Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO NUNDO GAY

SP realiza domingo a maior manifestação LGBT do mundo.

19ª Parada LGBT leva para a Avenida Paulista a alegria de viver as diferentes identidades


Tchaka vem abrindo alas na Parada


Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim: respeitem-me!”. Em 2015, esse é o chamado da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOGLBT), que no domingo, 7, realiza a 19ª Parada do Orgulho LGBT. A concentração começa a partir das 10h, em frente ao Masp, na Avenida Paulista.

Desde o mês passado, a APOGLBT desenvolve atividades que têm como lema a alegria de viver as diferentes identidades, orientações sexuais e o respeito à diversidade. Sem perder o tom de protesto e de luta, o discurso oficial celebra o orgulho LGBT, lembrando que o amor pode revolucionar o mundo.

Nesta edição, a Parada do Orgulho LGBT terá a participação de 18 trios elétricos, sendo cinco da Associação. O carro que abre a manifestação será comandado pela Rainha das Festas, Tchaka Drag Queen. "Ser escolhida para abrir a Parada do orgulho LGBT de São Paulo 2015 é a certeza que estou no caminho certo onde a tolerância e luta por dias melhores para todos e todas estão próximos", enfatiza Tchaka.

O segundo é o trio JUNIOR Love Is Great (exclusivo para convidados), uma parceria da revista mais amada do Brasil com o Visit Britain, órgão de turismo do Reino Unido. Essa união rendeu ainda um caderno especial todo britânico dentro da JUNIOR 66, como astro Colby Keller na capa. Wanessa faz o show, seguido pelo som dos DJs Guilherme Guerrero e Luis Totti.

Durante as oito horas de evento, haverá uma estrutura montada na região para atender o público participante, com 600 banheiros químicos e quatro postos médicos, em um total de 170 leitos. A CET ficará responsável pelas interdições das vias no entorno.

Transmissão ao vivo

A Parada deste ano inova ao ter transmissão em tempo real pela Aovivonaweb.tv, sendo possível acompanhar toda a manifestação pelo linkparadasp.aovivonaweb.tv. Utilizando a hashtag #OrgulhoLGBT uniram força neste ato pela luta da diversidade LGBT. Acompanhe o site paradasp.org.br e as redes sociais e compartilhe a alegria deste domingo no Instagram @paradasp e no Facebook.com/paradasp.

Stonewall Inn: Bar símbolo dos direitos gays do  mundo pode virar marco histórico.


Bar fica no bairro de Greenwich Village, em Nova York


Bar que inaugurou o movimento LGBT moderno, o Stonewall Inn pode virar um marco histórico em Nova York.

Nesta semana, a Comissão de Preservação de Marcos Históricos da cidade fará votação para decidir se o bar entra ou não em seu calendário.

Assim que entrar para o calendário, a chance do estabelecimento receber o status de referência é quase certa.

O bar fica na Christopher Street, no bairro de Greenwich Village. Inaugurado em 1967, foi lá que dois anos depois gays e transexuais se revoltaram pelas constantes agressões dos policiais e iniciaram uma batalha que durou dias, conhecida como A Revolta de Stonewall.

Um dos dias dessa revolta, 28 de junho, deu origem ao Dia Internacional do Orgulho Gay, que é comemorado em dezenas de países até hoje. Para celebrar o primeiro aniversário da revolta, em 1970, militantes organizaram a primeira parada do orgulho gay de Nova York e dos Estados Unidos.

Homofobia: Parada do Orgulho Gay de Moscou é alvo  de ataques e termina em confusão.


Homofóbicos atacaram gays e polícia começou a bater em todos

Como noticiamos na semana passada, pelo 10º ano consecutivo a Parada do Orgulho Gay de Moscou não recebeu autorização do governo para ser realizada. Ainda assim, ativistas foram às ruas da capital russa e a confusão aconteceu.

