho años de batallas, así como su relación con su amigo de la infancia y compañero de batalla, Hefestión. Alexander murió joven, de la enfermedad, a los 33 conquistas de Alejandro allanaron el camino para la propagación de la cultura griega (lo que facilita la propagación del cristianismo, siglos más tarde), y se elimina muchos de los obstáculos que podrían haber impedido la expansión del Imperio Romano. En otras palabras, el mundo que conocemos hoy en día no podría haber sido si no fuera por sangre, sin embargo, la unificación de Alejandro, conquista.

SYNOPSIS: Conquérir 90% du monde connu par l'âge de 25 ans, Alexandre le Grand a conduit ses armées à travers 22.000 miles de siéges et de conquêtes en seulement huit ans. En sortant de petite Macédoine, Alexander a conduit ses armées contre le puissant Empire perse, a conduit à l'ouest de l'Egypte, et a finalement fait son chemin à l'est de l'Inde. Ce film se concentrera sur ces huit années de batailles, ainsi que sa relation avec son ami d'enfance et de la bataille compagnon, Hephaestion. Alexander est mort jeune, de la maladie, à 33. conquêtes d'Alexandre ont ouvert la voie à la diffusion de la culture grecque (ce qui facilite la propagation des siècles plus tard le christianisme), et retiré un grand nombre des obstacles qui auraient pu empêcher l'expansion de l'Empire romain. En d'autres termes, le monde que nous connaissons aujourd'hui pourrait ne jamais avoir été sinon pour sanglante, encore unificatrice d'Alexandre, la conquête.






FILME(INEDITO): GIRL INTERRUPTED (USA-1999-LONGA RMVB-LEGENDADO EM PORTUGUES)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST


SINOPSE: Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen foi diagnosticada como vítima de Transtorno de Personalidade Limítrofe (ou borderline). Enviada para um hospital psiquiátrico, onde viveu nos dois anos seguintes, ela conhece um novo mundo, de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa Rowe, uma charmosa sociopata que organiza uma fuga com Susanna, Georgina e Polly, com o intuito de retomarem suas vidas.

SYNOPSIS: Susanna is rushed to the hospital. Afterwards she discusses this with a psychiatrist. She had been having some delusions. She had also been having an affair with the husband of her parents' friend. The doctor suggests that combining a bottle of aspirin and a bottle of vodka was a suicide attempt. This she denies. He recommends a short period of rest at Claymoore. Claymoore is a private mental hospital full of noisy, crazy people. Georgina is a pathological liar. Polly has been badly scarred by fire. Daisy won't eat in the presence of other people. Lisa is a sociopath, the biggest exasperation for the staff - like Nurse Valerie - and the biggest influence on the other girls in the hospital. Lisa has a history of escapes, so gaining access to personal medical files is not a problem... Susanna's boyfriend Toby is concerned that she seems too comfortable living with her institutionalized friends...

SINOPSIS: En 1967, después de una sesión con un psicoanalista que nunca habían visto antes, Susanna Kaysen fue diagnosticado como una víctima del trastorno límite de la personalidad (borderline). Enviado a un hospital psiquiátrico, donde pasó los siguientes dos años, conoce a un nuevo mundo de chicas seductoras y perturbados jóvenes. Entre ellos se encuentra Lisa Rowe, un sociópata encantador que organiza un escape con Susanna, Georgina y Polly, con el fin de reanudar sus vidas.

SINOSSI: Nel 1967, dopo una sessione con uno psicoanalista che non aveva mai visto prima, Susanna Kaysen è stata diagnosticata come una vittima del disturbo borderline di personalità (o borderline). Inviato in un ospedale psichiatrico, dove ha trascorso i successivi due anni, incontra un nuovo mondo di giovani ragazze seducenti e disturbati. Tra di loro c'è Lisa Rowe, un affascinante sociopatico che organizza una fuga con Susanna, Georgina e Polly, al fine di riprendere la loro vita.

