Slide 1 Slide 2 Slide 3

Em buscar de um parceiro





O relato de hoje foi enviado pelo visitante Jean e ele nos conta como esta sendo difícil encontrar um companheiro nesse tão disputado e preconceituoso  mundo gay.

Titulo sugerido 



Em buscar de um parceiro





Um pouco da minha estória.
Sou Jean cresci numa família católica praticante, me descobri gay aos 11 anos de idade e nada foi fácil! Bullying e homofobia persistiu toda minha adolescência, desde casa, amigos de escola e mais dolorida por mim mesmo. Fui catequista por três anos e segui cartilha da Igreja Católica, onde ser gay tudo bem, mas praticar o ato em si, jamais. 

Fui casto por mais de três décadas e o desejo por homens nunca diminuiu. Minha única satisfação sexual eram as masturbações semanais. Aos 35 anos fui encantado por um rapaz de 19 anos. Finalmente saí do armário, quebrei meus tabus...

Tivemos namoro conturbado durou um ano entre idas e vindas até um dispensar o outro. Os motivos foram a distância de moradia e tempo, pois ambos trabalhávamos em shopping, o qual toma todo tempo, com exceção a quatro folgas no mês, os quais nem sempre batiam...

Desde então, fui a procura novo parceiro, na minha cabeça, seria algo simples, o que ainda não é!
Nunca fui pessoa baladeira e não curto. Vivo do trabalho para casa e de casa para o trabalho. Mudando de modelo de celular, conheci os aplicativos gays, o qual fiz meu perfil na intenção de arrumar um namorado. Um mês de férias conversei com setenta pessoas, percebi que suma maioria, também gostavam de ser passivo na relação sexual, restringindo meu ideal a busca de um companheiro ativo.

Constatei que próprios gays são bastante preconceituosos seja pela relação a minha idade, hoje com 37 anos, seja por ser pouco gordinho e por minha experiência sexual mínima.
Sempre fui honesto com todos que conversei, marquei 12 encontros os quais levei “bolos”, ninguém apareceu ou se quer deixou uma mensagem “hoje não tem como ir ao cinema”
Dentre eles, beijei 3 pessoas, já outros depois meses de conversas optamos a ir hotel numa amizade colorida e também desistiram, ou seja, a três anos sozinho, cheio de amor para dar e nada.


O que devo fazer? 


Para mudar essa situação? Mentir sobre minha pouca experiência? Sair por aí dando igual chuchu não faz parte da minha índole. Preciso mínimo de intimidade para ir para a cama com alguém.


Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (2) Comente aqui!

2 comentários:

  1. Também passo pelo mesmos problemas e nem sei o que vai ser da minha vida.
    Diego

    ResponderExcluir
  2. Jean, este e um problema que muitos gays sofrem. A procura de um par ideal nao focado somente em sexo, mas de um convivio permanente de repeito e companheirismo.

    Muitos como vc, procura um companheiro, e que nao e´impossivel, pois vemos muitos noticiarios de casamentos homoafetivos em todo o Brasil e no exterior.
    Infelizmente, o Brasil e´um pais de tradiçao machista.

    ;Creio que existam muitos que procuram pelas redes sociais a procura de amor nao visando somente sexo.

    Como o seu caso, ha tempos que vejo relatos como o seu, de marcar encontro e nao comparecimento da pessoa. As vezes, a pessoa compareceu e nao teve coragem ou nao se interessou ao ve-lo. Mesmo assim, que a pessoa se apresente, e conversem, pode nao dar certo tambem.

    E´claro que seria mais possivel de encontrar alguem, no meio em que se ajuntem os gays, e nao em qualquer lugar, pois nao seria viavel distinguir quem e´gay e quem nao e´gay.

    E´ tambem , uma busca que devemos estar tentando continuamente da pessoa ideal.

    Este caso, nao e´apenas uma questao somente de gays , mas tmbm dos heterossexuais. Mas, para nos, gays , e´um pouco mais complicado.

    Se vc nao curte baladas gls, entao , seria as redes sociais o caminho a percorrer. Comece com a AMIZADE , Conheça a pessoa mais intimamente, seja sincero e veja se as perspectivas corresponde com o seu gosto ( nao adianta conhecer alguem e vc ver mil coisas que nao combinam e nao te agrada na pessoa). E´questao de tempo. Quanto mais tempo vc tiver contato com alguem, mais a probabilidade de um encontro dar certo e nao levar um `bolo``, pois todos desconfiam.e o tempo, da mais credibilidade e aumenta a confiança na pessoa..




    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...