terça-feira, julho 14, 2020

MINHA VIDA GAY

Em carta anônima, jogador do Inglês lamenta não poder se assumir gay: 'Está afetando minha saúde mental'.


 STJD punirá injúrias sexuais em estádios brasileiros com perda da três pontos para os clubes

O 'The Sun' divulgou neste sábado uma carta anônima de um jogador que disputa o Campeonato Inglês. Nela, o autor conta as dificuldades de ser gay e não poder assumir sua sexualidade com medo de ataques homofóbicos. Ele ainda diz que sempre sonhou em ser jogador, mas pensa em se aposentar cedo pois essa situação está afetando sua saúde mental.

- Eu sou gay. Até mesmo escrever isso nesta carta é um grande passo para mim. Mas apenas meus familiares e um seleto grupo de amigos estão cientes da minha orientação sexual. Não me sinto pronto para compartilhá-la com meu time ou dirigentes - diz a carta.

- Isso está afetando minha saúde mental cada vez mais. Me sinto preso, e meu medo é que divulgar a verdade sobre quem sou tornará as coisas piores. Assim, embora meu coração sempre diga que preciso fazer isso, minha cabeça sempre diz a mesma coisa: "Por que arriscar tudo?".

O 'The Sun' afirma que o jogador está recebendo apoio da Fundação Justin Fashanu, ex-jogador que se assumiu gay em 1990. O jogador acabou perseguido pela imprensa e nunca mais conseguiu espaço em uma grande equipe. Já aposentado, Fashanu acabou tirando a própria vida em 1998.

Leia a carta do jogador na íntegra:

Quando criança, tudo que eu sempre quis era ser um jogador de futebol. Eu não estava interessado em ir bem na escola. Em vez de fazer a lição de casa, cada minuto livre que eu tinha era gasto com uma bola. No final, valeu a pena. Mas ainda hoje eu ainda tenho que me beliscar quando saio e jogo todas as semanas para milhares de pessoas.

No entanto, há algo que me diferencia da maioria dos outros jogadores da Premier League: eu sou gay. Até mesmo escrever isso nesta carta é um grande passo para mim. Mas apenas meus familiares e um seleto grupo de amigos estão cientes da minha opção sexual. Não me sinto pronto para compartilhá-la com meu time ou dirigentes.

Isso é difícil. Passo a maior parte da minha vida com esses caras e, quando entramos em campo, somos um time. Mas, ainda assim, algo dentro de mim impossibilita que eu seja aberto com eles sobre como me sinto. Espero muito que um dia, em breve, eu consiga. Eu sei desde os 19 anos que eu sou gay. Como é ter que viver assim? No dia a dia, pode ser um pesadelo absoluto.

E isso está afetando minha saúde mental cada vez mais. Me sinto preso, e meu medo é que divulgar a verdade sobre quem sou tornará as coisas piores. Assim, embora meu coração sempre diga que preciso fazer isso, minha cabeça sempre diz a mesma coisa: "Por que arriscar tudo?". Tenho a sorte de ganhar um salário muito bom. Eu tenho um carro bonito, um guarda-roupa cheio de roupas de grife e posso comprar tudo o que eu quero para minha família e amigos. Mas uma coisa que estou sentindo falta é companheirismo.

Estou em uma idade em que gostaria de estar em um relacionamento. Mas, devido ao trabalho que faço, o nível de confiança para ter um parceiro precisa ser extremamente alto. Então, no momento, evito relacionamentos. Espero muito em breve encontrar alguém em quem consiga confiar o suficiente.

A verdade é que eu ainda não acho que o futebol esteja pronto para que um jogador assuma. O esporte precisaria fazer mudanças radicais para que eu pudesse dar esse passo. A Associação de Jogadores de Futebol Profissionais diz que está pronta para ajudar um jogador a assumir. E eles disseram que oferecerão aconselhamento e apoio a quem precisar. Isso não está faltando. Se eu precisar de um conselheiro, posso ir e marcar uma sessão com ele sempre que quiser. O que aqueles que dirigem o jogo precisam fazer é educar fãs, jogadores, gerentes, agentes, proprietários de clubes - basicamente todos os envolvidos no esporte.

