Slide 1 Slide 2 Slide 3

DOR DA PERDA.



Segue o relato muito triste do nosso visitante Daniel que perdeu o seu grande amigo e namorado Fernando, e que esta sendo muito difícil superar esse momento, pois a dor da perda e muito grande.

Mas força Daniel,esse momento vai passar ,e o que sempre ira ficar são as boas lembranças,seu namorado esta em um lugar melhor agora e não quer ver você triste.

"Ele disse que era melhor esquecer tudo e ir embora.  Gritei! Disse que não iria. Porém (e aos prantos), ele me disse:


-“Estou com câncer no estomago e não tenho muito tempo!"
Título sugerido

DOR DA PERDA.




Olá pessoal. Tudo bem? Sou Daniel, tenho 21 anos e sou de Volta Redonda (RJ).

Estou passando por um momento muito triste na minha vida e nunca imaginei que nessa idade eu passaria por isso. Porém... Isso está doendo muito. E não tenho mais ânimo para nada.

Conheci o Fernando. Um jovem de 18 anos que era muito divertido e atencioso comigo.Nessa época tinha 16 anos. Acabamos iniciando um namoro bobo sabe? Como morávamos em cidades diferentes, sempre marcávamos algo nos finais de semana: Ir ao cinema, dar uma passada no Shopping para se divertir... E de vez em quando, uma amiga do Fernando nos acompanhava (ela nos chamava de “Mascote Gay” – Rsss).

Por fim aconteceu a nossa primeira transa (e foi algo maravilhoso pra mim). E sem dúvida, estava eu vivendo o melhor momento da minha vida.




O tempo passou. E o Fernando – de um sujeito divertido – acabou se tornando um homem sério (e muitas das vezes frio no tratamento para com as pessoas). Só vivia amargurado e imaginei que o problema era comigo. Mas ele disse que não pois... “era algo que o estava incomodando no serviço”...

Por fim os nossos encontros foram reduzindo ao ponto de não nos encontramos mais. Acabei desistindo quando a nossa amiga em comum disse que ele estava com outro rapaz.
Deixei de lado e segui a vida. Certo dia - passando de ônibus pela cidade do Fernando - o vejo bem abatido ao lado de uma senhora (que mais logo soube que era sua mãe) trafegando pela calçada. Mas o ignorei e segui a minha viagem.


Depois fiquei sabendo através da nossa amiga em comum que ele estava bem doente e em depressão. E que aquela historia que ele estava com outro rapaz jamais existiu.
Pedi que ela me levasse até a casa dele.

Comprei um filme (pirata) e fomos até a cada dele num sábado a tarde. Mas ele não quis nos receber. Ficamos conversando com a mãe dele na sala e ela – chorando -nos disse que desde que ficou doente só fica no quarto, se afastando dos amigos. Ele não queria que as pessoas se preocupassem com ele.

Enfim... Bati a porta do seu quarto e insisti que ele abrisse.
Com muita insistência ele abriu e quando eu o vi... Lhe dei um abraço forte e perguntei:


-“Porquê se afastou de mim”?
Ele disse que era melhor esquecer tudo e ir embora.  Gritei! Disse que não iria. Porém (e aos prantos), ele me disse:
-“Estou com câncer no estomago e não tenho muito tempo!”...
Eu ouvi aquilo... Parecia que estava levando uma facada!...
-“Então você se afasta de mim? A partir de agora ficarei sempre ao seu lado”!
Ele acabou cedendo e chamei a nossa amiga para ver o filme. Ele acabou sorrindo de forma tímida vendo aquele DVD de comédia.


E foi assim durante os dois anos seguintes. O acompanhei sendo amigo e namorado. Juntamente com a sua mãe buscávamos os conselhos de vários médicos, mas as opiniões sempre eram negativas.
O Fernando já estava bem debilitado fisicamente e parecia que era questão de tempo. Até que no dia 21 de maio agora, recebi um telefonema no trabalho. E era a mãe dele. Me informando que ele havia falecido...


Que tristeza foi esse dia. Não tive forças sequer para ir ao enterro. Depois de uma semana, visitei a sua mãe e... Choramos muito.
Ela me entregou um presente e uma carta que o Fernando havia escrito para mim. Ele me deixou as suas coleções de revistas e DVDs e me agradeceu pelos momentos que passamos juntos. No final, ele disse que me amava e me pediu para que visitasse a sua mãe sempre. (essa carta foi escrita no dia 19 de maio – dois dias antes da sua morte).
E desde então não consigo superar essa tristeza e não sei o que fazer! Dói muito no coração...




Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (5) Comente aqui!

5 comentários:

  1. Não faço idéia de como é essa dor, mas sinceramente espero que vc supere e sempre se lembre dos bom momentos vividos aos lado dele!

