Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Campeão de Wrestling de 18 anos sai do armário para pai e técnico homofóbico.




“Você continua a ser um ótimo filho e tenho orgulho de você”, respondeu Ray Fox, técnico assistente da escola católica Dom Bosco, ao ler uma emocionante carta de duas páginas escrita por seu filho Cole Fox, por uma mensagem de texto. O estudante de 18 anos, que por 18 vezes ganhou títulos do esporte no estado, acaba de se formar no ensino médio e foi admitido na Universidade do Nordeste de Iowa, onde começa a estudar no segundo semestre e entregou a carta ao pai, onde conta que é homossexual. A universidade para onde ele irá foi batizada de Escola Matthew Shepard, em homenagem a um jovem homossexual morto na região em 1998, em um crime que chocou os Estados Unidos e batizou a lei que pune crimes de ódios no país.

Cole Fox escreveu para o pai que sempre fazia piadas e comentários homofóbicos no vestiário e em casa. Era uma espécie de carta de adeus já que ele morará na Universidade em breve e sairá de casa: “Qualquer raiva, humilhação, tristeza, felicidade ou o que estiver sentindo, é completamente válido. Até onde eu sei, você não tem qualquer laço com alguém da comunidade LGBTQ. Eu só quero que saiba que eu levei aproximadamente 17 anos para me aceitar. Eu te darei  tempo e espaço. Você não precisa falar nisso. Você pode abordar isso o quanto quiser. Você pode falar para a mamãe ou April (irmã). Você pode ignorar esta carta completamente. Eu continuarei a te amar, não importa o que você pense ou faça”, disse o filho para o pai. Ray respondeu por mensagem de texto que ele ainda é um orgulho e um ótimo filho para ele.

O pai afirmou para o site OutSports que se sentiu mal ao saber que o filho achou que ele o amaria menos do que se tivesse um filho heterossexual. Ray se lembrou ainda do caso de Matthew Shepard Scholar, em que a comunidade local não se manifestou positivamente após o crime. Para ele, é uma chance de todos mostrarem como as coisas mudaram em 10 anos.

Em 1998, Matthew Shepard, um estudante gay de 21 anos que foi assassinado brutalmente em Laramie, Wyoming, a trinta milhas a noroeste de sua cidade, Cheyenne. Matthew saiu de um bar à noite acompanhado de dois rapazes que se diziam gays e foi levado para longe. Lá, eles o assaltaram e espancaram. Quando o encontraram, Shepard estava em estado de coma num poste de madeira, com o corpo distorcido e o rosto todo desfigurado. O jovem teve seu crânio esmagado e foi abandonado no relento em uma noite de temperatura abaixo de zero grau. Ele morreu cinco dias após ter sido encontrado.

Um caso serio com um tom de humor: Cura Gay Simpatia.




Um jornal de Boa Vista, Roraima, publicou em sua coluna de orações esta semana uma simpatia que promete "curar a viadagem". O "sofrente" deve tomar um chá de casca e folhas de árvores de manhã, depois do almoço um banho de folhas e de noite levar 12 chibatadas de "cipó de fogo" em cada uma das nádegas. Se no oitavo dia a pessoa não se sentir "melhor" deve ser feliz como quiser... diz o texto publicado no site do G1 que procurou o dono do jornal - que é jornalista - e que afirmou que o termo viadagem não se refere aos homossexuais e que não considera o texto homofóbico... A Comissão da Diversidade da OAB RR e ongs locais prometem acionar judicialmente o jornal.

(ANDY: Morri de rir desta simpatia- Que absurdo)

Trilha LGBT: "Hustler" com Josef Salvat



Trilha Especial: Olly Murs: Wrapped - "Up/Treasure"




Trilha LGBT: "Carpe Jugular" com The Hidden Cameras



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Me emocionei com a história do rapaz lutador.

    E o vídeo de Josef Salvat é lindo.

    ResponderExcluir
  2. Vlw, Fabio.
    Espero que surjam muito mais historias de ``coming out`` do Brasil e do exterior.

    Abraços !

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...