Se eu desse esse passo, gostaria de saber que seria apoiado em cada passo da minha jornada. Agora, eu não sinto que seria. Eu gostaria de não ter que viver minha vida dessa maneira, mas a realidade é que ainda existe uma enorme quantidade de preconceito no futebol. Em inúmeras vezes ouvi cantos homofóbicos e comentários de apoiadores direcionados a ninguém em particular. Estranhamente, isso realmente não me incomoda durante as partidas. Estou muito focado em jogar. É quando eu volto para o avião ou para o CT e tenho tempo para pensar que isso me afeta.

No momento, meu plano é continuar jogando o quanto eu puder e depois, quando eu puder assumir, me aposentar. Foi ótimo no mês passado ver Thomas Beattie levantar a mão e admitir ser gay. Mas o fato de ele ter que esperar até a aposentadoria diz tudo o que você precisa saber. Os jogadores de futebol ainda estão com muito medo de dar o passo enquanto jogam.

Desde o ano passado, tenho recebido apoio da Fundação Justin Fashanu para lidar com o impacto que isso tudo tem na minha saúde mental. É difícil expressar em palavras o quanto a fundação ajudou. Isso me fez sentir apoiado e compreendido, além de me dar confiança para ser mais aberto e honesto comigo mesmo. Sem esse apoio, eu realmente não sei onde estaria agora.

Eu sei que posso chegar ao ponto em que acho impossível continuar vivendo uma mentira. Se eu fizer, meu plano é me aposentar cedo. Eu poderia estar jogando fora anos de uma carreira lucrativa, mas não se pode colocar um preço em sua paz de espírito. E eu não quero viver assim para sempre.

Primeiro jogador gay de futebol da Premier, apoia desabafo em carta anônima.


Justinus demonstrou apoio ao amigo da seleção

ustinus Soni Fashanu teve destaque no futebol inglês, nos anos 70 e 80, e na época, era o primeiro atleta abertamente homossexual. Hoje, depois de mais de 30 anos de histórias, o muso demonstrou apoio, ao colega de seleção, que revelou ser gay, por meio de uma carta anônima, que foi publicada pelo jornal The Sun.

“Há algo que me diferencia de outros jogadores da Premier League. Sou gay. Até escrever esta carta é um grande passo para mim. Apenas meus familiares e um círculo de amigos íntimos sabem sobre minha sexualidade. Não me sinto pronto para compartilhá-la com minha equipe ou meu treinador”, disse o jogador, que não quis se identificar.

Ele continuou, e desabafou ainda mais. “É difícil. Passei a maior parte da minha vida com esses caras e, quando entramos em campo, somos uma equipe. Apesar de tudo, algo em mim torna impossível que eu seja aberto com eles em relação ao que sinto. Espero sinceramente que um dia em breve eu possa fazer isso”, concluiu.

A carta remetida ao ex-craque, foi enviada à instituição de apoio a atletas homossexuais do Reino Unido fundada em 2018, por Justinus. Vale lembrar, que o nome da fundação é Amal Fashanu, que remete ao nome da sobrinha do eterno ídolo.

Garota de 6 anos ganha ensaio “revelação de gênero” dos pais.


Daniel e Julie em ensaio fotográfico ao lado da filha

Julie e Daniel Hindsley são papais da pequena Ella, e decidiram fazer um ensaio do chá de revelação de gênero da filha. Em entrevista ao Popsugar, Daniel relembrou algumas preferências da garota, e desabafou sobre isso.

“A primeira vez que ela me disse para ‘fazê-la uma garota’, além da frustração, fiquei chocada e assustada”, lembrou ele ao Popsugar, que continuou e disse ainda mais lembranças.

“Ela havia me dito muitas vezes antes que desejava ser menina e desejava ter cabelos longos e usar vestidos. Quando ficou chateada com isso, tentei apaziguá-la dizendo que podíamos deixar o cabelo crescer”, contou ele.

Não sabendo como agirem em meio à situação, os pais contaram que buscaram ajuda de profissionais, segundo o Guia Gay. “Eu sabia que conversar com alguém também ajudaria meu marido. Ela nos disse que precisávamos deixar Ella liderar e que quanto mais cedo realizássemos a transição social, melhor seria para seu bem-estar mental”, contou ela.

