Slide 1 Slide 2 Slide 3

FOFOCAS DE CELEBRIDADES- GOSSIPS

Rita Ora lança o clipe de “Body On Me”, parceria com Chris Brown.




A cantora Rita Ora acaba de divulgar o aguardado clipe de seu novo single em parceria com Chris Brown, intitulado “Body On Me”.

No vídeo, a danada sensualiza em frente a câmera enquanto são apresentada cenas quentes dos dois músicos trocando carícias.

A colaboração vai entrar no segundo álbum de estúdio da Rita, ainda sem título definido e previsto para dezembro. O material já conta com o single “Poison”.

Cata!


Só Love: Já conheces o novo namorado de Sam Smith?


Sam Smith (esq.) e seu novo amor


Sam Smith, de 23 anos e o ator Charlie King são namorados desde o inicio do ano de acordo com o tablóide The Sun.

Só agora se soube que eles estão apaixonados, mas quando especulava-se que o cantor e a estrela da série “The Only Way Is Essex” estariam juntos há pouco tempo, uma fonte garantiu à publicação que tudo começou no inicio do ano.

A sua aproximação aconteceu quando Charlie assumiu ser gay no ano passado. Esta semana ele publicou uma fotografia abraçado a um rapaz, e os fãs garantem que é o ator.



O relacionamento tem sido muito discreto e uma fonte conta, “Eles já sairam juntos algumas vezes, mas não querem ser vistos juntos… vão a pubs perto do apartamento do Sam em Londres“, diz.

Mas pelo que parece, os dois já estão dispostos a falar sobre o amor aos fãs. Na última sexta-feira (14), Sam compartilhou uma imagem abraçadinha a um homem na praia. Quem viu, logo identificou Charlie. Felicidades.

Liam Payne é acusado de ser homofóbico durante show do One Direction.




TweetO cantor Liam Payne precisou esclarecer uma declaração que fez durante um recente show do One Direction. Enquanto conversava com a plateia, antes de apresentar a faixa “Girl Almighty”, o cantor fez um comentário que fez com que o acusassem de homofobia.

“Essa é a minha canção favorita do último álbum e é sobre tentar encontra a mulher número um da sua vida, o que nenhuma de vocês pode entender porque vocês são garotas. Exceto os garotos aqui. Vocês sabem o que quero dizer”, declarou Liam, sem cogitar a possibilidade de haver garotas homossexuais entre os presentes.

Com a repercussão negativa, o integrante mais velho do quarteto foi ao Twitter para se defender. “Acho que algumas pessoas levam as coisas muito ao sentido literal nos dias de hoje. Não irei mais comentar sobre isso pois vocês sabem o que eu quis dizer de modo geral”, escreveu.

“Eu não sou de forma alguma homofóbico. Isso é uma coisa ridícula de se dizer e não estou aqui para ofender as pessoas. Então entendam como quiser. É muito chato tentar o seu melhor para fazer as pessoas felizes num show, pensar em todas as notas (musicais) altas e baixas que você tem que atingir e tudo que algumas pessoas querem é se concentrar numa declaração aleatória sobre uma canção que amo. Fim de me*** para um dia bom”, disse o cantor.

Depois de repensar a situação, Liam pediu desculpas por ter ofendido algumas pessoas sem querer. “É insano. Quanto mais eu leio mais penso: ‘Po***, vocês nunca disseram algo de forma errada?’ Tenho certeza que todo mundo aqui já disse. Peço desculpas de verdade àqueles que ofendi, mas não há necessidade para algumas das coisas que estão me chamando. Estou aqui apenas para fazer as pessoas sorrirem, que considero como meu trabalho”, finalizou.

Vizinhos de Madonna chamam polícia para a cantora.




No ultimo fim de semana, a cantora Madonnacelebrou o seu 57º aniversário e, segundo consta, foi uma festa de ‘arromba’. De acordo com o TMZ, a festa teria excedido alguns limites e por isso os vizinhos da cantora chamaram a polícia.

A festa terá tido lugar em Hamptons, no sábado à noite. Às 02h30 da madrugada, as autoridades bateram na porta da artista exigindo que esta diminuísse o volume da música. No entanto, parece que o aviso não fez efeito, já que o barulho continuou intenso, mesmo depois da polícia ter saído.

Como se tal não bastasse, a festa prolongou-se durante todo o fim de semana. Isto para a infelicidade dos vizinhos de Madonna.

Tô fora! Madonna não voltará mais à Rússia por causa da homofobia.




Grande defensora dos direitos LGBTs, Madonna disse que não voltará mais a Rússia por causa da legislação do país. “Eu não vou aparecer mais em Moscou e São Petersburgo porque eu não quero mais me apresentar em lugares onde ser homossexual equivale a um crime”, disse a diva.

Em 2012, durante sua “MDNA Tour”, a cantora passou por São Petersburgo e distribuiu pulseiras rosa e fez várias ações pró-gays no decorrer do show. Por causa disso, semanas depois o país quis processá-la por fazer propaganda da homossexualidade, que é considerado crime na Rússia.

Em setembro, Madonna começa a rodar o mundo com a nova turnê, “Rebel Heart Tour”. Estão confirmados, até agora, shows no Canadá, Estados Unidos, Europa, Austrália, Nova Zelândia e Filipinas.

 Abaixo a intolerância! Elton John ataca prefeito de Veneza por banir livros com histórias de gays.




O cantor britânico Elton John usou seu perfil no Instagram para atacar duramente o prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, chamando-o de "grosseiramente intolerante" por ter banido das escolas da cidade os livros que falam sobre famílias formadas por casais homossexuais.

Em uma mensagem postada na última sexta-feira, o astro colocou uma imagem da obra "The Family Book", de Todd Parr, que, segundo ele, defende um "mundo inclusivo, onde as famílias existem em todas as formas, tamanhos e cores"."E no lado oposto, nós temos Luigi Brugnaro, o extremamente tolo prefeito de Veneza. Estupidamente, ele escolheu politizar os livros infantis ao banir títulos que mostram famílias homossexuais vivendo felizes para sempre", escreveu Elton John.

Para o cantor, em vez de encorajar um mundo "baseado na inclusão, na tolerância e no amor", o alcaide promove a "ignorância" e busca uma sociedade "que divide". "A bela Veneza está afundando, mas não tão rápido quanto o grosseiramente intolerante Brugnaro", acrescentou.

Ligado ao conservador Forza Italia (FI), do ex-premier Silvio Berlusconi, o prefeito de Veneza foi eleito para o cargo no último mês de junho, encerrando mais de 20 anos de domínio da centro-esquerda na cidade. Uma de suas primeiras medidas no poder foi vetar nas escolas 49 livros que falam sobre homossexualismo, incluindo o de Todd Parr, gerando muitos protestos no município. Pouco depois, ele voltou atrás e disse que todas as obras seriam analisadas durante o verão e que algumas delas continuariam nas instituições de ensino.

"É nossa intenção examinar os textos com cuidado e objetividade, não distribuindo aos mais novos os [livros] mais inoportunos, que continuarão disponíveis para consulta por parte de adultos nas bibliotecas", declarou Brugnaro no mês passado.
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...