Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Eu usei o Fleshlight, aquele masturbador masculino com formato de lanterna.




Você provavelmente já deve ter visto algum vídeo pornô, onde os caras usam esse brinquedinho para satisfazer as necessidades que todo homem tem. Pois bem!

Pra quem não sabe: trata-se de um masturbador, com formato de lanterna (por isso esse nome que faz alusão a flashlight, que é lanterna em inglês). Dentro dele, existe uma borracha que imita pele humana e que tem um orifício no meio. É nele que você enfia o pinto.

Dentro desse “buraco”, os caras colocaram umas texturas malucas, tipo umas bolinhas para dar a sensação de que você está penetrando a bunda de alguém. Pelo menos é o que eles prometem!

O modelo que recebi aqui tem o formato de ânus (com pregas! kkkk), mas também tem com formato de vagina, boca… de todo o tipo. Pra mim, esse masturbador não era novidade, mas até então eu nunca havia usado.


O tal do Fleshlight ficou na minha mesa por algumas semanas, enfrentando meu desdém e falta de tempo até pra punhetinha nossa de cada dia. Aí eu resolvi levar pra casa e o bendito enfrentou o primeiro teste: minha mãe.

Sim! Como toda mãe que se preze, a Dona Ana mexeu no meu armário e encontrou a porra da lanterna no meio das minhas roupas. E sabe o que aconteceu? Nada!

Com a tampa em seu devido lugar, dificilmente alguém vai dizer que você usa aquilo pra putaria. Claro, minha santa mãe é uma senhora inocente, que assiste à TV Aparecida. Fiquei feliz e dei 10 pontos para o item “Ninguém Pode Saber”.

Tempos depois, o namorado foi viajar e me deixou sozinho por dez looooongos dias. Tenho uma vida sexual bem ativa e transo diariamente. Ficar sem sexo por esse período parecia um tormento, até que lembrei do meu Fleshlight: O Masturbador Masculinooooooo (voz de comercial da Polishop) no amário e fui salvo.

Pesquisando, descobri que o melhor jeito de usá-lo é tirando aquela luva masturbadora com o buraco no meio de dentro da lanterna e colocando em um recipiente com água morna. A ideia é deixá-lo quentinho, mais ou menos como deveria ser quando você mete a rola na pessoa de verdade. Mas isso não é nada prático, caso tenha gente em casa, por exemplo. Eu ainda não usei assim!

Peguei meu KY na gaveta, lambuzei o buraco com formato de cu, passei um pouco na cabeça do pau e glooooob. Botei pra dentro! Minha primeira reação foi: Woooooow! Parece um cu de verdade!

O buraco era bem apertadinho (lembra das pregas?), a textura que tem dentro realmente lembra a parte interna de um rabão guloso. Sabe quando você enfia o dedo (ou a mão toda) na bunda de um cara e sente os negócios tudo lá dentro? Igual!

Quando comecei a deslizar o Fleshlight no meu pau, fiquei impressionado com a borracha Real Feel SuperSkin (esse é o nome correto). Não dá aquela gastura de plástico, sabe? Parece pele! Que tesão.

Me empolguei e resolvi sair do modo punheta com a mão dos outros, virei de barriga pra baixo, pressionei o danado contra a cama e comecei a foder o Fleshlight. Com gosto e sem reclamações de que “tá doendo, amor”. Ah moleque!

Ah! Existe uma tampinha na parte inferior da lanterna que controla a intensidade da sucção. Você aperta ou afrouxa, de acordo com sua sensibilidade. Confesso que eu demoro pra gozar, mas com esse masturbador eu vi estrelas em questão de minutos.

Por falar em gozar, por aqui rola um problema sério: eu gozo muito! Jatos e jatos, do tipo que vai pra todo lado e suja tudo. Mas como Fleshlight é fechado na parte debaixo, minha porra ficou toda dentro do copo. Deu até pra dar aquela bombada extra depois de esporrar, sabe? Delícia!

Usei de tudo quanto é jeito, no maior estilo kama sutra. Quando o namorado voltou, a gente também usou durante o sexo. Enquanto eu o comia de frango assado, ele se masturbava com o Fleshlight, como se tivesse num trenzinho de sexo à três. Gozamos juntos! Foi foda.

Encheu o masturbador de porra até ficar desidratado? Não tem segredo! Retire a luva do case plástico e deixe água escorrer por dentro. Você pode até usar um detergente ou sabão neutro, como vem indicado na embalagem. Eu usei o sabonete da pia, mas nem sei se pode!

Depois, basta secar com uma toalha e colocar num lugar que bata um ventinho pra secar completamente. Você pode até usar o secador de cabelo no modo vento. É de boa!

Segundo informações do fabricante, se passar um pouco de maisena (amido de milho) depois de seco, você garante que ele continue macio. Acho que talco também funciona, mas é só um palpite!

Conclusão
Vale a pena! Sério. Seja pra dar aquela aliviada nos momentos de solidão ou para apimentar a relação sexual do dia a dia. O Fleshlight é prático e cumpre o que promete. O preço pode assustar num primeiro momento, mas se você dividir pela quantidade de vezes que vai gozar: investimento com lucro garantido! Aliás, eles têm um que é todo transparante e deve ser muito louco de usar. Ver o pau entrando e saindo… huuum!

Para conhecer todos os modelos, saber quanto tá custando e as formas de pagamento, acesse o site do fabricante e compre direto com quem produz. Depois me conta o que achou!

O que? Depois de ler todo esse texto ainda não confia em mim? Beleza! Coloquei un vídeo do danado funcionando na pratica.



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...