Slide 1 Slide 2 Slide 3

ménage à trois



Pessoal  o relato de hoje foi enviado pelo anônimo e ele pede ajuda da galera para ajudar a entender a sua relação com o namorado. 

Ate que ponto uma terceira pessoa pode influencia de maneira positiva e negativa numa relação?

"O ménage à trois é uma prática em que o casal convida uma terceira pessoa para uma noite de sexo."

Título sugerido

    ménage à trois

segue o relato

Vou começar nos descrevendo e como nos conhecemos. Eu tenho (hoje) 21 anos, mas conheci meu parceiro com 17 através da internet. De lá para cá, meu tipo físico não mudou muito: 1,67cm de altura, 82kg, branco, olhos castanhos, gordinho. Na época, meu namorado tinha 38 anos (hoje com 41), também branco e gordinho, olhos azuis, 1,70cm de altura, 86kg. Nos conhecemos num momento em que nós dois estávamos precisando de alguém, conversamos 8 meses pela internet e celular antes de finalmente nos encontrarmos, e quando nos vimos pessoalmente pela 1ª vez, foi incrível, inesquecível!

Bem, altos e baixos acontecem num relacionamento, o tempo passa e depois de três anos, resolvemos realizar uma fantasia de fazer sexo a três. Para isso, convidamos um amigo dele que, embora casado, também é "chegado na coisa". Foi uma experiência ímpar para mim, e pro meu namorado também, certamente, embora ele já tivesse pegado o tal amigo várias vezes antes ao longo dos anos. Tudo teria ficado bem se nós dois não tivéssemos continuado a procurar por um cara para fazer o ménage.
Não encontramos, e ainda tivemos outros contratempos, mas o que aconteceu esta semana me deixou pensativo quanto ao nosso relacionamento.




Eu marquei um encontro pela Internet, e fui lá conhecer o cara. E meu namorado nem se importou! Tudo bem que fui só pra conhecer o cara, avisei-o que não faria sexo se meu parceiro não fizesse conosco (a três), mas o que me surpreendeu foi a reação do meu namorado: ele disse que deixou eu ir porque, já que ele não tem me dado todo o sexo que eu preciso, tem de me retribuir de alguma forma, e se essa é a forma que eu encontrei, que ele aceita! Me disse assim, na bucha, sem nem gaguejar. Ele disse ainda que tem medo de me perder, e por isso me deixa livre. E que quando se solta alguém e esse alguém volta pra gente, então é porque está conquistado!

Isso me deixou pensativo quanto ao que sentimos um pelo outro: já não sei se é amor, parece mais uma amizade recheada com carinho, confiança, afeto, pontinhas de amor, e uma pitada de sexo. E não sei se isso me satisfaz emocionalmente, não sei se é isto o que eu quero pra minha vida, mas ao mesmo tempo não quero perder o que já conquistamos juntos, nossa casinha, nossa geladeira, o relacionamento dele com meus pais, o meu com as irmãs e amigos dele... enfim, pequenas coisas que fazem de um namoro um casamento.

Em mim, sinto que ainda o amo tanto, mas não sei se será o suficiente para acalmar minha sede voraz por sexo. Afinal, nem só de sexo vive uma relação, é necessário ter todo ese carinho e companheirismo que já temos, mas o sexo também é um componente vital, afinal, é uma das coisas que aproxima os casais. Por isso minha cabeça está tão confusa, eu tô com ela transbordando de sexo e tá passando por cima do amor que eu sinto.

E, neste ponto, chego ao meu conflito: o que fazer?

Enviado por anonimo
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (6) Comente aqui!

6 comentários:

  1. Cara, você é muito novo ainda, tem uma vida toda pela frente, ou seja, tem tempo pra parar pra pensar e colocar na balança o que é importante pra você. Pelo seu relato, vocês tem uma relação já consolidada, compartilham uma mesma vida, e é difícil tomar uma decisão de mudança nessa situação. Acredito que a melhor forma de resolver isso é com o dialogo, exponha suas necessidades e medos pra seu parceiro, vocês têm que resolver isso. Mas lembre-se que só terão uma boa relação se os dois estiverem satisfeitos.boas vibrações pra vocês! DACF

    ResponderExcluir
  2. Ola, Anonimo.


    Nesta questao de relacionamento, nao ha outra saida senao a conversa entre os dois , sobre o que esta acontecendo e o que esta incomodando a um dos dois e entrar em entendimento.

    Envolver uma terceira pessoa, nao ha problema se ha consentimento de ambos e que torna a convivencia melhor do que desgastar com a rotina do tempo. Afinal de contas quase todo relacionamento ou se nao todas se desgastam.

    Em recionamentos abertos, sempre surge a questao dos sentimentos um pelo outro e as duvidas, se existe ainda, o amor. Se voces estao juntos . e porque existe amor ,se nao existir discussoes ou conflitos frequentes.