Para concluir o relato, os papais afirmaram que depois de toda transição, podem dizer que a experiência foi boa. “Na primeira semana que ela vestiu roupas femininas completas, ela recebeu perguntas de algumas crianças, mas no geral sua experiência foi boa”, finalizaram.

SEXO

"QUE DELÍCIA! FUI ESCOLHIDO PRA FAZER O GANG BANG!" - O QUE É GANG BANG?

Entre os vários termos sexuais que existem, um que causa muita curiosidade é Gangbang. Provavelmente você já escutou essa palavra por aí e, principalmente, já deve ter visto em algum filme pornô. Mas, convenhamos, a última coisa que você faz ao assistir uma cena de sacanagem é tentar identificar o que é um Gangbang, não é?!


ESPIANDO PELAS RUAS DA CIDADE...

Cenas inusitadas e quentes que vemos no dia a dia, caminhando pelas ruas, que nos despertam a curiosidade e a excitação. 


ARTE HOMOERÓTICA E QUADRINHOS ERÓTICOS


QUADRINHO ERÓTICO

GABRIEL-ROYAL-SUMMONS - GABRIEL-REAL-SUMMONS - GABRIEL-ROYAL-SUMMONS

(PORTUGUES- ENGLISH VERSION- ESPAÑOL)

VEJA ABAIXO - VEA ABAJO- SEE BELOW

GATO FRESHMEN

SERGE CAVALLI


DIREITOS

Ao vivo: Câmara inicia debates da lei das fake news.


Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Rodrigo Maia (DEM - RJ)

A Câmara dos Deputados inicia o ciclo de debates, nesta 3ª feira (30.jun.2020), sobre o Projeto de Lei nº 2.630 de 2020, que cria normas para desestimular a manipulação de mídias sociais ou serviços de mensagens –como o WhatsApp. A presença do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é esperada.

HOMOSSEXUALIDADE

O que o medo de se apaixonar tem tirado de você?



Amar é para os fortes.

E eu falo sério: o amor é mesmo assustador. Ele intimida, amedronta, afugenta. Para estar apaixonado, é preciso coragem.

A literatura, o cinema e a televisão até tentaram nos fazer acreditar que todos os finais são felizes para sempre. Mas nós sabemos que não é verdade. Na vida real, qualquer relacionamento requer esforço, paciência e muitos – e inevitáveis – dias de não-felicidade.

Isso porque se relacionar é quase tão difícil quanto física quântica, linguagem de códigos e encostar a língua no próprio cotovelo…

As tais borboletas no estômago têm preço alto a se pagar: custam meia dúzia de incertezas, uma pitada de insegurança e alguma dose forte de desespero.

É exatamente por isso que muita gente foge de romance assim como o diabo foge da cruz.

Claro que ter medo não é de todo ruim. Se não fosse o pânico em repetir de ano, o que teria sido da sua vida escolar?

O medo também te ajudou a evitar muitos possíveis assaltos por aí nesse Brasilzão. Te livrou de alguns tombos, arranhões e queimaduras. Da mesma forma, se você não temesse beber a bebida de estranhos, talvez nem estivesse aqui agora para ler este texto…

Sim, você pode – e deve – ter medo.

O problema é quando ele se apodera de você e dita as regras da sua vida. Você já não consegue entrar em um avião, andar entre multidões, pedir demissão do emprego que odeia, falar em público ou, simplesmente, estar em um lugar fechado. E, apesar de ter salvado a sua pele de diversas encrencas, ele, irracionalmente, começa a te fazer perder grandes oportunidades.

Pois saiba que esse seu medo tem até nome científico…

Você é um filofóbico?

Tem gente que tem medo de aranha. Outros têm medo de gato. Tem quem saia correndo ao ver um inocente palhaço. E tem os que têm medo de – nada mais nada menos que – se envolver.

Isso mesmo! A filofobia nada mais é do que o medo irracional de se apaixonar por alguém.

