Slide 1 Slide 2 Slide 3

Armário-semi aberto




Oi Pessoal tudo bem?

O relato de hoje foi enviado por Juliano um gaúcho de 17 anos que esta sofrendo bulling e esta muito angustiado e tem medo de fazer alguma besteira (quase fez!).

“Já estou no limite e tenho receio de fazer uma merda, pois nunca fui de levar desaforo para casa”.


O titulo sugerido:

Armário-semi aberto 



Olá pessoal. Tudo bem? Chamo-me Juliano. Tenho 17 anos e sou do Rio Grande do Sul.

Bem...  Vamos ao meu drama (que acredito, seja o mesmo de muitos como eu):


Nessa idade, eu penso muito em sexo. 

E sempre fico navegando nas salas de bate papo. E... Sim, tive sim alguns encontros. Uns... Foram frustrantes. Mas a grande maioria reservou bons momentos. Mas isso, não vem ao caso. O que importa é que...

Bem: Conheci um sujeito na sala de bate e marcamos de nos encontrar num motel. E... Quando estávamos saindo, fui visto por um conhecido que trabalhava na faxina (que deve ter me visto nas outras vezes). Então, virei o meu rosto para evitar que ele me reconhecesse. 

Passado alguns dias (e andando pelo meu bairro) notava uns olhares estranhos e risinhos de algumas pessoas em direção a minha pessoa. Ate que um dia ouvi uma garota falando baixinho:

"-É... quem diria que ele gosta de dar o rabo".

Tentei me aproximar dela, mas... Ela entrou pra dentro de casa. E foi aí que percebi que os
olhares e risinhos eram porque o sujeito que me viu no motel com outro homem deve ter dado com a língua nos dentes.


E a situação só tem piorado,a ponto de me chamarem de "veadinho" e coisas do gênero.que quase abusei  de um sujeito por causa disso.

Já estou no limite e tenho receio de fazer uma merda, pois nunca fui de levar desaforo para casa.

Enfim, queria muito conselho de vocês de como lidar com essa situação. Um amigo me disse que a melhor solução seria "sair do armário”, já que o armário esta semi-aberto e isso me torna vulnerável a este tipo de coisa.

O que fazer nessa situação?

Assim terminar o relato do Juliano, mas como tem um trecho no relato em que ele diz:

 “Que quase abusei de um sujeito por causa disso.”

Pedi que ele falasse sobre esse fato, Já que esta relacionado ao problema que esta passando. 


Segue a segunda parte





Já estava de cabeça quente devido a um problema no trabalho e me chega um infeliz ( meio bêbado) que me chama de viado e diz que iria fazer eu fazer sexo oral com ele.

Já estava puto da vida com o trabalho e... Resolvi dar uma lição nesse sujeito. Levei-o até uma trilha num matagal próximo e perguntei se ele realmente queria transar comigo

Ele disse que "sim".

Então falei: "Tem certeza?" Ele respondeu que "sim".

OK: Chegando ao local, mandei-o abaixar o short.

Sinceramente, pensava apenas em dar um susto nele. Mas ele me chamava de viadinho e isso me deixava irritado.
Bem... Ele tirou o short e ficou se masturbando. E pediu para que eu fizesse o mesmo.
Então abaixei o short, e pedir pra ele virar de costas pra mim.

Foi quando ele arregalou os olhos e gritou:
"Porra! O viado aqui é você!"

O SANGUE subiu a cabeça e derrubei-o no chão. O segurei e disse a ele "agora você vai ver quem e o viadinho.O sujeito começou a se debater e me xingar. Mas como estava meio embriagado (e era bem mais fraco). não conseguia sair daquela situação.

Gente! Por pouco não fiz uma merda e... Ainda bem que voltei a si. 

Levantei e apenas disse a ele:

"Olha cara.... Eu sou gay, Mas sou ativo! Avisa aqueles babacas que ficam mexendo comigo que se quiserem me dar o rabo eu comerei com uma boa vontade! Só não comi o seu porque você esta bêbado"!

Fui-me embora e o cara ficou gritando que quando me encontrasse iria me enfiar a porrada

Sinceramente a minha intenção era unicamente de dar um susto nele e não chegar a essa situação.
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (7) Comente aqui!

7 comentários:

  1. Só quero fazer um rápido comentário, através das considerações que observo do seu relato. Ser gay e considerar-se ativo, em suma, não te faz melhor nem pior; mais gay ou menos gay. Percebo nitidamente que a sua intenção de dar o "susto" nesse sujeito e o mandar avisar aos outros que você é "ativo e vai comer todos" é para não te deixar tão "diminuído". Você pode não concordar ou não perceber, mas parte desse problema está sua falta de auto-aceitação e conceitos errôneos.

    Infelizmente, muitos gays perdem o respeito pelo próprio corpo e se entregam ao sexo casual como se fossem animais. Isso reflete tão somente o desrespeito com si mesmo (por inconscientemente se julgarem "sujos"). Reavalie melhor suas escolhas.

    Você tem 17 anos e está com os hormônios à flor da pele, mas não coloque sua segurança e respeito em risco por conta disso. Você pode ser feliz e deve ser feliz, mas com dignidade.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. ain meus deus só tem contos nesses relatos.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E verdade? Vários amigos meus já passaram por esse tipo de situação e só melhorou quando resolveram enfrentar o problema de frente e impor respeito.

      Violência só vai gerar mais violência.

      Anônimo que bom que você nunca passou ou presenciou algo assim.

      http://www.boysvirgin.com./

      Excluir
  3. questão não é essa , é tipo vocês montam uma historinha para dizer sobre fatos reais tudo bem ,mais isso não tem nexo o jeito que é falada e os acontecimentos não parecem cem porcento natural e eu nunca passei por isso e nunca vi , quer dizer que ele ia estrupa o outro cara kkkk, e tipo todo mundo acha que homofóbicos querem no fundo também serem assim olha se enganam pode sim uma parte deles ter isso enrustido dentro deles mais muitos não tem essa vontade e sim aquela visão de nojo de indiferença uma maldade como se vissem nisso uma anomalia e não querem ficar com outros caras isso é fato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja ouviu aquele ditado: Cu de bêbado não tem dono.kkkkk

      Falando serio:

      Juliano: Precisa ter calma, colocar a cabeça no lugar. Violência não vai leva a lugar algum e não precisa se sentir culpado com a situação que ocorreu com sujeito (merecidíssma por sinal!). Foi apenas uma brincadeira que fugiu do controle.
      Recomendo que ignore por completo essas pessoas e vive a sua vida com respeito e dignidade.
      Um abraço

      Excluir
  4. Apaixonei pelo meu amigo de infancia hetero o qual descobrimos juntos o sexo.: http://acordeviver.blogspot.com/2014/07/conto-apaixonei-pelo-meu-amigo-de.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...