Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Novos ventos: Austrália terá primeiro-ministro  favorável ao casamento gay.


Novo primeiro-ministro pode ajudar a casamento gay finalmente ser aprovado no país


A Austrália passa a ter novo primeiro-ministro da Austrália. Tony Abbott, perdeu o voto de confiança após uma rebelião dentro do Partido Liberal, que elegeu como seu substituto, seu rival, Malcolm Turnbull, de 60 anos, por 54 votos contra 44.

Em campanha para sua reeleição ao Parlamento, em 2008, Turnbull se mostrou favorável a oferecer aos casais homossexuais o direito a receber as mesmas compensações em caso de morte. Já em 2012, defendeu o pleno reconhecimento da união civil entre pessoas do mesmo sexo.

Abbott, pelo contrário votou contra o projeto de lei que legalizaria o casamento gay, que já teve duas versões rejeitadas pelo Parlamento do país.

Elton John quer encontrar o  homofóbico Vladimir Putin.




Elton John disse querer um encontro com o presidente russo Vladimir Putin para lhe dizer o que pensa sobre sua política homofóbica.

“Ele pode rir nas minhas costas quando fechar a porta e me chamar de idiota completo, mas ao menos eu posso ter a consciência de que eu tentei”, disse o músico à BBC.

O convite foi anunciado após Elton se reunir com o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, para pedir que ele sugira alterações na legislação do país para proteger LGBT.

O astro agradeceu Poroshenko por seu “apoio” no Instagram e disse: “Especificamente, pedi-lhe que: 1. Proibição de discriminação no local de trabalho com base em sexualidade e identidade de gênero. 2. Proporcionar sanções penais para os crimes de ódio.”

“Precisamos de empresários ucranianos para criar uma sociedade mais inclusiva e tolerante. Precisamos desta em todos os lugares”, postou Elton John.

"Mas ao menos pode me dizer que tentei", declarou o cantor, que tem junto ao seu marido dois filhos nascidos de uma barriga de aluguel.

A Rússia, onde a homossexualidade foi considerada crime até 1993 e uma doença mental até 1999, adotou em 2013 uma lei que pune com multas e penas de prisão qualquer ato de propaganda homossexual diante de menores.

Os homossexuais são alvos de um número crescente de agressões, com frequência toleradas ou inclusive encorajadas pelas autoridades, denunciou em dezembro a organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch (HRW).

Elton John esteve no sábado em Kiev, onde defendeu os direitos dos homossexuais na Ucrânia, declarando que este país ainda tem um longo caminho pela frente em busca da tolerância.

Medicação preventiva eficaz contra AIDS deve ser oferecida amplamente.




Paris – Um antirretroviral testado como tratamento preventivo em homossexuais expostos ao risco de infecção pelo HIV/AIDS se mostrou eficaz e deve fazer parte das ferramentas básicas de prevenção na população masculina de risco – segundo estudo publicado nesta quinta-feira pela revista britnica The Lancet.

“A redução impressionante dos casos de HIV entre as pessoas que tomam uma profilaxia pré-exposição (ou PrEP), sem aumento notável nas outras infecções sexualmente transmissíveis, é confortante do ponto de vista clínico e comunitário”, ressaltaram os autores do estudo.

Eles se declaram “muito favoráveis” à integração deste tratamento às “ferramentas atuais de prevenção” colocadas à disposição dos homossexuais expostos ao risco de infecção.

Realizado no Reino Unido desde novembro de 2012, o estudo PROUD acompanhou 544 homossexuais não infectados mas que tinham tido uma ou mais relações desprotegidas ao longo dos 90 dias anteriores.

Metade deles recebeu imediatamente uma dose cotidiana de Truvada, um antirretroviral que combina Tenofovir e Emtricitabina, do laboratrio norte-americano Gilead Sciences, enquanto os outros receberam o tratamento de maneira diferente, um ano depois.

Apenas três infecções foram observadas no primeiro grupo, contra 20 no segundo grupo, uma redução relativa do risco da ordem de 86%, segundo a equipe de pesquisadores dirigida pela epidemiologista Sheena McCormack.

Mas desde outubro de 2014, quase um ano antes da publicação dos resultados definitivos, os responsáveis pelo estudo decidiram dar o Truvada a todos os participantes em razão dos resultados preliminares muito positivos.

Levando em conta esta decisão, os autores de um estudo francês semelhante, intitulado Ypergay e comparando a eficácia do Truvada ao placebo, também decidiram permitir que todos os participantes se beneficiassem do Truvada.

Apesar da experiência bem sucedida em vários testes clínicos, o tratamento preventivo contra a AIDS continua a ser muito pouco prescrito no mundo, especialmente por causa de seu alto custo (cerca de 10.000 euros ao ano) e efeitos colaterais como dores de cabeça, náuseas e perda de peso.

“Os serviços nacionais de saúde têm restrições financeiras, mas no podem ignorar os resultados do estudo PROUD e Ypergay”, ressaltaram os autores do estudo britânico.

Em um comentário anexo, os médicos Kenneth Mayer e Chris Beyrer, dois especialistas norte-americanos em saúde pública, acreditam que “a era da especulação já passou”.

"É preciso desenvolver serviços de prevenção à AIDS de escala internacional oferecendo sistematicamente tratamentos PrEP aos que podem se beneficiar”, afirmaram.