SYNOPSIS: En 1967, après une séance avec un psychanalyste qui avait jamais vu auparavant, Susanna Kaysen a été diagnostiqué comme une victime de trouble de la personnalité borderline (ou borderline). Envoyé dans un hôpital psychiatrique, où il a passé les deux prochaines années, elle rencontre un nouveau monde de jeunes filles séduisantes et perturbés. Parmi eux se trouve Lisa Rowe, un sociopathe charmant qui organise une évasion avec Susanna, Georgina et Polly, afin de reprendre leur vie.






FILME(INEDITO): BESSIE (USA-2015-LONGA RMVB-LEGENDADO EM PORTUGUES)


VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST


SINOPSE: Bessie mostra a transformação da lendária cantora de blues Bessie Smith, desde uma jovem cantora batalhadora até tornar-se “a Impreatriz do Blues”, a qual se tornou uma das artistas de maior sucesso da década dos anos 20 e é um ícone duradouro hoje.

The story of legendary blues performer, Bessie Smith, who rose to fame during the 1920s and '30s.

SINOPSIS: La película narra la historia de la famosa cantante de blues, Bessie Smith, que saltó a la fama entre 1920 y 1930. La ficción transporta a la época del jazz y se centra en la turbulenta vida y transformación de Smith hasta que es considerada como ‘la emperatriz del Blues’. Bessie escapó de Chattanooga, Tennesse, y logró el éxito gracias a su trabajo con Ma y Pa Rainey, convirtiéndose en pionera del jazz y de las actuaciones en público mixto.

SYNOPSIS: Bessie montre la transformation du légendaire chanteur de blues Bessie Smith, d'une jeune chanteuse qui luttent pour devenir «le Blues Impreatriz", qui est devenu l'un des artistes les plus réussis de la décennie des années 20 et est une icône durable aujourd'hui.






FILME(INEDITO): STEAM (USA-2009-CURTA-LEGENDADO EM PORTUGUES)


NO TRAILER


SINOPSE: Dois homens presos em uma sauna, sem conseguirem sair, tentam entender um ao outro e à situação, até que ocorre uma revelação devastadora.

SYNOPSIS: Steam looks at promising encounters that turn awry when 2 men find themselves in a steam room unable to find the door.


1.Como legendar os filmes 
Baixe e instale o programa K-Lite codec pack full e instale em seu computador.
O filme e a legenda deverao estar na mesma **pasta ( Meus documentos) e com *exatamente o mesmo titulo (normalmente, ja estarao com os mesmos titulos).Ex:  filme( The man), legenda (The man .srt)., apos instalar, abra o player e assista o filme legendado.

Ou

Postado por Andy | (0) Comente aqui!

LITERATURA GAY



Hoje finalmente você vai conhecer a história do Andy, mas nem se anime que não é o nosso querido Andy aqui do Blog. De qualquer forma, esse Andy também é muito interessante, como você poderá comprovar no nosso primeiro livro. Se você tem fetiche por fardas, temos mais um livro na saga policial, e policiais bem atrevidos. Dando um toque de terror romântico, "Carnal" promete muitas aventuras e romantismo negro. Fechando nossa seleção, temos a história de Max (não sou eu - Mac), que sofre da doença de haptephobia, ou seja, tem medo de ser tocado. Será que Jerimiah consegue curá-lo? Não vou contar, deixo para vocês encontrarem a resposta no livro "Impossível Resistir".


 

A Queda de Knight

A atitude cavalheiresca de Andy sobre sexo mantém suas emoções seguras, mas quando Knight move o coração de Andy, é um jogo de confiança que Andy não tem certeza que ele vai ganhar. O senador decidiu que a tensão interdepartamentais podem ser atenuadas por uma semana de exercícios de campo. Ninguém está imune quando o primeiro grupo chega juntando vários departamentos governamentais. Entre eles estão o agente do FBI Andy Power e Detective Liam Knight. Tendo se conhecido há seis meses foi bastante difícil. Afinal, Andy se fez um idiota. Ele está acostumado a ser o Cara confiante que casualmente usa o sexo como escolhe. Alguns pensam que ele é muito livre, mas Andy sabe que eles estão vendo apenas a sua fachada. Mas Liam Knight é diferente. Ele é na verdade alguém com quem Andy quer um relacionamento.


Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

LIVROS DA ESTANTE



Livro da Semana:
Da Vida dos Pássaros
Alexandre Ribondi

 

Livres e desgarrados, alguns jovens são como os pássaros - procurando no vôo uma resposta e um alento. Este livro conta a aventura de dois garotos, um norte-americano e um brasileiro, e suas descobertas na América do Sul dos anos 1970 - o amor, o sexo, as drogas e a amizade.

 

Com uma mochila nas costas, qualquer um pode se perder ou se encontrar. Esta é a história de um jovem brasileiro que desembarca em Lima, capital do Peru, nos idos da década de 1970. Uma viagem de juventude em maio a paixões sexo e contravenções. A prova de que é possível se entregar sem se perder. Esse jovem, como a própria América do Sul, procura seu lugar no mundo, tentando descobrir quem é. Lima, a cidade onde não chove nunca é sua síntese, suas luzes, suas sombras. Um rito de passagem no melhor estilo “on the road”.

Onde Encontrar:

BOA LEITURA !!!

Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

MINHA VIDA GAY

Quando você descobre que seu melhor amigo é seu amor.




Ter um sentimento maior do que amizade pelo melhor amigo é quase que comum. A diferença está no tratamento entre ambos, na intensidade - se é um amor platônico ou apenas um crush - e como cada um lida com a situação. Um leitor do site LGBTQ Nation, que usava o codinome ProbablyGay1, fez um depoimento fofo e ao mesmo tempo reflexivo sobre o seu relacionamento com o melhor amigo Ian.

Confira:

“Ian e eu estávamos na mesma turma de Inglês no Ensino Médio. Eu assumi que ele estava fora da minha zona de amizades porque ele era realmente bonito - não do tipo trincado, mas geneticamente abençoado no departamento facial - inteligente e descolado. Então, o meu eu nerd assumiu que ele era super popular.

Nós acabamos nos vendo bastante. Eventualmente, decidi que era hora de parar de ter medo dele e tentar ser amigo. Mais ou menos um ano depois de eu realmente ter começado a sair com Ian, rolou um momento revelador em que eu percebi que realmente era o melhor amigo dele. Todo aquele tempo em que eu conhecia ele, eu tinha assumido que ele tinha uma gama de bons amigos dos quais ele apenas não falava sobre.

Eu estava tão errado sobre Ian. Sim, ele era quieto. Mas é apenas porque ele é meio introvertido e não gosta de falar sobre si mesmo. Além disso, descolado nada, Ian é tão nerd quanto eu. Ele assistiu todos os episódios de Pokemon, Digimon e Yu-Gi-Oh. A gente costumava se encontrar para fazer a tarefa de casa e assistir desenhos na residência um do outro.

Hoje em dia: Eu e Ian estudamos em colégios diferentes, mas conversamos todos os dias. Puberdade tem sido bondosa comigo. Eu ainda não cheguei ao nível dele de beleza, mas tenho me sentido mais confiante ultimamente. Ultimamente, eu tenho pensado se Ian e eu somos mais do que melhores amigos. Alguns motivos:
 
* Ian odeia ser tocado. No início, percebia que ele se sentia desconfortável quando eu tocava ele, então eu parei. Após algum tempo, ele começou a fazer. Quando estamos sozinhos, ele encosta em mim e coloca sua cabeça no meu ombro. Agora, nós estamos em contato físico o tempo todo, seja com ele se apoiando em mim ou passando o braço sobre meus ombros.
 
* De início, quando dormíamos um na casa do outro, um de nós dormia no chão, ou sofá. Agora, a gente divide a cama. Eu acordei com o braço dele ao redor de mim. Não vou mentir, meu coração bagunçou as coisas quando isso aconteceu. Eu acordei antes dele e pensei como aquilo era bom e como eu era sortudo. Ele acordou um pouco depois e encarou o meu sorriso. Eu disse: Gay. E nós caímos na gargalhada.
 
* Nós vamos nas viagens de férias juntos.
 
* Uma vez ele foi em uma viagem de pesquisa com o colégio. Quando voltou, ele me contou que identificou uma nova espécie de algo e que a nomeou em minha homenagem. Eu fiquei chocado e perguntei o porquê. Ele respondeu: “Quem mais eu poderia homenagear?”.
 
