Slide 1 Slide 2 Slide 3

FOFOCAS DE CELEBRIDADES- GOSSIPS

Miley Cyrus e suposta namorada Stella Maxwell dividem churros em cena romântica.


Cantora pop publicou uma foto no Instagram da intimidade das duas na noite desta quarta-feira (15).


Stella Maxwell conquistou de vez o coração da cantora Miley Cyrus.

Do seu jeitinho ousado, a cantora pop publicou uma foto da intimidade das duas dividindo um churros, na noite desta quarta-feira (15).

Na legenda da foto, a modelo da Victoria’s Secret comentou: “Nosso primeiro churros”.

Recentemente, as duas foram fotografados trocando beijos calientes, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Elas gravavam um clipe quando foram flagradas juntas por um paparazzo.



Resposta: Cara Delevingne: 'Minha  sexualidade não é uma fase'.


Modelo diz que estar apaixonada ajuda a encarar as críticas

A modelo e atriz Cara Delevingne respondeu aos críticos que acreditam que seu namoro lésbico é só uma fase.

“Minha sexualidade não é um fase. Eu sou quem eu sou”, afirmou Cara ao jornal “The New York Times”.

Há algumas semanas, foi aberto um abaixo-assinado contra a revista “Vogue”. A publicação fez uma matéria elogiosa sobre Cara, mas disse que sua bissexualidade poderia ser uma fase.

Apesar disso, a atriz não viu a reportagem como mal-intencionada. “Estar apaixonada ajuda, sabia?”, disse Cara sobre sua reação ao que falam sobre ela.

Cara namora a cantora St. Vincent e estão muito felizes juntas.

'Ser transexual não é o mesmo  que ser gay', desabafa Thammy.


Thammy explicou a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero

Thammy Miranda usou seu Instagram esta semana para tentar esclarecer seus seguidores sobre as diferenças entre identidade de gênero e orientação sexual.

“Entenda mais sobre o assunto!”, escreveu. “Ser transexual não é a mesma coisa que ser gay. Ser transgênero é uma forma de identidade de gênero – a maneira como uma pessoa se vê e ao gênero com o qual se identifica. Ser gay ou lésbica está relacionado à orientação sexual – como cada um orienta seu afeto e seu desejo, se para meninas, meninos ou para os dois.”

“Muitos gays e lésbicas estão confortáveis com o próprio gênero. Eles apenas são atraídos por pessoas do mesmo sexo. Isto porque orientação sexual é diferente de identidade de gênero. Um adolescente transexual pode ser hÉtero, gay ou bissexual – assim como outros adolescentes. #soudiversidade #OMundoMudouEVc?”, encerrou.

"Não gosto que chame de Buchecha ou Wesley Snipes", diz Pepê, irmã de Neném.


As irmãs Neném e Pepê durante entrevista para o The Noite


No 'The Noite' com Danilo Gentili, Neném falou sobre seu recente casamento com Thaís Baptista.

Se perguntar quem é Pepê ou quem é Neném, a maioria das pessoas ficariam confusas, mas as cantoras dizem que não têm problema com isso. Em entrevista para o "The Noite" desta quinta-feira (16), as irmãs falaram que só não gostam de serem confundidas com homens, e com razão.

"Só não gosto quando me chamam de Buchecha. Eu gosto muito dele, é parceiro, mas não tem nada a ver. Chamam a gente de Wesley Snipes também. Neném fica igualzinha a ele quando passa batom. Sabe aquele filme que ele se veste de traveco(sic)? É igualzinho", brincou Pepê referindo-se ao longa "Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar".

Ainda no bate-papo com o apresentador Danilo Gentili, Neném falou sobre seu recente casamento com Thaís Baptista, no dia 7 de julho, que custou cerca de 200 mil reais. A cantora contou que ainda não conseguiu fazer sua lua de mel, mas que já está tudo planejado.