Pessoas com essa fobia sentem um verdadeiro desconforto, nervosismo e ansiedade quando ficam expostas a situações que possam criar algum tipo de vínculo ou afeto.

O medo é tão intenso que desencadeia vários mecanismos de defesa. 

Sabe aquela história da auto sabotagem? Pois é…

O mecanismo de defesa mais comum de quem sofre desse distúrbio é encontrar defeitos no parceiro. Daí esses supostos defeitos funcionam como justificativa para não se jogar de cabeça na relação.

Também muitos filofóbicos, para não ter que enfrentar o problema, se apegam a amores platônicos e inalcançáveis. Convencem a si mesmos de que não podem amar, pois seu amor é impossível.

Se identificou?

Então, leia com atenção:

Ter medo de entregar o coração a alguém é abrir mão de viver.

Sim, porque só os apaixonados sentem o sangue correr entre as veias. Só eles sentem arrepios com um simples toque.

Se apaixonar é descobrir qualquer tipo de alegria na dor e expressar através do olhar o que as palavras não são capazes de traduzir. É perder prazos, horários e tarefas importantes. É se doar, é correr contra o tempo, é se permitir e deixar transparecer a melhor versão de você mesmo.

Quem se apaixona se cuida mais, se ama mais… Você terá aquele brilho nos olhos e sorrirá muito mais vezes.

Além do mais, estar apaixonado, segundo cientistas, melhora o nosso sistema imunológico, nos deixa mais agitados e alertas, acelera o nosso metabolismo e nos torna muito mais fisicamente ativos.

O que o seu medo de se apaixonar precisa saber é que, sim, você pode sair machucado. Você pode quebrar a cara, pode ter o coração e o ego feridos. Você pode até se arrepender.

Mas, se nunca tentar, qualquer história de amor na sua vida será sempre uma mera ficção.

Enfrente o seu pior inimigo: você mesmo.

E, se der medo, vá com medo mesmo. Só dá frio na barriga aquilo que vale a pena.

POLÍTICA

Alexandre de Moraes: Da 'casca grossa' no Executivo aos processos mais importantes do Supremo.


Alexandre de Moraes, o mais jovem do STF e o último a ingressar na Corte, está relatando inquéritos-chave, como o das fake news.

Conhecido pela experiência como "político" e por polêmicas, ele foi secretário de Alckmin e Kassab, caiu nas graças de Temer e se tornou relator de casos que afetam o clã Bolsonaro.

Aos 51 anos, Alexandre de Moraes é o mais jovem ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) em idade e tempo de Casa. Ao mesmo tempo, é relator de alguns dos processos mais relevantes em tramitação por lá atualmente: o das fake news, o dos atos antidemocráticos e, mais recentemente, o das mudanças dos dados de covid-19 pelo Ministério da Saúde. 

Embora a distribuição dos inquéritos no STF seja feita por sorteio, ele foi escolhido a dedo para relatar a investigação que apura a existência de um esquema de notícias falsas contra a Corte e seus integrantes. Conforme relato de interlocutores do Supremo próximos a Moraes e ao presidente Dias Toffoli ao HuffPost, essa escolha se deu, em grande parte, por sua personalidade e seu histórico profissional. 

Ele é descrito como um ministro “controlador”, “exigente”, “vaidoso” e “centralizador”, nas palavras de colegas ou subordinados antigos e atuais com quem o HuffPost conversou nas últimas duas semanas. Também falam dele como alguém com “espírito de resolução” e pessoa de “raciocínio rápido”. 

TENHO CERTEZA QUE VOCÊ QUER!

FOFOCAS DE CELEBRIDADES - GOSSIPS

Alok conta com a participação de Jason Derulo em nova música, "Don't Cry For Me".



Alok divulgou, nesta sexta-feira (10), o seu novo single, "Don't Cry For Me". A música é uma colaboração com o astro norte americano Jason Derulo e o também Dj Martin Jensen.



Katy Perry lança a música que dá nome ao seu novo álbum. Escute "Smile"!



Katy Perry lançou, nesta sexta-feira (10), a música que dá nome ao seu próximo álbum. Trata-se da faixa "Smile", que traz uma letra otimista e melodia pop.