Paraná: Justiça permite que gay solteiro  adote criança com menos de 5 anos.


MP queria que homossexual pudesse adotar só crianças a partir de 12 anos


A 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça de Paraná deu parecer favorável a um homossexual solteiro que pretendia adotar uma criança entre três e cinco anos de idade.

O homem já havia ganho o direito em tribunal de justiça local, mas o Ministério Público entrou com recurso discriminatório querendo que ele só pudesse adotar crianças a partir de 12 anos.

Segundo o site Consultor Jurídico, o relator do caso, ministro Villas Bôas Cueva, afirmou que o artigo 50 do Estatuto da Criança e do Adolescente não proíbe a adoção de crianças por solteiros ou casais homossexuais nem impõe qualquer restrição etária ao adotando nessas hipóteses.

O ministro ressaltou que a Justiça paranaense reconheceu, com base na documentação do processo, que o interessado em adotar preenche todos os requisitos para figurar no registro de candidatos à adoção. Ele também destacou que a sociedade vem alterando sua compreensão do conceito de família e reconhecendo a união entre pessoas do mesmo sexo como unidade familiar digna de proteção do Estado.

MEC cria 'comitê de gênero' para dar subsídios para políticas educacionais.




Grupo consultivo foi instituído em portaria publicada nesta quinta-feira (9).

O Ministério da Educação (MEC) instituiu nesta quinta-feira (10) o Comitê de Gênero. O grupo, de caráter consultivo, foi instituído em portaria publicada no "Diário Oficial da União". O objetivo é propor diretrizes e dar subsídios para políticas educacionais.

A criação do comitê ocorre após o debate do tema ganhar importância dentro da aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE) e dos planos municipais e estaduais de Educação. No PNE e em boa parte dos documentos regionais, representantes do legislativo retiraram o trecho que aponta que as escolas devem promover a igualdade de gênero, raça e orientação sexual. Houve pressão de setores ligado às igrejas.

De acordo com o MEC, o comitê deve desenvolver políticas e subsídios para garantir o "direito à educação de qualidade, dentre outras ações, projetos e programas educacionais, com a promoção dos direitos relacionados às questões de gênero, e o enfrentamento das diversas formas de preconceito, discriminação e violência".

O grupo deve ser formado por "servidores da Administração Pública, de organismos internacionais, de entidades não governamentais" e especialistas em assuntos ligados ao tema. De acordo com a portaria, a participação não será remunerada.

Filósofa defende o debate

Na quarta-feira (9), em São Paulo, a palestra da filósofa americana Judith Butler atraiu centenas de pessoas ligadas à pesquisa e à militância das questões de gênero e LGBT, e um pequeno grupo de manifestantes contrários à discussão.

Butler, que foi alçada ao status de celebridade na área após elaborar conceitos que levaram à criação da teoria queer, foi a principal palestrante do Seminário Queer.

"Agora, vai haver uma luta para colocá-lo de volta no plano de educação. Talvez eles vençam. Talvez eles vençam, talvez não vençam. Em outras palavras, vocês são parte de um debate historicamente em evolução nesse assunto. Esse não é o fim da história", disse ela.

Salvador: Engenheiro é morto em casa após  voltar da Parada Gay da Bahia.


Assassinato está sendo investigado pela 1º DHPP


Um engenheiro de 59 anos foi morto a facadas após voltar da 14ª Parada Gay da Bahia, realizada no domingo, 13, em Salvador.

O corpo de Sérgio de Brito Domingues foi encontrado dentro do banheiro com diversas perfurações feitas com uma faca de cozinha no apartamento da vítima, no Morro do Gavazza, bairro da Barra.

O major Edmundo Assemany, comandante da 11ª Companhia Independente da Polícia Militar (11ª CIPM/Barra), afirmou ao Correio 24 Horas que os vizinhos disseram que ele havia voltado da parada gay. A própria vítima teria levado o assassino para casa.

Segundo a administradora Tita Imbassahy, sobrinha de Sérgio, o tio teria permanecido com ela até 13h e depois foi para a casa de sua avó. “Um pouco mais tarde, ele me disse que ia tomar um banho de mar. Ele também falou com outro tio meu, umas 20h, dizendo que estava em casa”, contou à reportagem.

Ainda segundo Tita, Sérgio teria ido à parada gay, mas retornado para casa sozinho. “Quando chegamos na casa dele, os vizinhos nos contaram que ele chegou em casa sozinho. Depois de um tempo, a vizinha que mora no apartamento de cima ouviu um pedido de socorro e desceu para ver o que era. Ela percebeu que o varal da casa dele estava caído e entrou na casa de outra vizinha, que mora em frente ao apartamento dele (Sérgio)”.

A sobrinha prossegue: “Lá dentro elas fizeram ligações para a delegacia. O cara (suspeito) ainda estava no apartamento, porque elas disseram que ouviram ele dizer que ia matar meu tio”, relatou. “Ele era homossexual, mas era muito discreto, muito cuidadoso. Ele não tinha inimizade com ninguém. Acreditamos que quem fez isso foi alguém que sabia que ele tinha algum bem”, analisou Tita.

O criminoso fugiu antes da polícia chegar. O caso está sendo investigado pelo delegado Marcelo Sansão da 1ª Delegacia de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...