"A lua de mel foi o ex-BBB Serginho quem me deu, mas ainda não fomos. O pai dele tem um hotel bacana que vamos nos hospedar lá, mas só vamos esperar a gravação de nosso próximo trabalho para viajar depois", explicou.

Já Pepê, que namora Talita Campos há apenas quatro meses, já pensa em casamento também. "Mas não gosto de ficar falando essas coisas senão o povo já fica cobrando".

As duas, que quase chegaram à falência depois que um empresário mal-intencionado as teria roubado, afirmaram que já conseguiram dar a volta por cima. "Graças a Deus. Se você não correr atrás, nada acontece. A gente pediu ajuda aos amigos e deu tudo certo."

Gregório Duvivier pede desculpas por vídeo do Porta dos Fundos sobre pessoas trans.


Ator e escritor disse que não poderia tirar o vídeo do YouTube, mas excluiria de sua página


O ator, escritor e roteirista Gregório Duvivier, do canal de humor Porta dos Fundos, pediu desculpas, através do Facebook, pelo novo vídeo do grupo, Travesti, lançado nesta quinta-feira. Visto por 780 mil pessoas, o material despertou polêmica entre os seguidores, que se dividiram entre críticas e defesas à proposta.

"Nossa, Porta dos Fundos, vocês que sempre aparecem criticando tudo me fazem um vídeo preconceituoso desse????", escreveu a internauta Gabriela Filippo. O seguidor Dan Vieira relembrou outro episódio envolvendo a mesma temática: "Recentemente, no programa da Laerte, o Gregório Duvivier debateu sobre a relação do humor com preconceitos. E ele chegou a fazer uma mea culpa justamente sobre um vídeo antigo do canal que abordava transexuais de forma pejorativa. E que gostaria muito de reparar este erro. Daí hoje o canal lança este vídeo, não tô entendendo mais nada. A sensação que tive é que cometeram o mesmo erro. Pessoas trans, já que vocês têm propriedade de falar sobre transfobia, qual a percepção de vcs sobre?".

Gregório admitiu que a piada não atingiu o objetivo desejado. "Gostaria de pedir desculpas a quem eu possa ter ofendido com o texto do vídeo de hoje do Porta dos Fundos. Respeito muito a luta pelos direitos trans. O objetivo do texto era inverter o preconceito. Não funcionou e acabou reverberando o velho preconceito vigente. Não podendo excluir o vídeo do Youtube, porque envolve o trabalho de muita gente, vou excluí-lo da minha página e pedir as mais sinceras desculpas a todxs xs envolvidxs. Prometo ser ainda mais cuidadoso quando o assunto é trans e ainda mais engajado na luta contra a transfobia. Escorreguei. Escorregamos. Desculpa", publicou Gregório. Alguns seguidores reclamaram que o vídeo não foi apagado.

Em Travesti, o ator Rafael Infante interpreta um homem que, segundos antes de transar com a personagem vivida por Thati Lopes, descobre que ela é uma mulher, e não uma travesti. Ele se mostra decepcionado, numa tentativa de satirizar os homens que se dizem enganados por travestis. A produção foi dirigida por Rodrigo Magal e o roteiro é de Clarice Falcão e Gregório Duvivier.
 



 
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

Um comentário:

  1. Sério, só eu q não vi preconceito nenhum no video? Todos sabemos q há muitos caras q gostam de serem passivos com travestis não-operadas. Tem até aqueles q compram aquela cinta com supositorio para a namorada/mulher deles. O fato de terem colocado uma "possivel" trans prostituta no video, q na verdade era so uma mulher cis, não está denegrindo a imagem das mesmas, afinal, isso existe aos montes e tambem é so um canal de humor. E por ser um canal de humor, não precisa ser 100% totalmente politicamente correto. Afinal, o q o pessoal esperava? Uma trans com vida fora da prostituição enganando o cara q so queria ser 'fodido' e nada além disso?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...