Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Relato Gay – Eu estou curado


Relato de MVG




“Tenho percebido nos últimos meses, desde que comecei a escrever menos aqui no Blog e depois que aquela onda pró-gay eclodiu em território paulista, grandes diferenças na minha homossexualidade. Tenho notado mulheres.

Já me peguei em sonhos pornográficos, sedento, numa busca constante por (porque não) bucetas (palavra que antigamente abominava pronunciar). Acordei excitado todas as vezes e tenho notado que, ultimamente, são os seios e as bundas das mulheres que têm me chamado mais atenção. Curioso que faz mais de 13 anos que me entendo como gay, mas nunca senti o sabor da cútis feminina.

Tenho lembrado do que mamãe sempre falava na minha infância quando não queria comer: “experimenta essa fruta. Como você diz que não gosta se nunca experimentou?”.

E foi aí que resolvi saborear. Mas antes disso, larguei minha terapeuta que conheço há anos e fui atrás da indicação de um amigo que disse ser “terapeuta exemplar”. Converso muito sobre essas questões, da minha confusão, do fato de nunca ter experimentado da fruta e que, possivelmente, meu tempo como gay havia acabado.

Será que sou bi? Creio que não pois, no momento, nenhum corpo masculino tem me chamado a atenção e confesso que, as vezes, a imagem de dois homens se acariciando me enoja. Acho que meu tempo como homossexual acabou, se exauriu, foi uma ilusão por inúmeras questões psicológicas que naturalmente se resolveram com o tempo e, assim, cheguei aqui: novo e heterossexual. A minha evolução pessoal.

Fico até me questionando como será essa vida. Terei que terminar com meu namorado, de uma relação que chegaria em breve aos 3 anos e meio (já não estava obviamente essas grandes coisas) e assumir uma identidade de heterossexual enrustido a princípio porque muita gente irá se decepcionar. Como falar para todos meus amigos gays, de amizades que tenho há mais de 6 anos?! Não sei por onde começar. Me sinto mal e perdido, como se estivesse no armário de novo.

E o pior de tudo é que, agora que eu acordei, me descobri com tesão da esposa de um quase irmão.

E o meu amigo Beto que reapareceu e parece garantir um jantar especial pra gente amanhã, quarta-feira? (Acho que assumirei para ele diretamente, sem delongas, antes que comece a narrar suas histórias que – agora – me soarão indigestas).

Meus pai, então, que praticamente levou uma década para corresponder com tolerância não vai entender mais nada. Como comunicar para alguém com 71 anos que, na realidade, foi apenas uma fase e que hoje me sinto plenamente hétero? Sou uma pessoa de convicções e tenho clareza das minhas certezas. Mas nem sempre as certezas são boas para as pessoas. Puxa vida, voltei para o armário!

As pessoas do meu trabalho, como sou chefe, na realidade não precisam saber desses detalhes íntimos. Posso me preservar por alguns longos meses, não é verdade?

E os “Bloggers” que são três: Fernando Lima, Sammy e P? Foram as três pessoas que me aproximei presencialmente pelo intermédio do MVG e que do nosso encontro até hoje evoluíram em alguns aspectos, uns mais, outros menos, mas todos passos dados foram em relação a suas condições gays? Como anunciar que o “mentor dos primeiros passos” é, na realidade, um hétero?

Essas são as grandes questões da minha vida ex-gay. Será que o Blog poderia se chamar “Minha Vida Ex-Gay” ou “Minha Ex-Vida Gay”? Será que os leitores permitiriam?

Bem, o meu amigo, Marco Feliciano, que indicou o terapeuta e que tem me incentivado bastante, garante que o tal psicólogo me ajudará a chegar a todas as respostas para essas dúvidas. Porque de fato não tenho questionamentos quanto a minha sexualidade. Minha preocupação é como fazer meus amigos e meus pais me aceitarem (de novo)”.

Tenho medo. Medo da rejeição.
Assim, me despeço objetivamente como heterossexual para uma nova jornada.

Partiu para a buceta,

MVG

Boxeador gay diz que assumir lhe fez feliz e livre


Cruz: feliz e livre depois que se assumiu



O boxeador porto-riquenho Orlando Cruz diz que antes de se assumir homossexual para a comunidade esportiva ele tinha medo de alguma reação negativa dos fãs. Aos 32 anos, ele saiu do armário em outubro de 2012. Um ano depois, ele faz um balanço da sua vida ao portal Yahoo Sports. “Eu estava com medo”, diz o atleta sobre a decisão de se assumir.

Ele admite que chegou a procurar uma psicóloga e que ela aconselhou a aceitação. “Desde que fiz o anúncio fui criticado, mas estou feliz. Eu sou livre e estou confortável.” Atualmente, Cruz diz que todos dão apoio. “Quando dou entrevista, gosto de ser respeitado. O legal é que quando entro no ringue, tenho o apoio de um grande número de pessoas da comunidade LGBT, e isso é muito bom.”

Em junho deste ano, Cruz fez parte da primeira turma do National Gay and Lesbian Sporta Hall of Fame dos Estados Unidos, sendo colocado ao lado de campeões esportistas como o tenista Billie Jean King e do mergulhador Greg Louganis, além do jogador de NBA Jason Collins.


Jogo de luta para Nintendo e Xbox terá primeiro lutador assumidamente gay no elenco.



Recentemente o lutador norte-americano de WWE Darren Young assumiu sua homossexualidade ao site de celebridades dos Estados Unidos TMZ. Enquanto desembarcava no aeroporto internacional de Los Angeles, Darren disse ao portal que é gay. Após o outing do atleta, ele disse que tem recebido telefonemas de apoio de nomes famosos incluindo Jason Collins, jogador da NBA que também saiu do armário.

Para completar a felicidade ao se assumir, ele terá um personagem no elenco de lutadores do novo jogo WWE 2k10. Ele será o primeiro atleta assumidamente gay a se assumir na vida real e também a ter um personagem em um jogo para videogame. O jogo será lançado no dia 3 de outubro para Xbox 360 e Playstation 3.

No Twitter, os desenvolvedores do jogo disseram: “gostaríamos de parabenizar Darem pelo corajoso anúncio e dar boas vindas ao elenco de WWE”. Darren está namorando, já há dois anos, com um homem chamado Nick.


Poder� gostar tamb�m de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. A ironia não ficou muito clara nesse primeiro texto, estranho rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Bem, ficou legal o texto, supondo-se da ``cura`` proposto pelo Marco Feliciano. Uma alusão de que a proposta de cura seja real.Enfim , as ordens se invertem e o suposto gay, torna novamente para o armário...rsrsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...