* Nenhum de nós saiu em encontros recentemente. Pessoalmente, sinto que não encontrei alguém porque tenho Ian. Eu não tenho uma preferência de gênero e os meus amigos sabem disso. E Ian é sempre vago sobre o assunto.

* Quando estamos no colégio, ele me manda várias mensagens fofas, como “Estou com saudades” ou “Algo me lembrou de você”. Eu descobri pelos amigos dele que Ian fala muito de mim, o que foi um alívio, porque eu falo bastante sobre ele.

* A gente troca presentes por correio sempre. Ele me manda amostras de espécies que ele pesquisa, como rochas e folhas legais. Pode parecer bobagem, mas eu tenho um espaço reservado para elas. Tenho certeza que se ele me mandasse cocô da sua pesquisa, eu ainda assim guardaria.

Enfim, eu penso sobre ele o tempo todo. É embaraçoso o quanto eu chego a gostar dele. Ele consegue fazer meu dia valer a pena apenas mandando uma mensagem. Nosso relacionamento tem muitas coisas que amigos heteros fazem, mas tantas outras que não.

Eu me formo do colégio este ano, enquanto ele permanecerá para conquistar um diploma mais alto. Pela primeira vez na vida, posso escolher onde morar, mas percebi que o que eu quero mesmo é morar com ele. Mas sinto que se formos morar juntos, eu finalmente preciso descobrir se somos apenas amigos ou namorados. Ele é bastante reservado, então parece que terei que ter muita coragem para tomar essa decisão”.

Tom Daley diz que o amor pelo namorado salvou sua carreira.




Ah, o amor! O atleta olímpico, Tom Daley, revelou que seu namorado, o escritor Lance Black, é a razão dele não ter desistido da carreira esportiva.

Em entrevista ao The Times, Tom – que logo virá ao Rio participar das Olimpíadas 2016 – disse que quase desistiu de tudo em 2012 após ganhar uma medalha de bronze: “Depois de 2012, perdi toda minha motivação para treinar. Pensava que não mergulharia nunca mais e voltaria a ser um adolescente normal.

Frequentei psicólogos e fiz um tratamento de stress pós traumático em Londres. Ficava aterrorizado só por correr o risco de repetir o erro que me rendeu uma medalha de bronze na frente de 18 mil pessoas. Eu não poderia passar por isso novamente. Tive machucados, deixei de treinar e comecei a mergulhar cada vez pior. Foi quando meu treinador me sugeriu tirar umas férias para relaxar.



Então, viajei por 8 semanas e o melhor aconteceu: em março de 2013, conheci Lance e me apaixonei. Foi quando pensei que aquele cara com quem eu queria tanto ficar, teria que ter alguma razão para me admirar. Voltei a treinar e dar o melhor de mim. Me sentia feliz e apaixonado, nada me confundia mais. Ele me apoiou muito e acabamos trocando alianças.”

Com 20 anos de diferença entre si (Tom tem 21 anos e Lance, 41), o casal se conheceu em 2013 e não se largou mais, comemorando 3 anos de relacionamento recentemente. Ambos inclusive já fazem planos de se casar após a participação de Tom nas Olimpíadas 2016 no Rio.

#NãoAoRótulo: Com direito a beijo gay, novo comercial da Nextel busca derrubar os rótulos.




Depois de Avon, Skol e Close UP, a operadora de celulares Nextel é mais uma a mostrar seu apoio a comunidade LGBT! Em um novo comercial para a internet, intitulado #NãoAoRótulo, a empresa mostrou uma cena de beijo gay entre dois homens, além de convidar figuras importantes do movimento arco-íris para participar da ação.

Maria Gadú, integrantes do Canal das Bee, e o youtuber Murilo, do canal Muro Pequeno, são alguns dos convidados para a propaganda, onde comentam sobre rótulos. Também foi criado um site exclusivo para a campanha. Lá, é possível encontrar os vídeos e comentários feitos com a hashtag #NaoAoRotulo reunidos num único lugar. A Nextel ainda não informou se os vídeos também vão ser exibidos na TV.



