Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Suprema Corte dos EUA  proíbe cura gay no país.


Instância máxima do Poder Judiciário no país vai decidir sobre casamento gay no próximo mês


A Suprema Corte dos Estados Unidos confirmou a proibição de terapias de cura gay no país.

A decisão, divulgada na segunda-feira, 04, dá respaldo a uma decisão em Nova Jersey que já havia proibido esse tipo de terapia em crianças com tendências homossexuais.

No caso King versus Christie, militantes contra os direitos dos gays, queriam autorizar uma terapia destinada aos jovens homossexuais para reverter sua orientação sexual. O governador de Nova Jersey, Chris Christie, havia proibido tal tratamento e um tribunal de apelações confirmou esta proibição.

Em junho, a mais alta instância jurídica do país vai decidir se o casamento gay pode ou não ser proibido, o que pode fazer com que toda a nação legalize a união homo (hoje, 36 dos 50 Estados e mais Washington D.C. aprovam essas uniões).

Cuba terá casamento coletivo  simbólico durante parada gay.


País ainda está muito aquém em direitos LGBT


Cuba terá um casamento homossexual coletivo simbólico durante a parada gay que acontece no próximo fim de semana.

O evento tem com uma de suas organizadoras, Mariela Castro, filha do presidente do país, Raúl Castro, e uma das mais maiores defensoras dos direitos arco-íris na ilha.

Mariela espera que o ato colha frutos no futuro. Ela é diretora do Centro Nacional Cubano de Educação Sexual e disse que seu pai apoia a união gay, que ainda não é legalizada no país.

Casamentos gays diminuem e  lésbicos sobem em Portugal.


Apenas uniões entre mulheres subiram em 2014 no país


Tanto a quantidade de casamentos héteros quanto a de casamentos gays diminuiu no último ano em Portugal. Mas as uniões lésbicas subiram.

Em 2014, foram celebradas 127 uniões entre mulheres no país – 29% a mais que no ano anterior (que havia tido 98 dessas uniões).

Já os casamentos entre homens desceram de 207 para 181. As uniões entre homem e mulher também caíram – de 31.693 para 31.170.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), os casamentos em igrejas católicas também foram em número menor em 2014 – foram de 11.576 para 11.178. As uniões celebradas por outras religiões desceram de 197 para 176.

Todos Processados!




Todos os gays do mundo são alvo de um processo movido por uma senhora evangélica de 66 anos, de Nebraska, nos EUA. Sylvia Driskell, que se diz embaixadora de Deus, moveu uma ação em uma vara federal da cidade de Omaha pedindo para o juiz decidir se ser homossexual é ou não um pecado. A petição de sete páginas cita versos bíblicos e afirma: “a homossexualidade é um pecado e por isso os homossexuais sabem que é pecado viver na homossexualidade. Por esta razão eles se escondiam no armário”, diz a mulher que será a própria advogada de acusação.

Ela diz que Deus chama a homossexualidade de abominação e desafiou o juiz a chamar Deus de mentiroso. Indignada, ela afirma ainda: “Eu nunca imaginei um dia ver que a nossa grande nação e o grande estado de Nebraska poderiam ser cumplices do comportamento desviado de algumas pessoas”. Afirmou a senhora se referindo às leis que protegem os homossexuais de discriminação no Estado e ao recente reconhecimento do casamento gay pela Surprema Corte do país.

Protesto: Alunos vestem gravata rosa contra preconceito na USP, em Ribeirão Preto, SP.


Alunos vestem gravata rosa contra preconceito na USP, em Ribeirão Preto, SP


Alunos e professores da Faculdade de Economia e Administração (FEA), da Universidade de São Paulo (USP), passaram a usar gravatas cor de rosa durante as aulas no campus de Ribeirão Preto (SP) para protestar contra casos de preconceito envolvendo estudantes gays.

Segundo os idealizadores da campanha “Há cores por aqui”, existe machismo e homofobia dentro da faculdade.

Em nota, a direção da FEA afirmou que apoia o movimento dentro da universidade e informou que nenhuma denúncia de homofobia envolvendo alunos foi formalmente prestada à instituição.

Segundo o estudante de economia Felipe Maia, o preconceito contra gays é presente dentro da faculdade. “Há um preconceito mascarado e a gente nota que na faculdade como um todo temos um ambiente conservador”, afirma o aluno que cursa o segundo ano do curso. “O preconceito se manifesta por um olhar torto ou um comentário atravessado”, diz.

Adolescentes de 15 anos são vítimas de homofobia na orla carioca depois de se abraçarem para uma self.




Uma foto entre dois amigos que voltavam de um luau foi motivo para uma brutal agressão na noite do último sábado na Praia do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Os dois estudantes de 15 anos foram agredidos por um grupo de 20 homens ao serem confundidos com um casal gay. Um dos garotos chegou a ser chutado depois de derrubado pelos agressores e precisou de atendimento médico. O ataque aconteceu perto do Posto 10 depois que os adolescentes voltavam de um luau e decidiram parar para tirar uma foto abraçados.




“De repente, eles se aproximaram, e um homem tentou acertar um soco, mas eu abaixei a tempo de escapar do golpe. Um outro agressor deu uma rasteira no meu amigo, que caiu no chão. Ele foi chutado várias vezes no rosto. A gente nunca tinha visto estes caras antes”, relatou Tarcísio Costa, para o jornal Extra.

A atriz Muca Vellasco, 39 anos, mãe de Tarcísio, postou fotos do rosto do filho com hematomas por causa do episódio no Facebook e condenou a agressão, qual classificou de “nível extremo de homofobia”. “A homofobia chegou a um nível tão extremo, mas tão extremo, que dois amigos não podem se abraçar, independentemente da sexualidade, que já são considerados gays e, por isso, ‘dignos’ de uma surra. Aconteceu com meu filho e com o amigo dele”, escreveu a mãe que decidiu não registrar ocorrência pois o filho não ficou ferido gravemente. Assustado, o rapaz declarou que não pretende sair de casa tão cedo.
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...