quarta-feira, agosto 20, 2014

CONTOS DO LEITOR


O faxineiro me fudeu no banheiro






Sei que muitos contos desse site são falsos, mas esse que vou relatar realmente aconteceu comigo. Não vou por meu nome real aqui, mas vou me chamar de Thiago. Moro em fortaleza, tenho 19 anos atualmente, 1,74m, 65kg, sou moreno claro com cabelos e olhos bem escuros e aparento ser mais novo do que realmente sou.


Há um certo tempo, precisei fazer um exame de sangue de rotina que meu médico receitou, e então fui no laboratório onde geralmente faço exames de sangue. Lá esperei ser chamado na recepção e depois de ser atendido fui para a sala ao lado esperar ser chamado para que coletassem meu sangue.


Nessa outra sala havia um faxineiro limpando o local. Apesar dele não ser muito bonito ele logo chamou minha atenção. Ele era mais baixo do que eu, bem moreno, aparentava ter por volta de 31 anos e dava para notar que era um pouco definido. Fiquei olhando direto para ele e acho que ele percebeu, pois também dava suas olhadas para mim. Ele então olhava para mim de vez em quando e coçava o saco e via que eu estava olhando para lá. Eu não parava de imaginar o pau daquele homem que eu nunca tinha visto na vida.



Fui chamado para que tirassem meu sangue, mas depois precisei voltar para a recepção, pois havia dado um problema com a autorização do plano de saúde. Enquanto a recepcionista tentava resolver eu o via me olhando de longe da outra sala casualmente pegando no pau. Quando a atendente disse que eu precisava resolver o problema do plano, que era em um prédio ao lado, eu perguntei onde era o banheiro e fui na esperança de cruzar com o faxineiro.


Ele estava na porta do banheiro e quando eu fui entrar ele disse que estava ocupado e que eu usasse uma sala que era mais a dentro da clínica que tava limpo. Quando me dirigia para essa sala uma mulher da clínica me abordou e perguntou onde eu estava indo, falei que estava indo ao banheiro e ela disse que não era por lá e me apontou o banheiro. Como o banheiro da clínica era individual não podia fazer o que eu queria com o faxineiro lá. Mas ele na porta disse que havia um supermercado próximo que era tranquilo e que eu encontrasse ele lá em 15 minutos.


Nesse meio tempo resolvi o problema do plano e fui encontrá-lo. O vi no caminho do supermercado e ambos entramos no banheiro. Fomos para a cabine de deficiente. Ele foi logo botando o pau pra fora e eu caí de boca. O pau dele não era como eu imaginava, era pequeno e devia ter por volta de 15 a 16 cm. Mas desse tamanho eu consegui engolir ele todo e chupar bem. Ele não deixou eu chupar muito, foi logo me botando de pé com a bunda virada para ele inclinado para a parede, botou a camisinha que eu tinha dado pra ele e meteu no meu cu de uma vez. Como o pau dele não era muito grande não teve problema, mas ele me fodia forte e eu tentava não gemer. Ele gozou rápido desse jeito, confesso que fiquei decepcionado. Assim que gozou ele tirou a camisinha, jogou no vaso, subiu as calças que tinha descido apenas até o joelho e foi embora sem dizer nada me deixando lá. Quando ele saiu eu me limpei com o papel higiênico e peguei o ônibus pra casa ainda morrendo de tesão porque eu não tinha gozado.



Espero que gostem, isso realmente aconteceu comigo.




Um comentário:

  1. Tb moro em Fortaleza... passa aí o nome do laboratório...dante-sozinho@hotmail.com

    ResponderExcluir