sexta-feira, setembro 26, 2014

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Dilmá




E a direção de campanha da presidente Dilma, candidata à reeleição, não lançou o programa voltado à comunidade LGBT como havia prometido para o último dia 20. O motivo é a melhora da candidata nas pesquisas de segundo turno, quando devem ser lançadas as propostas da candidata, se assim precisar. A seccional LGBT do partido ficou em parte satisfeita com as manifestações públicas da candidata à favor da criminalização da homofobia e ao casamento gay. Mas assinar em baixo... nada...

Como o governo Dilma barrou o Escola sem Homofobia, mandou por na gaveta o PLC 122 e a presidente chegou a dizer que "seu governo não fazia propaganda de opções sexuais", tem que ser muito petista para acreditar na candidata. E se a militância do PT sonha que virá no segundo turno tal compromisso, deixa sonharem. Afinal, no histórico de Dilma está usar os LGBTs e seus direitos como moeda de troca em barganha com a bancada evangélica.

Por outro lado, a reviravolta se deu depois que Dilma vez uso do discurso gay para contrastar com Marina quando ela recebeu apoio do setor conservador religioso e retirou propostas para a comunidade LGBT.

Marina em Floripa




A candidata Marina Silva (PSB), foi alvo de um forte protesto em Florianópolis nesta terça-feira, onde foi rapidamente para inauguração de seu comitê, a Casa da Marina. Estudantes e jovens socialistas criticaram a candidata por se alinhar com o candidato ao Senado, Paulo Bornhausen (PSB), símbolo da continuidade do poder no Estado e do fisiologismo político.

Mas a maior parte dos protestos foi contra o cancelamento do Plano LGBT da presidenciável e a defesa do Estado Laico. Com cartazes “Mais amor, menos Marina”, e questionamentos dos apoios de pastores como Marco Feliciano e Silas Malafaia, alguns manifestantes protagonizaram ainda um beijaço. A candidata não comentou os protestos.


Ex ator pornô gay que virou evangélico diz que o diabo nasce do ânus dos homossexuais.




Joseph Sciambra, ator pornô gay nos anos 90 e que virou evangélico, lançou na semana passada mais um vídeo de depoimentos sobre sua conversão religiosa e afirma que os gays dão a luz a demônios quando fazem sexo anal.  Ele escreve o blog "Como Nosso Senhor Jesus Cristo me salvou da homossexualidade, pornografia e ocultismo" e é bem enfático.

De forma bizarra, ele conta que precisou ter seu ânus costurado por conta dos dados causados ao seu reto pelo sexo anal. “Quando eu saí da pornografia, comecei a ter problemas imediatamente. Cerca de dois anos depois, eu tive uma cirurgia, foi horrível, eu tive que ter meu esfíncter quase costurado até fechar", diz o homem que ressalta que o ânus não foi feito para sexo.

Depois de participar de surubas, sessões de sadomasoquismo e até fisting (penetração anal com a mão), agora religioso, o homem afirmou "Eu vou falar sobre o diabo e porque ele adora sexo anal. O sexo anal libera no mundo entidades demoníacas raras que, no corpo, podem ser serem concebidas e elas nascem do ânus”, afirmou o homem que afirmou que a indústria pornô tem uma sombra escura. "O sexo anal pode criar dano espiritual e mental. Eu acredito que ele cria uma porta literalmente para o demônio, o sobrenatural ", afirma o homem.




Bissexuais são mais vulneráveis ao preconceito e ao suicídio do que gays e lésbicas.




A novela Império, das 21h da Rede Globo, abriu uma nova discussão importante acerca dos homens bissexuais e a polêmica promete ser grande já que o grupo é mal compreendido socialmente. Por conta disso, uma estimativa divulgada esta semana pelo Movement Advancement Project e os grupos Bi Resource Center e BiNet USA durante a Semana de Defesa dos Bissexuais.
 
Os bissexuais são vulneráveis às questões econômicas e psicológicas, as vezes mais do que gays e lésbicas, apontou o grupo com base em estudos que apontam que 25% dos homens bissexuais vivem na pobreza, enquanto as mulheres chegam a 30% essa população vulnerável.  Já entre gays e lésbicas esses números estão na cada dos 20% e 23%.  O grupo aponta ainda que bissexuais compõem 52% do grupo LGBT apesar de serem praticamente invisíveis dentro deste grupo.
 
O motivo para tamanha marginalidade é que o desejo por ambos os sexos não é bem visto nem por heterossexuais e nem pelos gays. Piadas e comentários baseados nos mitos e estereótipos sobre o tema. Três a cada cinco bissexuais reportam ter ouvido piadas ou críticas sobre sua sexualidade. O ambiente de trabalho é considerado mais hostil, bem como em casa. Ineke Mushovic, diretora do Movement Advancement Project, afirma que esses problemas colaboram para que os bissexuais não atinjam a plenitude em suas vidas e projetos. “A falta de consideração pela vida e experiências dos bissexuais agrava com a falta de apoio social e mantém as pessoas bissexuais no armário", pondera a militante.
 
Por isso os bissexuais saem menos do armário, tentem mais ao suicídio, e a uma vida dupla que gasta mais energia. mais dinheiro, gera mais estresse e comumente não se desenvolve em diversos aspectos sociais.