Postado por Andy | (0) Comente aqui!

SEXO

Fisting e o sexo hardcore.




Fisting, Fist Fuck ou Fist Fucking é a prática de inserir a mão ou o antebraço no ânus, também conhecido como brachio procticus. O Fisting também pode ser feito na vagina e é chamado de brachio vaginal, mas acredito que vocês não se interessariam muito por essa parte da prática do fist.

Esse tipo de prática é considerada como sexo hardcore e quem faz fisting diz que parte do prazer em introduzir a mão ou antebraço no ânus está em aprender a apreciar as sensações que são proporcionadas pela distensão do ânus. e que isso realmente dá muito prazer não apenas para quem é penetrado mas para quem penetra a mão também.

Não adianta apenas ter vontade de fazer fisting, é preciso saber um pouco sobre suas técnicas:

– Comunicação é importante: Caso alguém queira parar a penetração precisa ser informado de tal. Por isso é importante antes de mais nada conversar com o parceiro a respeito. Em algumas práticas de sadomasoquismo os parceiros escolhem uma palavra de segurança, que quando dita por qualquer um do casal a relação sexual deve ser finalizada. É importante escolher uma palavra que não se fale normalmente durante o sexo.

– Lubrificante é essencial: No fisting anal é importante usar um lubrificante mais oleoso ou a base de silicone, para que seja mais duradouro seu efeito. Imagina você lá com um braço enfiado no seu edy e o lubrificante perde um pouco da sua ação? Como você conseguiria tirar?



– Proteção: No caso do fisting é indicado o uso de luvas de látex para a penetração. Não é aconselhável introduzir a mão no ânus sem algum tipo de proteção! Mantenha as unhas cortadas para não rasgar a luva é um cuidado importante. O látex também impede a transmissão de doenças e o contato com as bactérias do intestino grosso.

– Vá com calma: Não adianta ir da penetração habitual para o pulso. É importante que se faça o fist fucking gradativamente. Nada de logo na primeira tentativa enfiar o braço inteiro, hein?

Como nem tudo são flores, há riscos na prática do fisting: Embora dê muito prazer, causa também muita dor! O fisting pode danificar os tecidos da pele e as fibras musculares que formam o esfincter o que causa muita dor e sangramentos. A perda contínua de fibras musculares no esfíncter pode causa em incontinência. Caso haja sangramento o fist deve ser interrompido imediatamente. Se o sangramento persistir deve-se procurar um médico.

Cuidado: Saiba os limites do seu corpo para praticar o fisting e vá fundo!

Postado por Andy | (4) Comente aqui!

HOMOISSEXUALIDADE

6 sinais de que você não está recebendo o amor que merece deste canalha.




Antes de qualquer coisa, fique calmo. Eu sei que você está sofrendo com essa apatia e falta de carinho dele, mas precisamos colocar alguns pingos nos “is”. Manter um relacionamento saudável não é uma tarefa fácil e exige exercícios diários para que a chama da paixão permaneça acesa.

É bem provável que você esteja exagerando em alguns aspectos e buscando pelo em ovo. Portanto, pare de complicar as coisas. Claro, é importante lembrar que não existe um padrão para os relacionamentos, mas sei que essas dicas vão te ajudar a entender os sentimentos que invadiram seu corpo. Vamos te ajudar a identificar se está ou não recebendo o amor que merece!

1 – Solidão.
Seu namorado ou marido não está sendo a companhia que você esperava. Ele passa tempo demais fora de casa; e quando chega, não desgruda do celular, do computador, da TV. Parece voltar para casa somente para marcar presença, bater ponto. Não se mostra interessado em conversar com você, não se importa com seu cotidiano e não faz questão de compartilhar os acontecimentos do dia a dia. Aí você se solitário mesmo com ele por perto.

2 – Você se sente inferiorizado.
A impressão que você tem é que ele se acha bom demais para estar ao seu lado. De maneira escrota, ele não valoriza seus atributos, tampouco seus esforços. Mas quando o foco vai pra ele, há uma supervalorização. Você não consegue entender essa satisfação que ele tem de colocá-lo para baixo o tempo todo.

