quarta-feira, setembro 10, 2014

CONTOS DO LEITOR


Sexo, Tesão e Prazer



Olá leitores, hoje vou relatar a você uma história verídica, onde os nome citados serão fictícios. Este fato aconteceu em Junho de 2012, na casa de um amigo, que aqui chamarei de Roni, seus pais viajaram e ele ficou sozinho em casa. Então em uma certa tarde ele me ligou me convidando para ir a uma festa que rolaria muita putaria com caras entre 15 a 28 anos, e eu, como era bem maluquinho na época, aceitei.

No dia marcado, sai de casa escondido de minha mãe, que já estava dormindo, meu padrasto na época trabalhava a noite, coisa que me deixava com o caminho mais livre.

Chegando na casa do Roni, entrei e, logo percebi que seria uma festa e tanto por causa da decoração do lugar. O Roni tem uma boa grana, mas não é do tipo riquinho que se faz de cú doce (rsrs).

Enquanto o Roni terminava de arrumar os últimos preparativos para a festa, fiquei encarregando de receber os convidados. E aos poucos começaram a chegar, todos boa pinta. Cumprimentava cada um que chegava e notei que alguns ficaram de olho em mim. Quando todos chegaram, o Roni me apresentou a alguns de seus convidados e aproveitei para tirar um pouco da casquinha deles (rsrs). Depois fui beber um pouco. E quando dei por mim, vi que já tinha homens dançando e outros na maior pegação.

Eu estava próximo a mesa de bebidas, quando percebi que tinha um homem que fazia sinal me chamando até ele, eu então fui ao seu encontro. Afinal, o motivo de eu ter ido a essa festa era para curtir muito, e aquele cara seria perfeito para começar toda essa curtição. O tal homem aparentava ter mais ou menos 1,80 de altura, seus olhos eram claros, devia ter no mínimo uns 25 anos e pelo poste físico, deduzi que ele sempre frequentava academia. Então me aproximei, o cumprimentei e conversamos um pouco.


Eu: - Olá, tudo bem? Vi você fazendo sinal para mim e imaginei que você estava desejando alguma coisa – falei me fazendo de desentendido.
Ele: - Está tudo bem. E estou desejando uma coisa sim, mas não sei exatamente se você irá me ajudar. – falou em um tom malicioso.

Só o olhei de cima a baixo com um sorriso safado e quando vi o volume no meio das suas pernas, sem querer, mordi meus lábios e ele logicamente que percebeu.
Ele: - Pela sua cara, você gostou né? – falou, voltando minha atenção a seu rosto.

Fiquei sem saber o que dizer e acho que acabei ficando vermelho na hora (rsrs).

Ele riu e continuou: - Desde que cheguei e te cumprimentei fiquei de olho em você! – falou mais próximo de mim.
Eu: - Você me chamou atenção também. – falei dando um sorriso.

Nisso ele me puxou para perto e me beijou, fiquei sem ação, mas me entreguei a aquele beijo gostoso que estava recebendo. Quando paramos de nos beijar, percebemos que ambos já estavam excitados, ele me beijou novamente e eu fui tirando sua roupa pouco a pouco, deixei-o apenas de cueca, e vi mais de perto o grande volume que tinha dentro dela, coisa que me deixou mais excitado ainda.




Ele me deitou em um sofá e começou a me despir, passando a língua pelo meu corpo, me fazendo ir a loucura. Depois de estarmos despidos, eu deitei o tal homem, que até então eu nem sabia o nome no sofá, fui descendo, chupando seu peito, sua barriga, até chegar em seu pau, que ele disse ter 20 cm, era bem grosso e reto.
Ele: - Garoto você chupa muito bem, e desbanca muita gente nisso. – falou com uma cara de safado.




Ouvindo isso, o chupei ainda melhor. E enquanto eu ainda o chupava outros homens ficaram de olho naquela cena, então os chamei para perto da gente. Eles se aproximaram e logo um foi dando na boca o pau para o homem que eu estava em cima e outro foi para trás de mim chupar meu cuzinho. Quando olho para o lado vejo outro homem nos olhando, parecendo querer participar daquilo, eu vendo isso fui até ele, o puxei e fomos para o chão mesmo, comecei lhe beijando e fui logo lhe chupando, o outro cara que estava chupando meu cuzinho antes, viu e veio continuar o que começou.

Nessa altura nem imaginava as surpresas que iriam acontecer ainda naquela noite e sabia que aquilo só era o começo.

Ali mesmo no chão começamos, nós três, a fazer um trenzinho. Alternamos várias vezes as posições, durante mais ou menos uns 30mim. Depois cada um foi para um lado, e eu não satisfeito queria mais.

De longe observei que o Roni estava transando com um negão, fui até eles e comecei a chupar o Roni enquanto o negão lhe comia. O negão ficou louco com a cena e metia cada vez mais forte no Roni, o que fez com que gozassem no mesmo momento, sendo que o Roni gozou na minha boca.

Fui a cozinha me limpar e nem tinha percebido que um cara veio atrás de mim. Mal eu limpei minha boca, o cara me pegou e lascou um beijo daqueles, e assim, na cozinha mesmo, se iniciou mais uma transa. Fizemos 69, 71, frango assado, 4, 11, e várias outras posições que vocês podem imaginar. Quando terminamos fui para a sala beber um pouco, então, comecei a lembrar do cara do começo da festa, e fui procura-lo, quando o encontrei, ele estava comendo um carinha.
Eu: - Ei, quero transar com você, vamos? – falei em seu ouvido.

