Slide 1 Slide 2 Slide 3

Namorado homofobico




Bem meus amigos o relato de hoje foi enviado pelo Danilo que tem 19 anos e pede ajuda de vocês para dar uma luz no seu complicado relacionamento.

Lendo o relato percebe o quanto e difícil a sua relação, mas me parece que você está se deixando se manipulado pelo seu namorado e a prova disso e o afastamento dos seus amigos. 

Obviamente ele tem sérios problemas de aceitação e acho que o melhor remédio e leva-lo a um psicólogo.

Título sugerido

Namorado homofóbico



Oi galera do blog entre homens tudo bem?

Antes de começar o meu relato peço a todos desculpa pelos meus erros de Português, pois nunca fui bom em redação. he he.

Sei que pode parecer uma bobagem, mas no momento me faz sentir um grande desconforto, e que acredito que com o tempo poderá vim enfraquecer o meu relacionamento ( se já não esta!) com o meu namorado.

Me chamo Danilo e tenho 19 anos e faz um ano que conheci o meu namorado (23 anos)  em um evento de motocross. Se tornamos grandes amigos e acabei dizendo pra ele que era gay e ele sorriu e disse que já sabia e que era por isso que tinha se aproximado de mim.

Foi uma surpresa muito agradável.

Com o tempo a nossa amizade foi se transformando em algo mais e avançou para um namoro, pois ele me perguntou que gostaria de ser parceiro dele. Acabei cedendo pois tinha sentimentos por ele.
Ele e um cara legal e um grande namorado. Tudo e perfeito! mas...

Ligando pra ele sempre refere a mim como mulher (perto de outras pessoas) não sei o porquê disso.


Meus amigos mais próximos são gays e ele não quer que eu me aproximo deles e utiliza a seguinte frase

“Se afaste desses viados,pois não quero encontra com eles”

Confuso:

Ele diz que e Hetero e que me ama de verdade e na cama ele faz questão de assumir o papel de “homem” e deu para falar que ser gay não e natural. E para piorar ele acha que também sou hétero

Sacaram a confusão?

Já conversei bastante com ele sobre esse assunto, mas não adiantou muito e infelizmente estou muito ligado nele sentimentalmente e não só sexo (pois se fosse só o sexo não estaria perturbado como estou agora)

Devido a isso alguns amigos se afastaram.


E essa relação já tem 9 meses e não sei o que fazer para mudar a situação. Pensei em ir a um psicólogo e leva ele junto.

Valeu galera e mais vez desculpa pelos erros de português.
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (4) Comente aqui!

4 comentários:

  1. Cara, que complicação!! Nem sei o que dizer. Bom, mas vou relatar o que ocorreu comigo. Quem sabe não sirva para dar uma luz mínima no seu problema. Tenho 40 anos e quando eu tinha 20 e tantos anos, comecei a namorar um cara com perfil próximo do seu namorado. Ninguém sabia dele, nem amigos, nem pai e mãe, nem familiares (eu já tinha saído do armário para meus amigos mais próximos e meus pais). A gente quase não conseguia sair, pois ele ficava em pânico só de imaginar que poderia encontrar algum colega do trabalho. Viajar, então, nem pensar, já que na cabeça dele, dois homens em um quarto é dar "certificado de viado". Evidentemente que tampouco encontrávamos meus amigos, apesar de que nem todos eles serem gays. Enfim, passei alguns meses em um namoro enclausurado. No início aquenta-se tudo, já que eu estava apaixonado, mas depois de um tempo essa situação me saturou, mesmo a cama sendo ótima. Namoro não é só sexo, e se não existir algo mais, a relação morre. Só ficar no sexo enjoa...
    Depois de muitos anos (quase 20 anos) nos reencontramos no Facebook e imagine a minha surpresa de eu ler no perfil dele várias referências ao mundo gay (casamento igualitário, direitos dos homossexuais etc.). Fiquei chocado com a radical mudança! Soube que ele namora com um colega de trabalho (!) e contou para a família (exceto para o pai, acho). Ou seja, as pessoas realmente mudam, mas precisam de tempo, as vezes MUITO tempo (e alguns mais do que uma vida, rsrsrs).
    Resumindo: cada um tem um ritmo, que pode ser bemmmm lento. Veja se você quer esperar tudo isso. Mas não acredito em forçar a barra, isso não vai adiantar. Vc só vai desgastar a relação e irritá-lo. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. O que parece ser , e´um caso de nao aceitaçao por parte dele, de ser homossexual. Ja publicamos varios casos de crimes cometidos por homofobia, justamente pelo sujeito ser um enrustido, que nao se aceitava por pressao da socidade hipocrita e por ver nos homossexuais a imagem dele proprio. Creio que inforrmaçao a respeito da homossexualidade poderia resolver grande parte de seu problemas, mas em ultimo caso, ou seja, em caso de chegar ao ponto de agressao, requer ajuda profissional.

    ResponderExcluir
  3. O cara já pediu pro Danilo cortar as amizades e esconde a relação, isso tá com cara de relacionamento abusivo, pois pra namorar o Danilo vai ter que se anular. E psicologo só ajuda se o homofóbico reconhecer que tem um problema, mas deu pra entender que não é o caso. Danilo, faça uma força e termine isso antes que piore, ninguem muda ninguem.

    ResponderExcluir
  4. Quando a gente pensa que já viu de tudo no mundo da gayfobia e da não aceitação da própria sexualidade, aparece uma situação nova. Não é fácil não, mas a gente um dia acaba com essas bobeiras. O que me parece é que ele é gay ou bissexual mas não se aceita de jeito nenhum e tenta mentir até pra ele mesmo. Enquanto esse carinha persistir nessa, vai ficar infeliz. Outra coisa que ele tem que tirar cabeça é que pra ser gay não precisa virar mulher, nem falar com voz aguda; a pessoa continua sendo o que é, sendo homem, como é o caso dele.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...