3 – Você não se acha mais bonito ou atraente.
Os elogios fofos do começo do namoro não existem mais, além disso, ele não demonstra se sentir atraído por você. Poluído com esses pensamentos, você não consegue ver nada de especial em si mesmo. Aí a insegura bate forte e você passa a reproduzir o discurso e que é feio e sem graça.

4 – Você está sempre esperando pelo pior.
Não foi uma coisa que aconteceu de uma hora pra outra. Você não se sente mais confortável como no passado, mas sente um terrível mal-estar. A impressão é de que algo ruim vai acontecer a qualquer momento. Seus pensamentos te levam a achar que, uma hora dessas, ele vai arranjar outra pessoa e pedir a separação.

5 – Você sente-se triste grande parte do tempo.
O ato de abrir os olhos pela manhã já é motivo suficiente para querer sumir. Você pode até não se sentir triste o tempo todo, mas quando pensa em como está indo seu relacionamento, a frustração toma conta. Você realmente não esperava que a situação fosse chegar a esse ponto. Isso está lhe fazendo muito mal.

6 – Seus apelos e sentimentos estão sendo ignorados
Você já tentou conversar com ele diversas vezes. Já expôs seus sentimentos e inseguranças, pediu para ele mudar, ser mais amoroso, presente, companheiro, mas ele diz que você está sendo idiota, que isso tudo é bobagem da sua cabeça. Ele simplesmente não dá mais importância ao que você sente.

Se identificou com os relatos acima? Bom, saiba que esses sentimentos, infelizmente, são mais comuns do que se imagina em vários relacionamentos. Muitas pessoas sentem-se ignoradas e desvalorizadas por seus companheiros. Eles não estão recebendo o amor que esperavam receber, o amor que merecem.

A indiferença pode afetar sua autoestima a ponto de eles acabarem achando que realmente não são bons o bastante para seus companheiros, que não merecem nada melhor do que aquilo que estão recebendo.

No entanto, há casos de pessoas com sérios problemas de autoestima, que se sentem muito inseguras no casamento, sem que isso tenha a ver com o tratamento que recebem de seus cônjuges. Embora pensem que não estejam recebendo amor suficiente, a realidade é outra, elas precisam buscar ajuda psicológica para tentar se livrar de seus “fantasmas” interiores.

Se este não for o seu caso, isto é, você não tem histórico de baixa autoestima, mas isso começou a acontecer no relacionamento atual, este é um sinal de alerta de que algo está errado nessa relação. Talvez seu namorado ou marido não esteja demonstrando que realmente te ama, ou outra coisa pode estar causando essa insegurança.

Como disse no começo desse artigo, não existe uma receita de bolo para relacionamentos, mas é fundamental chegar à raiz do problema através de uma conversa franca, e, se necessário, de ajuda psicológica individual ou terapia de casais.

PERGUNTAS & RESPOSTAS


Fidelidade: Isso existe em um relacionamento gay?


Fidelidade: Será que ela existe?

Olá. Primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo blog. Já me ajudou diversas vezes e as matérias de vocês são muito legais.

Estou em um momento um tanto quanto obscuro da minha vida, onde perdi minha esperança pelas pessoas e relacionamentos.

Namoro há mais de um ano e o meu relacionamento está indo bem. Como todo casal temos nossos altos e baixos, mas nada que fugiu ao nosso controle. Ultimamente tenho conversado com amigos meus que são gays e vejo-os falando que já traíram seus respectivos parceiros e tal. Assistindo séries com temática gay (como Queer as Folk, por exemplo), vi que também os relacionamentos eram cheios de traição.

E é nesse contexto que eu me pergunto se hoje em dia as pessoas realmente querem um relacionamento sério. Eu sou totalmente contra a traição, não gosto, não aprovo e espero que não aconteça comigo, até porque, se acontecer, vai ser uma vez só.

Fico feliz com as conquistas que a comunidade gay vem fazendo, mas questiono o real motivo quando a maioria das pessoas aparentemente traem.

Não sei se eu estou exagerando e tenho meus valores ultrapassados e devo começar a me acostumar com isso ou, se em geral, os outros estão errados. Isso tudo vem me afetando muito a ponto de não confiar mais nos outros (e consequentemente no meu namorado) e começar a achar que relacionamentos são no fundo apenas uma mentira.