Com participação de Eminem, Kid Cudi lança "The Adventures Of Moon Man & Slim Shady". 



KId Cudi tomou gosto pelas colaborações com nomes de peso do hip-hop. O rapper lançou há pouco "The Adventures Of Moon Man & Slim Shady" onde ele troca versos com ninguém menos que Eminem, em uma faixa que deverá fazer sucesso, dada a popularidade da dupla.



Anitta volta a apostar em ritmo latino no seu novo single. Ouça "Tócame".



Anitta segue apostando no mercado latino em seu novo single em espanhol, "Tócame". A faixa é uma parceria da brasileira com o norte americano Arcangel e o artista porta riquenho De La Ghetto.



35 anos da performance icônica de Freddy Mercury no Live Aid; relembre a apresentação!



Freddy Mercury, à frente da banda Queen, entregou umas das performances mais icônicas de sua carreira 35 anos atrás, no dia 13 de julho de 1985! A apresentação aconteceu no festival Live Aid, que foi organizado por Bob Geldof e Midge Ure com o objetivo de arrecadar fundos para acabar com a fome na Etiópia. O show da banda inglesa foi realizado no Wembley Stadium, em Londres, para mais de 82.000 pessoas.

O Queen abriu seu show com “Bohemian Rhapsody” sob intensa ovação, e os maneirismos do vocalista Freddie Mercury levaram toda a plateia no Wembley a bater palmas em uníssono durante “Radio Ga Ga” e a cantar junto, verso por verso, “We Will Rock You” e “We Are The Champions”. A apresentação da banda acabaria sendo eleita em uma enquete na época como o “melhor show ao vivo” já realizado!

Relembre a performance completa em HD



Jogador de futebol canadense é demitido após tweet homofóbico.



Christian Jones, que jogou com o time de futebol canadense Edmonton Eskimos, foi demitido após um tweet homofóbico, publicado no Dia Mundial do Orgulho. Jones depois se desculpou pelo tweet.

Em seu tweet, que já foi excluído, o jogador que ocupa a posição de recebedor do time escreveu: “Eu vou manter essa ideia… O homem não deve estar com um homem. Uma mulher não deve estar com outra mulher. ISSO MESMO, BRO! Viva a vida com segurança”.



Os diretores do time de Edmonton agiram rapidamente, removendo Jones de sua lista e, em um comunicado, eles twittaram: “Nós apoiamos a comunidade LGBTQ+ e condenamos firmemente a linguagem usada por Christian Jones. Não há lugar para tais comentários em nossa equipe.

A Liga Canadense de Futebol (CFL) também condenou os comentários, escrevendo em um comunicado que “não há lugar em nossa liga para comentários que depreciam as pessoas com base em sua religião, raça, gênero ou orientação sexual”.

“Nós da CFL mantemos alta a bandeira Diversity Is Strength. Nossa liga não reivindica a perfeição, mas se esforça para ser inclusiva, aceitar e realmente celebrar nossas diferenças, e respeitar e honrar os direitos humanos”.

Eles acrescentaram: “Todos nós precisamos dizer não ao ódio e sim ao amor”. Jones inicialmente defendeu seus comentários dos críticos do Twitter, mas depois pediu desculpas por seu tweet, escrevendo: “Esta é uma oportunidade de crescimento”. Ela está absolutamente certa.

“Minhas palavras foram profundamente ofensivas, dolorosas e serviram a zero propósitos. Acrescentei à luta de uma comunidade, viver uma vida livre de opressão de qualquer tipo. Eu sinceramente peço desculpas. Eu estava errado.”

Corpo de Naya Rivera, de Glee, é encontrado em lago na Califórnia, confirmam autoridades.



Artista estava desaparecida desde a última quarta-feira (8)

O corpo da atriz e cantora Naya Rivera, de 33 anos, foi encontrado nesta segunda-feira (13), na Califórnia.

A informação foi divulgada primeiramente pelo site TMZ, que confirmou que o corpo descoberto nesta manhã pela equipe responsável pelas buscas no Lago Piru, onde ocorreu o desaparecimento, realmente se trata da artista.

