Slide 1 Slide 2 Slide 3

Fugir com o namorado ?



Fala galera!

Hoje a discussão e sobre envolvimento com menores e suas consequências. Lembrando que envolvimento entre adultos e menores podem ser considerado crime dependendo das circunstancias.

Segue o relato do Eduardo.


Meu nome e Eduardo e tenho 25 anos. Fui passar minhas férias no interior e conheci um garoto e nos conversamos, e nos apaixonamos. Estávamos felizes por termos um ao outro.

Mas tem um problema:

Ele tem apenas 15 anos e esta vivendo um momento muito delicado em casa a ponto de me ligar dizendo que fugiria de casa para vim morar comigo, mas os pais dele disseram que caso ele fugisse me denunciaria por pedofilia.

Desde então a família dele me liga fazendo ameaças.
Gosto muito dele e quero viver com ele, más no momento não sei qual e a melhor solução para o nosso problema .


Por isso peço ajuda de vocês.

O que fazer???
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (12) Comente aqui!

12 comentários:

  1. Eduardo obrigado por compartilha o seu problema no blog.Acho que o melhor caminho e você esperar ele completar 18 anos.

    ResponderExcluir
  2. Acho que relacionamentos com adolescentes de 15 anos nunca foi considerado pedofilia pela legislação brasileira, isso talvez possa se enquadrar em outro criterio da legislação , sedução de menores por exemplo mais na pratica acho que essa lei não funciona nesse caso , o problema seria se ele tivesse 14 anos por que no brasil ter relacao sexual com um menor de 14 anos e qualificado estupro estatutario mesmo que o menor tenha consentido a relacao . Meu conselho pra você eduardo e se você gosta mesmo desse garoto procura um advogado e se informe melhor sobe os ricos dessa relacao conte a ele sobre as ameaças dos pais do garoto procure um respaldo juridico! Então tendo conhecimento dos seus direitos e deveres perante a lei tome uma decisão.

    Obs: Procure saber se possivel se o advogado que você for consultar não e homofobico ou catolico ou protestante ou se tem pre conceito ou se discrimina lgbt.s na duvida pesquise e escolha ter uma segunda opiniao sobre o caso consultando outro advogado .

    Gustavo

    ResponderExcluir
  3. Pela lei não seria pedofilia, mas com certeza seria uma dor de cabeça considerável. Levando-se em conta que ele possui apenas 15 anos, é do interior e mora com a família, a melhor coisa a se fazer é dar tempo ao tempo, não adianta agir por impulso e paixão, até por que, ele ainda é bastante novo pra tomar uma decisão destas. Não acha?

    ResponderExcluir
  4. Eduardo, o relacionamento não é crime, vez que ele já atingiu a idade do consentimento, que é de 14 anos. No entanto, o ato de sair da casa dos pais e morar contigo configura uma união estável, coisa que só pode ocorrer após os 18 anos, ou antes disso, com 16 ou 17 com o consentimento dos pais do menor.

    Sem esse consentimento, o menor só poderia se mudar para a sua casa mediante decisão judicial, quando a união está sendo impedida injustamente.

    Se ele sofre com discriminação dentro de casa, pode ser o caso de ingressar em juízo para solicitar um casamento, mas é a única maneira legal, creio, e somente após os 16 anos. Dê uma olhada nos artigos 1.517 e seguintes do Código Civil, e consulte um advogado especialista em causas LGBT.

    Quanto às ameaças da família, não ligue, até aqui você não fez nada errado...

    Felicidades, e boa sorte!

    ResponderExcluir
  5. Procure um advogado e o Conselho Tutelar. E ler um pouco do E.C.A (Estatuto da Criança e do Adolescente).

    Conheço um caso de uma adolescente de 17 anos, onde ela aos 15 anos namorou com o professor e engravidou e tem um bebe lindo, e agora namora outro professor.

    O adolescente completou 15 anos ele ja pode decidir com quem tem um relacionamento afetivo. Mas o problema é que o E.C.A é dubio, Pune e ao mesmo tempo permite. So ficaria mais facil se houvesse o consentimento dos Pais ou emancipação do adolescente.

    ResponderExcluir
  6. Tanta gente de maior por aí... e este cara vai escolher justo um menor. Direitos iguais para héteros e gays: tá errado velho, deixa esta criança em paz e procure alguém da sua idade.

