Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Tá na hora dos gays darem um tapa na cara da sociedade.




100% Hétero: Livro garante que héteros podem ter relações com homens e não serem gays.




Jane Ward, especialista em estudos femininos na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, acaba de lançar um livro curioso. Em "Not Gay: Sex Between Straight White Men", algo como “Não gay: sexo entre dois homens brancos e héteros”, ela garante que o sexo entre homens heterossexuais é bastante comum. Segundo Jane, que é lésbica, basta pensar que o fato de uma menina ter relações com outra garota é bastante aceito: elas não se tornam lésbicas ao ficarem com mulheres, do mesmo modo que um homem gay que fica com uma mulher não se torna hétero do dia para a noite – e que muitos meninos já tiveram aventuras com outros sem se tornarem gays.

Como tudo tem dois lados…

Um pesquisa feita no Reino Unido (onde mais?), com exatas 1632 pessoas mostrou que metade delas não se identificou como 100% heterossexual. Diz o instituto YouGov, baseado na Escala de Kinsey – de 0 a 6, na qual zero é exclusivamente hetero e seis é somente gay – que somente 46% dos jovens, todos entre 18 e 24 anos, se disseram “exclusivamente héteros”, contra 6% de exclusivamente gays. Ou seja, 43% estava em algum lugar entre ser hétero ou gay.

Vídeos com teste do tesão entre héteros viram moda; Conheça o “Boner Test”.




O Brasil é um país super machista, onde o carinho afetuoso entre homens é quase que inconcebível. Pode ser de pai pra filho, de amigo pra amigo… enfim!

Mas, lá fora, as coisas são mais descomplicadas e geram comportamentos bastante curiosos. Sempre de olho no que está acontecendo, a gente gosta de lembrar que os goys e os highsexuais viraram notícia no país.

Desta vez, a gente recebeu um vídeo com o “Boner Test”, que podemos traduzir para Teste do Tesão, praticamente uma evolução do Gay Chicken.

*GAY CHICKEN: E a mais nova moda agora é: **Meninos beijarem meninos**.
E´uma grande brincadeira que basicamente consiste em:

-Dois meninos, heteros (ou pseudo-heteros) tem que se beijar na boca, de verdade com língua e tudo, se um deles amarelar é o Gay Chicken da parada!

Caso nenhum deles amarele, daí passam pra próxima fase que é beijar e pegar nas partes íntimas do “adversário”.

Caso nenhum deles amarele de novo…bom não tenho informações do que possa ter acontecido, pelo menos não encontrei ninguém que tenha ido além disto. #masquepena

Voltando ao ``Boner Test``: Para brincar disso, você só precisa ter alguns amigos heterossexuais dispostos a provarem que não são capazes de ficar excitados com suas provocações. Existem diversas formas de testar o companheiro, mas, a mais comum delas, é colocá-lo deitado na cama, só de cueca. Aí, outro hétero precisa ficar por cima, esfregando seu próprio pênis no dele. Você pode até falar umas putarias, dançar sensualmente e exibir seu corpo.

Quem ficar de pau duro, perde! Simples assim. Obviamente, o “Boner Test” está fazendo sucesso entre os gays, já que muitos adoram essa sacanagem entre caras héteros.

Quer ver como funciona? Se você for maior de 18 anos, basta dar play no vídeo abaixo.

BONER TEST


BONER TEST

GAY CHICKEN


GAY CHICKEN



Mulher ateia fogo no pênis do namorado após descobrir traição.




Daí que você descobre que seu namorado está te traindo. O que você faz? Se depender de uma mulher americana, a vingança mais certeira é tacar fogo no pênis dele.

Pois foi exatamente isso que a gata fez, ao descobrir que ele estava lhe botando chifres com uma colega de trabalho. Segundo informações do “Daily Mail”, a namorada traída esperou o parceiro dormir para atear fogo em sua neca.

E o pior: a ação foi filmada e divulgada na Internet nesta segunda-feira. Ainda de acordo com o tabloide britânico, a mulher teria usado removedor de esmalte para incendiar as partes íntimas do namorado.

Japonesa Nissan patrocina  campeonato gay de softbol.




Se por aqui um anúncio com casal gay ainda causa uma polêmica nacional, lá fora, o avanço à inclusão é muito mais nítido.

A famosa fabricante de carros japonesa Nissan vai patrocinar a 39ª edição do Gay Softball World Series.


Uma das equipes, os Renegades, que disputam o campeonato

O evento, com duração de nove dias, já começou e vai até sábado, 22, em Columbus, no Estado norte-americano de Ohio.

Ao todo, 10 mil atletas, treinadores e público participam do evento que conta com competidores de 43 cidades dos EUA.

“É uma honra para a Nissan trazer mais visibilidade aos atletas LGBT que estão competindo nesta semana”, disse a empresa em comunicado.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...