Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Medalhista e herói de Sochi confirma homossexualidade.




Gus Kenworthy, medalhista de prata na prova de esqui livre dos Jogos Olímpicos de Sochi'2014, tornou-se no primeiro alteta de desportos radicais da história a assumir a homossexualidade, num conjunto de entrevistas divulgadas esta quinta-feira, à agência Associated Press e à revista da ESPN.


Atleta disse que preferia ter se declarado como o melhor do mundo e não como o segundo melhor

O jovem norte-americano de 24 anos ficou famoso nos Jogos Olímpicos do ano passado não pela medalha conquistada mas pelo facto de ter adotado uma dezena de cães abandonados, salvando-os da anúnciada morte decretada pelo governo russo.

"Eu sou gay" e "este é o primeiro dia do resto da minha vida" foram algumas das frases escritas pelo esquiador minutos antes de serem publicadas as primeiras entrevistas sobre o assunto.

Miley Cyrus e Jason Collins foram algumas das personalidades a reagir nas redes sociais à revelação do norte-americano.


'Quero namorar homens héteros': Escritor best-seller James Dawson  ssume-se como transgênero.


Escritor prefere ainda ser tratado com o pronome masculino


O escritor norte-americano James Dawson falou sobre sua transição de gênero ao site BuzzFeed. Autor de livros traduzidos em muitos países, como “This Book Is Gay” e “Hollow Pike”, Dawson diz preferir ainda ser tratado com o pronome masculino.

Ele disse que se sentia “diferente” quando criança e que “orava para Deus” para “acordar menina”. Ainda que já pensasse que deveria ser transgênero, Dawson conta que por ter atração por homens, então, se rotulava como gay.

O escritor revela que sempre se sentiu interpretando um papel quando saía com rapazes. “Eu nunca entendi como eles podiam me amar, porque eu me sentia uma farsa”, diz.

James pretende começar o tratamento hormonal em breve. “Eu gosto de pensar que em 2015 ser transexual é tão mainstream que não vai ser um problema”, diz. “Mas haverá, infelizmente, pessoas que vão achar estranho e me preocupa que algum tabloide escreva ‘escritor infantil trans”.

“Eu espero que em um ano eu seja considerada uma mulher e possa sair como uma mulher e namorar homens héteros. Quero ser capaz de andar no sol como uma mulher”, afirma.

Gay vai para festa à fantasia universitária vestido de mulher e beija 175 bofes.




A Fanta Metô, festa dos acadêmicos de uma faculdade particular metodista de São Bernardo do Campo, ABC Paulista, do último dia 03 de outubro deve entrar para a história. Anunciada como a maior festa open bar a fantasia do Brasil, reuniu mais de 10 mil pessoas mas quem mitou foi um gay da cidade que virou celebridade por sua proeza de ir vestido de hippie e ceder aos homens que tradicionalmente agarram as mulheres e as beijam a força nas festas.
 
Cadu Ferraz, 18 anos, foi vestido de mulher e beijou 175 homens!!! Pelas fotos, alguns caras bem lindos e héteros! Não conseguimos falar com ele que mudou de celular e chegou a receber ameaças de morte, os amigos também não quiseram falar sobre o assunto, mas as fotos da proeza caíram na internet essa semana, inclusive conversas do próprio Cadu que foi o responsável pelo número de pessoas beijadas, segundo ele com provas (fotos) de 60 beijos em caras diferentes. Cadu ainda diz que duvida que não sabiam que ele era homem.
 
A brincadeira terminou em B.O. na polícia, teve gente com depressão e foi uma grande dor de cabeça para os marmanjos que se sentiram “enganados” e foram zuados pelos amigos. Cadu saiu das redes sociais e por um bom tempo vai ter que conviver com a repercussão da sua façanha. O pior são as fotos, que indicam que além de se aproveitar dos bênbados da festa, alguém ainda o acompanhava registrando tudo. Mas fica a lição: em open bar não se brinca e beijar a mulherada à força ou sem critério pode fazer o feitiço virar contra o feiticeiro.

 


 


 


 





Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...