Naya foi dada como desaparecida na última quarta-feira (8), depois de ter saído em um passeio de barco com o filho, Josey, de 4 anos. O menino foi encontrado sozinho no barco e informou às autoridades que sua mãe pulou na água e não retornou mais. Junto com ele, estavam a bolsa e os documentos da atriz, além de um colete salva vidas adulto.

As autoridades do Condado de Ventura farão uma coletiva de imprensa ainda hoje, às 18hs no horário de Brasília.

Happening now: A body has been found at Lake Piru this morning. The recovery is in progress. A news conference will take place at 2 pm at the lake.
— Ventura Co. Sheriff (@VENTURASHERIFF) July 13, 2020

Em seguida, o xerife Bill Ayub confirmou que as forças policiais haviam encontrado o corpo da atriz. "Nós estamos confiantes que o corpo que encontramos é o de Naya Rivera".

De acordo com o xerife, a artista provavelmente usou toda a sua força para salvar o seu filho. "Ela usou força o suficiente para colocar seu filho de volta ao barco, mas não ela mesma".

Veja o vídeo (em inglês) com o pronunciamento do xerife Bill Ayub:

BREAKING: Authorities have found ‘Glee' star Naya Rivera's body in Lake Piru. Ventura County Sheriff Bill Ayub said there is no indication of foul play and no indication that it was a suicide pic.twitter.com/osIZfWG1x2
— NowThis (@nowthisnews) July 13, 2020

Naya Rivera começou a atuar ainda criança. A artista deu vida à personagem Santana Lopez, em Glee, na qual participou durante as 6 temporadas da série, conquistando uma grande base de fãs.

Após o fim do seriado, Naya trabalhou em outros projetos e chegou até a lançar um single, "Sorry (Feat. Big Sean)", com seu namorado na época. A atriz e cantora participou também do seriado "Devious Maid" e, recentemente, fazia participações recorrentes no programa "Step Up: High Water", do YouTube Premium.

Filho de Edmundo vende geleia para pagar contas: “tempos difíceis para uma #GayFreela”.



Alexandre Mortágua, filho do ex-jogador Edmundo com a ex-modelo Christina Mortágua, postou das redes sociais que está vendendo geleias para pagar as contas.

“Tempos difíceis para uma #gayfreela como eu. Eu amo cozinhar e os últimos meses foram bem ruins de trabalho (tipo quase nada). Ficar sem pagar as contas ainda não pode. Eu e minha parceira de vida resolvemos produzir algumas coisas gostosas que cozinhamos em casa no dia a dia”, anunciou Alexandre em seu perfil.

Cada pote da “Geleia do Lelesauro” custa cerca de R$ 20. Alexandre não vê o pai há nove anos, desde que tinha 16 anos. “A última vez que encontrei meu pai tinha 16 anos e foi pela decisão de um juiz. Quando você lembra de uma pessoa que você gosta, você pensa na sua mãe, por exemplo, vem um cheiro, uma frase engraçada, uma comida gostosa. Dele não me vem nada”, disse em entrevista a Luciana Gimenez em 2019.

DJ manda real sobre usar lingerie: “namorar comigo é certeza de chegar em casa e me encontrar assim”.



O DJ e influenciador digital carioca Paranoia Viva, nome artístico de José Ferrero, de 24 anos, é certeza de agito pelas baladas Brasil afora. Nas redes sociais, ele sempre posta fotos ousadas e quase sempre, mescla peças do vestuário masculino e feminino! No Twitter, ele mandou a real em relação a ser um homem gay que usa lingerie: “namorar comigo é certeza de chegar em casa e me encontrar assim”. Arrasa!

FAIZ ISSO NÃÃÃÃÃOOO...



AH... SAFADO!



QUEM QUER?



FUI PASSEAR NO PARQUE E OLHA O QUE EU GANHEI!



OLHA A MÃO BOBA...



ISSO É UMA TORTURA!!



QUANDO FAZEM POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE...



QUE QUÉ ISSO MULEKE!!



LEO ALEXANDER



ANÔNIMOS TAMBÉM TEM VEZ...



TENHA UM BOM DIA!



ATÉ MAIS!!