Quando o cara ouviu aquilo, ele largou no mesmo instante o carinha que estava comendo, e já veio me pegando, me beijando, me encostou na parede.
E disse: - Toma o que você queria safadinho.

Então ele começou a meter em mim em um vai e vem gostoso. Eu estava indo ao delírio, quando então ele me segurou e me deitou no chão, me colocando na posição de frango assado.
Ele: - Nossa, você tem cara de ser novinho e já é tão gostoso assim?! – falou olhando em meus olhos.

Eu não falei nada, apenas o puxei e lhe dei um beijão enquanto ele continuava a meter freneticamente em mim.
Quando ele estava prestes a gozar, me fez um pedido.
Ele: Deixa eu gozar na tua boca safadinho gostoso?

Nem pensei direito e já fui esperando receber leitinho quente na boca. Nossa, ele deu vários jatos de porra na minha boca e quando terminou me certifiquei de não estragar nenhuma gota daquele néctar saboroso.

Quando terminei aquela foda gostosa, fui até o Roni e lhe pedi emprestado uma toalha para eu ir tomar um banho, ele me disse para eu ir eu até seu quarto e pegar uma em seu guarda-roupa. Enquanto eu tomava banho me lembrava de tudo, cada beijo, cada foda e troca de palavras. Depois que terminei o banho, me enxuguei e quando sai do banheiro me deparo com o tal homem do começo da festa, tomei um susto daqueles, ele veio com um papo que gostou de mim e que me queria para ele.
Eu: - Cara, nem te conheço direito, nem teu nome eu sei. O que tivemos só foi sexo, tesão e prazer, e você vem com esse papinho molhe para o meu lado?! - Falei indo em direção a porta do quarto.




E quando ia saindo ele me puxou e me deu um beijão, me pegando em seus braços e me deitando na cama do Roni, e mais uma transa gostosa fizemos. Quando terminamos ele me deu seu cartão, e me fez prometer que iria ligar para ele. Depois nos beijamos e sai à procura das minhas roupas que estavam espalhadas pela sala. Quando as encontrei, fui tomar outro banho. Logo após de me vesti, fui a procura do Roni.

Quando o encontrei lhe falei: - Mano já vou indo, obrigado por ter me convidado para a sua festinha, foi demais.

Ele então olhou no relógio e viu que já era bem tarde, e me perguntou: - Robeert como você vai para casa a essa hora?
Eu: Vou pegar um taxi.
Roni: Não, está muito tarde, espera ai que vou falar com um amigo para te levar.

Eu pensei um pouco e resolvi aceitar ou então teria que andar a alguns metros dali atrás de taxi, e correr o risco de ser assaltado ou sei lá o que. Então fiquei a sua espera, quando o vejo se aproximando de mim com o cara do começo da festa, fiquei meio apreensivo, mas deixei o momento rolar, pois não tinha uma opção melhor.

Roni: Alexandre (então esse era o nome do cara do começo da festa) esse é o Robeert, acho que nem é necessário essa apresentação, mas enfim, por favor, leve em segurança meu amigo para casa dele por favor.
Alexandre: Claro Roni, com maior prazer.

Despedi-me do Roni novamente e fui para fora esperar o Alexandre pegar seu carro. E fiquei pensando no que poderia acontecer no caminho.

Quando vi o carro do Alexandre percebi que ele devia ser cheio da grana. Então entrei no carro e ele deu um sorriso como se tivesse ganhado um prêmio.
Alexandre: - Podemos ir? Onde você mora? Perguntou ele atenciosamente.

Eu respondi a ele que era só seguir minhas instruções que logo chegaríamos na minha casa. Depois de dadas as instruções, fiquei calado e o Alexandre querendo quebrar o gelo tentou falar comigo, mas eu quase nem falava nada. Então ele parou o carro, na hora gelei, pois estava andando com uma pessoa que eu mal conhecia.

Alexandre: - Por que está me tratando assim? Eu estou aqui lhe fazendo um favor e já te disse que queria ter um lance sério contigo, e vejo que você parece nem tá ligando para mim e para o que eu falo.




Eu olhei fixamente em seus olhos e ele me puxou para perto e me beijou. Correspondi a seu beijo, foi algo intenso naquele momento, não sei como explicar. Então ele estacionou o carro e fomos para parte de trás e começamos mais uma transa. Parecíamos insaciáveis. Transamos tão gostoso. Adorei o trato que ele me deu. Depois descansamos um pouco, lembrei da hora, me vesti depressa e pedi a ele que me levasse logo até minha casa. Ele me deixou perto de casa e nos despedimos com um beijo bem demorado.




Cheguei em casa e entrei bem devagarinho para não fazer barulho, troquei minha roupa e fui me deitar, olhei no relógio já passava das 4:30 da manhã, sendo que eu teria que me acordar cedo, pois teria que ir para a escola. E foi dito e feito, quando deu umas 5:30 da manhã minha mãe veio me acorda, dizendo para eu cuidar de me arrumar. Me levantei e comecei a lembrar do que tinha me acontecido. Cada beijo, cada toque em meu corpo, cada chupada, aquele vai e vem frenético. Uiii, foi com toda certeza a melhor orgia em que eu participei. Depois disso tudo não tive contato com o Alexandre e acho que foi melhor assim. Mas sei que assim como eu, a onde ele estiver, ainda lembra dos momentos de sexo, tesão e prazer que desfrutamos juntos.


Fim!


Um comentário:

  1. Oi meu cuzinho ta qrendo uma pica gostosa qro chupar.é. Goza com uma pica no cuzinho.adoro leitinho na boca😋

    ResponderExcluir