    E´ preciso , dosar as relaçoes com uma 3 pessoa e praticar , as vezes, quando começar a cair na monotonia e avivar o relacionamento a dois.

    Viajar a dois, ter um momento so pra voces , com carinho e com amigos, sair pra algum lugar sao tambem açoes que contribuem pra sair da rotina do dia a dia. Praticar ou fazer algo a dois, seja nos esportes ou na cozinha, tambem sao opçoes validas.

    Relacionamento aberto, nao quer dizer que o seu parceiro deixou de te amar, conquistou confiança , e te deixa livre pra avançar na vida. Ou e´melhor um namorado grudento e cheio de ciumes?

    Bem, neste seu caso, e´se abrir e discutir com ele, sobre o que vc esta sentindo na area emocional. Entrar e ter a certeza de que o amor ainda continua entre voces dois e escutar o que ele tem a dizer. Um tem que cuidar do outro e . possivelmente, ele tambem tenha algo que nao teve coragem de te dizer.

    Tido se resolve numa conversa franca e que ambos entrem em um acordo.

    Abraços e felicidades !!

    ResponderExcluir
  3. Acho que a relação ja deu, partem pra outro.
    Comodismo não alimenta relação.
    Mas pra isso vc precisa descobrir o que quer: um relacionamento a 2 ou sacanagem?
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Volto aqui e digo SEMPRE. Quando o relacionamento entra um terceiro? Não existe mais relação. De onde vem essa ideia louca de menage e tals? TODOS os casais que conheço e praticaram, NUNCA…..NUNCA MESMO, deu certo. Aí tá lá o pessoal cada 2, 3, 5 anos com um diferente, vai entender???? se quer um terceiro na relação eu não vejo aí amor, eu vejo como um amigo que não quer se relacionar e diz: PICA FIXA, ou seja, SEMPRE está lá pra hora que vc quiser um sexozinho.

    ResponderExcluir
  5. Cara, eu namoro há 5 anos, amo meu namorado, ele me ama muito também, e a gente as vezes faz sexo a 3, já deixei ele fazer sexo com alguém que escolhemos juntos, eu já fiz coisas sozinho também, com o consentimento e conhecimento dele, depois de ocorrer, a gente conta ao outro os mínimos detalhes, e isso deixa a gente com muito tesão "A DOIS". Dizer que relacionamento aberto é falta de amor, é muito drástico, acho que essa é a forma mais sincera de se relacionar, claro, não digo com 2,3,6 meses de namoro, que ainda nem foi consolidado nada, mas após anos, e quando a afinidade, confiança e certeza do amor for latente. Se formos sinceros de verdade, o ser humano sempre traí, seja homem ou mulher, principalmente em relacionamentos de muitos anos, e mais hoje, com a internet deixando tudo mais fácil, muito melhor conversar e dividir mais essa forma de tesão, do que fica traindo ou querendo trair, não por falta de amor, mas por necessidade de sentir emoções diferentes. A base de tudo é conversar, deixar claros as regras e os limites, e sempre manter a sinceridade acima de tudo. Você pode amar muito uma pessoa, e ter tesão em outras 1000 pessoas isso é normal, hipócrita é quem diz que um namoro de anos e um amor verdadeiro limita seu tesão aquela única pessoa. Vocês tem uma vida em comum concreta, um relacionamento é formado disso tudo que vcs tem, não só de amor, sexo e tesão. Tenho certeza que após transar com uma terceira pessoa, vc só vai ter vontade e necessidade de está ao lado de quem vc ama, exatamente pq amor e sexo são coisa bem distintas.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  6. Essa historia é parecida com o meu namoro atual, eu tenho 23 anos, com os hormonios a flor da pele, ele 44, na maioria das vezes sem libido. Mas de verdade, eu consigo me controlar, e quando transo com ele, é aquela coisa q me deixa acabado, sempre foi assim. Conversando com ele hoje, ele me confessou q ja pensou na possibilidade de me dar o "passe livre" pra sair com outros, e eu na maior tranquilidade disse q eu não preciso disso. Eu prefiro muito mais ficar abraçadinho nele curtindo um filminho, do q transando, e olha q ele é um tesudo q me deixa maluco. Como sempre as pessoas dizem: a chave pro relacionamento é o Dialogo. E isso a gente tem bastante, eu até falo dos gostosões q tem la na empresa pra ele, e ele leva isso numa boa. Ele me deixa ser sincero, eu sou daqueles q fala o q vem na cabeça, e ele ja disse q isso é algo q ele gosta muito em mim. E tipo, eu acho q tava errado era o gurizão ali, pq ele não gostou da atitude do namorado, mas também podia ter deixado o encontro de lado e voltado pro "amor" dele. Pq uma atitude assim como a do namorado dele só diz o nivel de confiança q ele tem com o gurizão. E outra, se ele é assim com o guri dele, acho q ao invés do guri estranhar, vai la conversar com o namorado, pq caras como o tiozão ai são bem raros de encontrar.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...