Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Tóquio: Japoneses vão às ruas e  celebram orgulho gay.


Passeata ocorreu no distrito mais progressista da capital japonesa


Cerca de 3 mil japoneses foram às ruas do distrito de Shibuya, em Tóquio, para celebrar a parada do orgulho gay, no domingo, 26.

A maior reivindicação do ato foi a legalização da união entre pessoas do mesmo sexo no país, que é proibido pela Constituição do Japão.

Na semana passada, um casal de lésbicas trocou votos simbolicamente com o objetivo de chamar atenção para os direitos LGBT.

O mesmo distrito de Shibuya reconheceu, há um mês, o casamento gay, que não dá os mesmos direitos que têm os héteros, mas assegura alguns deles, como benefícios fiscais.

Manuf Pour Tous: Maior grupo anti-gays francês  vira partido político.


Grupo pretende usufruir de isenções fiscais ao se tornar uma legenda


Grupo famoso por se manifestar contra os direitos LGBT na França, o Manuf Pour Tous vai se tornar um partido político.

Segundo o jornal francês Le Monde, o motivo, no entanto, não é para disputar as eleições, mas, sim, para usufruir das isenções fiscais.

“Nós não fazemos isso para apresentar candidatos”, disse o vice-presidente do grupo, Alberico Dumont. “Isso não vai mudar nossas ações.”

Dois anos atrás, o Manuf reuniu milhares de pessoas na França para protestar contra o casamento e a adoção por casais gays. Felizmente, eles não conseguiram o que queriam.

Inédito: Argentina reconhece filiação  tripla para filho de casal gay.


País legalizou o casamento gay há cinco anos


A justiça argentina reconheceu, pela primeira vez, uma tripla filiação a um filho de um casal homossexual – são duas mães e um pai.

“Estamos muito orgulhosos, é um dia histórico, essa tripla filiação foi uma decisão administrativa do governo da província de Buenos Aires, nem sequer precisamos ir à justiça”, explicou Esteban Paulón, presidente da Federação Argentina de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans (FALGBT), à agência France-Presse.

O menino, Antonio, de um ano de idade terá três sobrenomes. “O Antonio é o primeiro caso na Argentina e na América Latina, e há muito poucos antecedentes no mundo, um deles no Canadá, mas sem dúvida abre caminho para que se comece a debater isto no mundo todo”, afirmou Paulón.

Protesto: Eduardo Cunha é recebido com beijaço  gay na Assembleia de Mato Grosso.


'Fora Cunha' foi gritado durante a passagem do homofóbico pela Assembleia


 O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi recebido com protesto e beijaço gay em sua visita à Assembleia Legislativa de Mato Grosso, na sexta-feira, 24.

Cerca de 100 pessoas gritavam palavras de ordem e chegaram a entrar em confronto com policiais militares que faziam a segurança da Casa.

O Estado recebeu sessão itinerante da Casa de Leis Federal, na qual prefeitos, vereadores e representantes de entidades, como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), puderam acompanhar de perto o trabalho da comissão da Câmara Federal em visita a Mato Grosso.

Os gritos de “fora Cunha” protestavam contra medidas da Câmara, como a PL 4330 (Lei das terceirizações); PEC 215, que trata das demarcações de terras indígenas; PEC 171, sobre a redução da maioridade penal; Projetos do “Dia do Orgulho Hetero” e “Lei da Heterofobia”; e o Estatuto do Nascituro, que proíbe o aborto inclusive em casos de estupro.

Alagoas: Resposta positiva


Governo de Alagoas acolhe reivindicações do movimento LGBT.


O secretário-chefe do Gabinete Civil, Fábio Farias, se reuniu na manhã desta quinta-feira, 23, no Palácio República dos Palmares, com representantes do Movimento Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT).

O Movimento teve resposta positiva para as reivindicações levadas ao governo. "Foi uma reunião bastante positiva. Eles saíram satisfeitos, tiveram a pauta atendida", afirmou Farias.

Já o vice coordenador nacional da Arte Gay Jovem, Rafael Gomes, enfatizou o avanço no diálogo.

"Conseguimos várias falas consensuais entre o secretário e o movimento com retornos concretos diante das demandas elencadas anteriormente", disse.

Entre as questões colocadas pelo Movimento foram a reativação da gerência que cuida de políticas públicas dentro da Secretaria de Estado da Mulher e Direitos Humanos e ainda foi pedida a posse dos membros do Conselho Estadual de Direitos Humanos LGBT.

O secretário-chefe do Gabinete Civil ainda colocou-se à disposição do movimento LGBT, repassando inclusive seus contatos diretos. “O Gabinete Civil vai funcionar como um facilitador de todas as demandas que vocês venham trazer ao governo”, assegurou.

Além do secretário Fábio Farias e os representantes do Movimento LGBT, participaram também da reunião, o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Mosart Amaral, o vereador Guilherme Soares, e o promotor de justiça Flávio Gomes.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...