“Vão para casa viados”: Casamento na Califórnia termina com gritos de insulto de vizinho do local da cerimônia




“Vão para casa viados”,essa foi frase ouvida no momento do "sim" pelos convidados do casamento de Oscar De Las Salas e Gary Jackson, do Arizona, que escolheram o belo Centennial Park, em Cororado, próximo a San Diego, na Califórnia, para celebrarem a união de 7 anos dos empresários no último dia 17. O casal escolheu o local pela beleza e tradição e mais de 30 convidados foram à cerimônia ao ar livre, inclusive uma deputada amiga do casal. Assim que os noivos apareceram no tapete vermelho, gritos puderam ser ouvidos vindos de prédios da região de luxo. 
 
O casal contou à rede ABC que ficou com medo de que houvesse tiros e orou. “Essa pessoa levou de mim, do meu esposo, dos meus convidados um momento de alegria, um simples momento de alegria. É triste que isso agora fará parte do resto de nossas vidas no dia de nosso casamento. Essa pessoa levou um pedaço do que deveria ter sido um dia lindo e transformou-o em algo desagradável e cheio de ódio.”, desabafou Jackson. Os gritos que variavam em insultos mas eram feitos seguidamente podem ser ouvidos na gravação em vídeo do dia especial. O caso foi noticiado em toda a mídia americana e os dois receberam apoio de diversas personalidades. A polícia ainda não conseguiu localizar o homem que atrapalhou a cerimônia.


"Quem não é homofóbico tem vontade de dar!" diz famoso apresentador baiano que depois pediu desculpas




Na terça-feira da semana passada, o radialista e apresentador baiano Raimundo Varela, da Rádio Sociedade, ao ser convidado por um ouvinte, convite lido por um colega de bancada, para a 13ª Parada Gay da Bahia, que ocorreu no domingo  passado, disparou no ar em seu programa: "Quem mandou o convite mande pra sua mãe!... Quem não é homofóbico tem vontade de dar!". A declaração já rendeu uma queixa na Defensoria Pública da Bahia por parte do GGB , o famoso Grupo Gay da Bahia, grupo gay mais antigo em atividade no país.

O radialista que também é apresentador do programa o "Balanço Geral - Manhã" na Record Bahia nega que tenha sido homofóbico. O comentário infeliz foi visto como "ou você é homofóbico ou você é gay". A mesma justificativa de muitos assassinos homofóbicos ou pais intolerantes, que vêem com como ameaça a sexualidade alheia.

O radialista que é um dos principais e mais populares profissionais da região, pressionado, se justificou e pediu desculpas no dia seguinte na TV durante quatro minutos e afirmou que a "brincadeira" foi mal interpretada e que apoia as reivindicações da comunidade gay, e disse não partilhar das críticas e preconceitos que atingem a comunidade. Em entrevistas, afirmou que só não vai ao evento por questões de saúde e prometeu ir na coletiva de imprensa do evento mas não apareceu. A rádio também se manifestou e afirmou discordar da afirmação do profissional. A queixa segue adiante no Ministério Público da Bahia.


Dois crimes bárbaros




Gay de 51 anos é assassinado em Uberlândia, e jovem de 15 é encontrado morto em Fortaleza.




Sérgio Ricardo Chadu, de 51 anos, é mais uma vítima da violência homofóbica no Brasil. Ele, homossexual assumido, foi assassinado a tijoladas no domingo (21) em um beco da Avenida Belo Horizonte, na região central de Uberlândia.

De acordo com reportagem do SBT local, ele foi encontrado pela polícia militar depois que moradores escutaram os gritos de Sérgio e os barulhos das agressões que ele sofreu.

A vítima, que era funcionário público, teve esmagamento do crânio com exposição de massa encefálica. Ao lado do corpo, estavam alguns pertences como anel, relógio e um controle com chave.

A polícia cogita latrocínio, que é roubo seguido de morte, por não encontrar a carteira e nem a documentação da vítima. Mas amigos acreditam que o crime seja motivado por homofobia.

Na noite do crime, Sérgio foi visto na companhia de um homem alto, moreno claro e magro.

OUTRO CRIME


Desaparecido há dois dias, o adolescente Alisson Silva Lima Bezerra, de 15 anos, foi encontrado morto na última quinta-feira (18) em um rio no Conjunto Arvoredo, no bairro José Walter, em Fortaleza.

Ele foi assassinado com golpes de facão. A polícia suspeita que o crime seja motivado por homofobia.

Até o momento, 216 assassinatos de LGBTs ocorreram no Brasil somente em 2014.

3 comentários:

  1. Ex ator pornô gay que virou evangélico diz que o diabo nasce do ânus dos homossexuais



    Faz fisting depois não quer usar fralda! .... Ai só costurando o edi mesmo! Sua loca! rsrsrs!

    ResponderExcluir
  2. Boa ... Essa foi melhor que *porta dos fundos* kkkk

    ResponderExcluir
  3. O ``diabo `` devia ser muito gostoso para deixar entrar fundo adentro...OOOO miseria !

    ResponderExcluir