Gostaria do conselho de vocês. Obrigado!

D, 20 anos – Porto Alegre/RS

~*~

D, relacionamento é relacionamento. Há inúmeros casos e cada casal é um casal único, por isso é complicado generalizar como as pessoas levam a fidelidade.

Há casais que tem relacionamentos abertos, que acreditam que transar com outras pessoas seja saudável para o relacionamento deles. Ao modo deles eles continuam fiéis um ao outro. Enquanto há casais que uma simples olhada para o lado já é motivo de briga, desconfiança e julgamentos sobre a fidelidade.

Sinceramente eu acredito na fidelidade. Sou um cara fiel quando namoro, daqueles que até pode olhar para o lado mas que aponta o cara e ainda fala para o namorado: ‘Nossa, que cara bonito’. Não é por esse motivo que o trairei ou que ele, mesmo olhando para o lado, me trairá.

Já ouvi muitas pessoas falando sobre fidelidade assim: ‘Eu saio com outros caras, mas meu sentimento pelo meu namorado não muda. Então isso não é traição ou infidelidade‘. Se o cara pensa assim, quem sou eu para dizer o contrário.

Não acredito que seus valores estão ultrapassados, até porque se for assim os meus também estão. Só acho que algumas pessoas pensam diferente de mim ou de você a cerca de fidelidade e isso não pode fazer com que percamos a fé em um relacionamento como acreditamos. Cada um tem uma definição para fidelidade.

Muitos afirmam que não existe fidelidade em um relacionamento gay, já que é composto por dois homens e evolutivamente somos mais propensos a disseminar nosso esperma o máximo que pudemos. Eles podem até estar certos quanto a isso, mas será que somos apenas genes e instintos?

Se eu penso assim e você pensa assim, existem centenas de milhares de pessoas que acreditam da mesma forma que nós sobre a fidelidade. Sacou? Segue em frente e seja feliz em seu relacionamento!

~*~

Sou gay mas sinto atração pela minha amiga, e agora?



“Não quero florear muito, então vou logo aos finalmentes. Sou gay (jura?) e sempre fui atraído por homens. Só que tem uma colega na facul que tá mexendo comigo. Nunca senti algo parecido por uma menina, apenas com cavalheiros (se é que me entendem). É um sentimento novo, que tem me feito sentir estranho por algum tempo. Resumindo: acho que tô gamado na minha colega. Mas não quero investir, dar uma cortejada, pra no fim de tudo eu descobrir que não rola e que eu não gosto. Posso estar confundindo essa pajelança toda com uma forte conexão de amizade, talvez? Quando tô perto dela, me sinto normal e gay. Quando tô longe, sinto falta dela (carnalmente). Isso é paixão ou febre (risos)? Tá bom, me alonguei demais. Mas acho que deu pra vocês entenderem meu “probleminha”.”

Felipe, 21 anos, Manaus.

~*~

Oi, Felipe, tudo bem?

Seguinte, acho que a vida está aí para ser vivida. Parece clichê, mas, na real, o que você tem a perder ficando com ela? Uma amizade? Amigos temos de monte, menino. Contanto que chegue nela e seja sincero, não a enrole, não vejo mal em viver esse sentimento.

Não sei se é febre ou se as inimigas fizeram trabalho pra te tirar da concorrência de vez, mas, dê em cima dela e veja qual é a reação, se ela rir e mandar você pastar, desista. Ela te vê como amigo e não rola nada.

Temos que aceitar que as coisas acontecem como e quando devem acontecer… Se for pra rolar algo entre vocês dois, nada e nem ninguém irá interferir. Nem mesmo o fato de que você se sente atraído mais por cavalheiros do que por damas.

Inclusive, aí está uma ótima cantada pra chegar junto: “oi, linda, eu sou gay, mas você é a única mulher que me faz pensar em comer esfiha e não kibe. Ta afim?”.  :p

Boa sorte e uma última dica: NÃO use a cantada que sugeri acima.

Beijos.
Postado por Andy | (0) Comente aqui!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...