    ResponderExcluir
  7. Não é crime algum. A tipificação penal refere-se apenas ao menor de 14 anos, quando trata do estupro de vulnerável e, frise-se, já vi decisões absolvendo o acusado, quando ficou demonstrado que a "vítima" já havia iniciado sua vida sexual antes da relação, em tese, criminosa.

    E outra, apenas como esclarecimento, não existe crime de pedofilia, este é um termo da psicologia. O que existe é estupro e estupro de vulnerável.

    Quanto à emancipação sugerida em outro comentário, só será possível a partir dos 16 anos.

    Acho que no caso em tela, deve-se ter muita cautela. Não do ponto de vista jurídico, e sim pelo fato de envolver família, e um adolescente. É fase de mudanças e instabilidade.

    Espero ter contribuído.

    Abraços e que tudo termine bem.

    Lucas.

    ResponderExcluir
  8. Enquanto a rapaz não completar seus 18 anos sera considerado pedofilia se houver alguma denuncia, por parte dos responsaveis pelo menor, mesmo que o adolescente negue qualquer molestaçao. E´uma situação bastante difícil em que vc não poderá provocar qualquer prova que os pais do adolescente possam fazer uma denuncia. Neste caso, em que o amor de ambos sejam fortes, leve essa relação como uma amizade sem envolvimento sexual, ate que ele tenha a idade da maioridade. Tenha cuidado com bilhetes ou telefonemas gravados que possam ser utilizados como prova.

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que o melhor é recorrer a um advogado para saber quais providências tomar,quais conseqüência você terá...eu tinha 16 anos quando comecei a namorar com meu amor,ele tinha 24 anos na época...hoje eu tenho 19 e ele 27...e quanto ao 6º comentário,não existe idade para se apaixonar,tá,assim como ele poderia ter se apaixonado por uma velho,pode se apaixonar sim por um novinho...não escolhemos por quem se apaixonar,o amor e a paixão pode vir por ualquer pessoa...seja ela bonita,feia,tenha vícios,não tenha,enfim...

    ResponderExcluir
  10. sei como se sente pois a familia do meu ex-namorado não aceitava a nossa relação.
    eu me esforçei para ser uma boa pessoa aos olhos da minha sogra e amei de todo coração eu amei tanto que daria a vida por ele mas no meu caso não foi possivel o relacionamento continuar faz quatro dias que ele me pediu pra terminar.
    mas não é isso que me corroe por dentro, o que me corroe é ter ouvido dele um pedido pra não aparecer de surpresa na casa dele, pra mim é como se depois de tres anos ele não me conhecesse.
    mas não vá se precipitar não o rapaz é novo vc tem de dar tempo pra ele completar 18 anos é dificil mas se vcs se amam é possivel.
    talves eu tenha me percipitado e por iso as coisas se complicaram eu tinha pedido pro rapaz se casar comigo acho que fiz isso cedo demais pois depois de um tempo ele pediu o termino e disse que não me amava mais.

    ResponderExcluir
  11. Outro dia vi uma reportagem sobre um rapaz de 25 anos que foi pego numa armadilha feita pela mãe e o tio de um adolescente de 15 anos. O rapaz foi agredido em praça pública e preso como sendo um pedófilo. Será que é o mesmo caso??? Dêem uma olhada:

    http://www.paramocinhos.com.br/2014/04/jovem-de-23-anos-e-espancado-e-preso.html?m=1

    ResponderExcluir
  12. Quando somos adolescentes, as paixoes e amores sao fortes e parecem q vao durar pra sempre ou q nunca vao acontecer. Eu acho q, para evitar ter uma dor de cabeça, espere ele completar 18 anos. Assim vc tambem descobre se isso nao eh apenas uma paixonite de adolescente, como é na maioria das vezes. Vc pode acabar se dedicando totalmente a ele, se arriscando por ele, e quando menos esperar, tomar um fora, ou um "nao te amo mais". Cabeça de adolescente ta sempre mudando. Claro, ha sempre excessoes, mas na duvida, o q vc prefere? Esperar um pouco e ter uma relaçao q vai durar muito mais OU se jogar de cabeça para q amanha ele nem te olhe na cara mais?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...