Slide 1 Slide 2 Slide 3

O preço da mascara?



O relato que segue e um dilema que muitos aqui viveram e vivem ainda sobre a questão da sexualidade. Gostaria da ajuda de vocês para ajudar o nosso amigo  de 15 anos em suas duvidas que são bem pertinentes para a sua idade.

"Eu quero ter relações sexuais com homens - o meu corpo, a minha mente pede isso! E, será que o que eu passo aflige a alguns de vocês? "

O texto sugerido por ele:


O preço da mascara ?


Olá a todos. Tudo bem?

Bem.Vou me apresentar... Sou um rapaz de 15 anos, e... Descobri o conteúdo deste blog através de pesquisas na Internet.

Bem. Eu acredito que eu possa ser um rapaz homossexual. Ninguém da minha família ou amigos sabem disso, mas Estou com medo e receio da "verdade" causar inúmeros problemas.

Tenho sim alguns amigos que... Poderiam até receber esta "notícia" na teoria.

Mas na prática,sim: Estou com medo. Tenho poucos amigos. E acredito que se eu contasse esta "novidade" para eles, eles poderiam deixar de ser meus amigos na hora! 

Na minha família, bem: Eu acredito que ela poderia aceitar esta nova condição da minha parte. Mas eu sou muito tímido, e sim: EU ME IMPORTO com o que falam daqueles que - de uma hora para outra - nunca "saem do armário" (mas de repente saem, causando polêmica e preconceito).

Acredito que tanto as mulheres (quanto os homens) gostam de mim. Mas creio... Eu juro que não foi uma decisão "do nada"! desde aos 13 idade, eu tentava gostar tanto de meninas quanto de meninos. Mas via que os garotos, me atraiam.  

Ver uma foto de uma garota nua (para mim), não quer dizer nada: Não me excito, não me masturbo... Nada! Mas se eu ver fotos de homens nus... Em dois segundos o meu pau já fica duro! 

As vezes até penso em transar com uma garota. Eu gostaria sim, de ter uma "vida heterossexual" junto a esta sociedade. Mas não sei se esta "máscara" duraria por muito tempo. 

Eu quero ter relações sexuais com homens - o meu corpo, a minha mente pede isso! E, será que o que eu passo aflige a alguns de vocês? 

Grato pela ajuda!...

Se você tem uma duvida ou um problema e quer a opinião dos visitantes do blog? Escreva pra mim e em breve seu relato sera  publicado no blog.

 Goldemboyz@gmail.com
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (5) Comente aqui!

5 comentários:

  1. Sair do Armário , é um assunto bem complicado, principalmente na adolescência, penso que não exista nenhuma obrigação de falar para as pessoas sobre nossa "Orientação" sexual, acredito que seja algo muito particular, mas se um dia você chega em casa com o namorado pode causar muitos constrangimentos, por isso, é fundamental preparar o caminho, sendo assim, falar com os familiares seria o primeiro ponto para um jovem gay, mas mesmo assim é preferível esperar o momento certo, que depende de sua segurança sobre as consequências diretas e indiretas sobre esta atitude."Sair do Armário" não é tão simples assim, nossos pais tem planos e sonhos para nós, e no primeiro momento cai tudo por terra e é preciso pontuar tudo isto com eles, mostrar que a vida de cada um segue um rumo que pode muitas vezes não ser o que a "sociedade" deseja mas mesmo assim não quer dizer que seja algo ruim, só é diferente.Um outro ponto são os amigos, os verdadeiros sempre estará ao seu lado, mas prepare-se para novos amigos pois os antigos pouco a pouco se distanciam, algo muito comum, são raras as exceções.Enfim mudanças geram mudanças e a vida segue apresentando suas surpresas , que em dados momentos são boas em outras são ruins , mas como diz Caetano Veloso " Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é...', viver escondido tem suas vantagens, todos vão sempre desconfiar mas enquanto você não diz nada ninguém mexe com sua vida mas sua vida será sempre uma eterna ilusão e nunca saberá como será viver plenamente, concluo alertando: "Espere o momento certo".Pense muuuuito.

    ResponderExcluir
  2. O seu dilema é o mesmo de tantos outros também que tem o receio misturado a dúvida sobre a própria sexualidade e o momento certo para compartilhar isso com amigos e familiares é uma oportunidade que somente voce saberá perceber quando será realizado essa abertura.
    Compartilho contigo também esse dilema, pois também já passei por isso e não é fácil, mas digo, não é impossível, fui me abrir com os meus amigos somente entre os 17 e 19 anos, com alguns amigos mais próximos e depois com os meus familiares, antes estava em uma nuvem de receio, medo e dúvida, hoje percebo como essas nuvens são passageira.
    Mas primeiramente, veja bem o que voce quer, se existe tanto interesse e desejo em conhecer alguem do mesmo sexo ou se é apenas a curiosidade de saber como é esse tipo de relação.
    Desejo que voce, leve o tempo que levar, se muito ou não para se descobrir e ter certeza o que voce quer para a sua vida, mas que voce tenha plena certeza e encontre respostas para a sua vida, e que voce principalmente seja feliz. Como dia "Lia Luft", a vida é cheia de perdas e ganhos e concordando como o comentário do "Carlos Eduardo" cada um tem seu momento certo. Abraços e tudo de bom, todo o amor que houver nessa vida para ti.

    ResponderExcluir
  3. Otimos comentarios de carlos Eduardo e Marcello Aquino.

    Minha resposta seria o mesmo !!

    ResponderExcluir
  4. Particularmente eu acho que você só deve se abrir para alguém se estiver muito seguro sobre sua preferência. Por sempre ter um olhar diferente pros meninos e ter sido abusado sexualmente por um familiar, isolei-me do mundo e perdi muitas experiências que você pode desfrutar sem maiores problemas. Para um primeiro contato sexual, recomendo que você procure criar um vínculo com ele. Assim, vocês poderão aproveitar melhor, mais a vontade e no tempo certo. Na minha opinião, é a melhor forma de comprovar se é curiosidade ou desejo verdadeiro.
    Para concluir, acho que muitos de nós passamos por essa fase de não aceitação, do "sou diferente, por quê?". Afinal ser normativo, para não usar o termo "normal", na nossa sociedade é muito mais cômodo. Ser gay ou homossexual não significa ser promíscuo ou esfregar na cara dos outros sua vida íntima. Apenas os que realmente importam é que devem saber, pra te dar o suporte quando necessário. A menos claro que você queira levantar a bandeira e defender os direitos homoafetivos, que também tem todo o meu respeito. Siga seu tempo, coração e não se deixe levar pela pressão de terceiros.

    ResponderExcluir
  5. Oi então o certo é ir devagar, primeiramente com a tua familia, vc ter uma segurança em si abrir no armário, outro passo é se abrir com o teu melhor amigo, ele vai te entender. Sei que é dificil sair no armário na adolêscencia, porque vivi essa indecisão,mas não foi porque tinha medo e sim porque eu tinha me apaixonado por uma mulher e ao mesmo tempo masturbava pensando em homens o que me provocou uma confusão sexual. Só me abri quando tinha 20 com o meu primeiro namorado. Começei a falar pros meus primos e pela minha irmã e depois pelos meus pais.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...