Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ





Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.


O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.


Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.

Bem, vamos ao tema de hoje:


O meu namorado continua mandando mensagens para o ex

Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com





Oi, eu estou um pouco perdido no meu relacionamento. Namoro um cara fazem 4 meses e recentemente peguei o celular do meu namorado e havia mensagens dele para o ex-namorado e vice-versa. O ex pedia para eles conversarem, e meu namorado dizia que eles deviam esperar o tempo passar, que ele estava comigo agora e que estava tentando esquecer o ex. Estou tentando terminar com ele, mas não consigo. Conversamos, ele pediu desculpa e disse que o ex não representava mais nada para ele. Só que eu sinto que ele ainda sente alguma coisa pelo ex. Tenho medo que ele mude de ideia no futuro e ele possa simplesmente me descartar.
Julios, 30 anos

           
Oi Julios, parece que você tem alguns problemas nesse relacionamento. Antes de qualquer outra coisa é fundamental que você se concentre em você, na sua relação e que se abstraia, na medida do possível, dessa terceira pessoa.

O que eu quero dizer? Quando você se fixa no medo de que esse ex-namorado possa voltar a interessar-se pelo seu namorado, você está desfocado do essencial, e o essencial não é/não pode ser as potenciais ameaças externas ao seu namoro. Ainda que o ex dele voltasse a interessar-se pelo seu namorado, o mais importante terá sempre que ser o compromisso de vocês. É a ligação entre você que efetivamente os protege e não a inexistência de outras pessoas, de outros potenciais candidatos.

Porém, esse compromisso, essa ligação está fragilizada. Talvez mais do que fragilizada, está relação foi seriamente comprometida, a partir do momento em que o seu namorado escolheu, e é de uma escolha que se trata, ligar-se a outra pessoa.

Você não parece ter ficado muito zangado com isso, você está fragilizado e isso de fato não é suficiente para que você consiga dar fim a esta relação. O fato de ele ter mentido, o fato de ele ter lhe desrespeitado são motivos mais do que suficientes para você ficar zangado, profundamente indignado.

Sinceramente, penso que necessitaria de pelo menos duas condições mínimas para você continuar investindo nessa relação: O arrependimento verdadeiro em relação ao erro que foi cometido e a vontade, por parte do seu namorado, de se comprometer com mudanças sérias.

Sobre o arrependimento verdadeiro, não basta dizer que errou, não faz sentido ele se limite a dizer que essa pessoa não significa mais nada para ele. Isso implica que ele não esta olhando com seriedade para aquilo que fez, conseqüentemente implica que não esta olhando com seriedade para o compromisso de vocês, para a relação de vocês.

Falando de você, é realmente difícil terminar uma relação quando ainda estamos de algum modo ligado a pessoa. Por isso é tão difícil para você interromper essa relação. Não esqueça que é fundamental você gostar mais de si, de cuidar de você mesmo. Se você não se respeitar é provável que sempre se relacione com pessoas que farão o mesmo. Sugiro que procure um psicólogo, independente do que aconteça no seu relacionamento, para trabalhar e melhorar um pouco a sua auto-estima.






Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...