Segundo a Agência Reuters, os militantes LGBT caminhavam pacificamente a partir da Praça Tverskaya, no centro da cidade, quando foram alvo de homofóbicos que os atacaram e a polícia precisou intervir.

Nikolai Alexeyev, um dos mais reconhecidos defensor dos direitos humanos na Rússia, protestou. “É uma ilegalidade das autoridades russas e de Moscou. O que está acontecendo aqui é totalmente ilegal”, afirmou à reportagem. “Estamos tentando realizar uma ação pacífica de defesa dos direitos humanos.”

Rússia pode proibir homens  de sair às ruas sem camisa.


Rapazes não poderão andar mais descobertos se lei passar

A cruzada conservadora do deputado Vitaly Milonov na Rússia não tem limites. É de autoria dele a lei que proíbe a “propaganda gay” no país e agora o parlamentar está implicando com partes do corpo à mostra.

Milonov, que faz parte do Legislativo da cidade São Petersburgo, apresentou um projeto de lei, que está tratitando na Câmara, que proíbe homens e mulheres de andar nas ruas de roupas íntimas, roupas de banho ou mesmo estar com o tronco à mostra.

Se for aproado o PL, ele promete levá-lo para valer para todo o país (como conseguiu com a lei homofóbica).

 Polícia da Coreia do Sul  proíbe parada gay.


Grupo cristão conseguiu que evento deste ano fosse proibido


Religiosos conseguiram implantar uma espécie de ditadura hétero na Coreia do Sul. Um grupo cristão chamado Movimento Ame Seu País, Ame Suas Crianças conseguiu cancelar o Korea Queer Culture Festival, a parada gay da capital do país, Seoul.

Em 21 de maio, a polícia de Namdaemun, região metropolitana de Seoul, publicou um aviso repentino em seu site informando que quem quisesse realizar eventos no dia 28 de junho (dia marcado para o evento LGBT) deveria estar na porta da delegacia no dia 29 de maio.

O que os religiosos fizeram? Revezaram-se por oito dias na porta do local para poderem reivindicar o uso das ruas no dia 28 de junho. No ano passado, eles já haviam deitado nas ruas por onde passaria a marcha com 20 mil manifestantes.

Alerta: PSC diz que criará projeto de lei para banir propaganda gay na mídia e nas escolas.




O presidente do Partido Social Cristão (PSC), Vítor Nosséis, sigla que abriga quase a maioria dos políticos evangélicos no país, em propaganda eleitoral gratuita do partido exibida na última quinta-feira, afirmou que é a favor do impeachment da presidente Dilma, defendeu a ditadura, defendeu Feliciano a quem disse que alavancou o partido, e ainda afirmou que o partido espera criar um projeto de lei para barrar o que chama de propaganda para crianças sobre a ‘homossexualismo’ (sic).
 
“Não parece contraditório, um partido que  use esse slogan ‘o ser humano em primeiro lugar?’ ponha barreiras a aprovação dos direitos civis dos casais homossexuais?”, diz o entrevistados da propaganda do partido. “Eu acho que ninguém pode que ser nem a favor e nem contra o homossexualismo, esta é uma posição pessoal minha. O homossexualismo esta aí desde tempos imemoriais. Mas o que seu sou contra é você fazer lobby disso. É você fazer propaganda favorável dentro das escolas, é você incentivar pelos meios de comunicação... as crianças”, afirmou o presidente do PSC que prometeu para o futuro um projeto sobre a questão.
 
“Os nossos coordenadores políticos estão desenvolvendo um projeto para chegar a cada cidade e colocar isso dentro desta ótica”, afirmou em seguida Nosséis, que disse ainda que  o partido é cristão e não segrega . A proposta se assemelha a lei russa criada em 2013 por Vladmir Putin que institucionalizou a homofobia na Rússia e criou um ambiente de intolerância aos LGBTs que culminou em assassinatos  e ondas de violência em todo o país.
 
Confira a declaração:


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...