    ResponderExcluir
  2. Caro Daniel.

    A dor da perda da pessoa amada e´ dolorosa e vc tao jovem sofre dessa perda. Nos todos passamos por essa experiencia, na qual a primeira vez que perdemos um ente querido, sofremos muito.

    Enquanto vivermos, vivenciaremos perdas de entes queridos , ate chegar a nossa vez. E´a lei da vida. O que resta, sao recordaçoes felizes e que ficarao guardadas conosco.

    Nesta vida, nada e´eterno e tudo e´ transitorio.

    Mas o que vai nos fortalecer desta perda, e´que aproveitamos momentos felizes e recordaçoes afetivas intensas. E´isso que vale. Quando vc perder um ente querido, pense como se fosse com vc. Se fosse vc, vc gostaria que as pessoas que as deixa, tistes e sombrios?

    Se fosse comigo, gostaria que os amigos, parentes e pessoas que amamos levassem suas vidas muito felizes e sorridentes, a que tristes , sombrios e depressivos. Lembrarmos que a morte fisica, faz parte da vida, assim e´com todos os seres viventes deste mundo. Faz parte da natureza.

    O que vai nos alegrar e lembramos das situaçoes engraçadas que vivemos, os momentos felizes, os sorrisos e somente momentos felizes que devemos recordar.Nada de negativismo. E esse estado que vai nos impulsionar na vida.

    O mundo foi feito para que nos aprendamos com variadas situaçoes, uma escola da vida. E todos nos estamos aprendendo , mas vai chegar o dia em que TODOS NOS, deveremos deixar a escola.

    Aproveite o que o mundo tem a oferecer de coisas boas, alegrias e fique longe de pensamentos sombrios e negativos.

    Abraços !

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Daniel e todos os leitores do blog...

    Primeiro, quero parabenizá-lo, Daniel, pela sua coragem em dividir conosco seu sentimento, esta é uma das melhores formas de você não se sufocar com tamanha tristeza..... Divida a dor ......

    Perdi meu primeiro companheiro para a violência há quase 22 anos, e muito pouco tempo tive para me despedir dele...... Os tempos também não eram de tanta tolerância como é hoje (Sei que ainda temos muito o que conquistar, mas muito já foi feito... Vejo coisas nas ruas, que seriam impensáveis na minha adolescência) e ao ler seu relato, senti que as últimas palavras dele para mim, não foram ditas apenas pra mim... FORAM PALAVRAS DEIXADAS TAMBÉM PRA VOCÊ... Espero que elas alcancem seu coração, como alcançaram o meu...

    " ... - Não tenha medo por que eu estou morrendo... prefiro morrer agora, com você do meu lado, do que ter vivido uma eternidade sem ter te conhecido... Eu só te peço uma coisa.... Deixe eu partir tendo a lembrança de teu sorriso..."

    Nesse momento, não sei de onde tirei forças pra sorrir pra ele, mesmo em meio as lágrimas... Ele fechou os olhos e os médicos tentaram reanimá-lo, mas nada adiantou... Uma das coisas mais difíceis que já fiz na vida, foi ter que olhar para a mãe dele e explicar que o filho dela morreu me protegendo... Ela não me entenderia... A maioria dos héteros não entende que amor independe de sexo... Então disse pra ela: "- Ele era meu melhor amigo... ele pediu pra lhe dizer que a ama muito."

    Escondi nosso amor dela, mas não de meu coração, pois sabia que no fundo, ele estaria em paz se eu fosse feliz.... por mim e por ele. Então, depois de uma profunda reflexão, percebi que ao sorrir para a vida, levaria o sorriso dele comigo e honraria sua memória sendo uma pessoa melhor, mais feliz, sem reclamar da vida que me foi presenteada...

    É o conselho que lhe dou: "VIVA A VIDA.... POR VOCÊ E POR ELE !!!"

    Ele o queria feliz, então não deixe que ninguém lhe diga o contrário, você é especial e Deus o colocou na sua vida para que você percebesse isso... Honre a memória dele sendo a pessoa maravilhosa por quem ele se apaixonou.... e eu garanto à você.... que quando lembrar dele... ao invés de chorar... VOCÊ VAI SORRIR...

    ResponderExcluir
  4. DANIEL ESTE MOMENTO SERÁ SUPERADO EM SUA VIDA.INFELIZMENTE ALGUMAS PESSOAS TEM PASSAGENS MAIS RÁPIDAS DO QUE OUTRAS PELA TERRA. MAS ISTO NÃO AS TORNA MENOS IMPORTANTES OU MARCANTES EM NOSSAS VIDAS. TUA TRISTEZA TAMBÉM SE DEVE HÁ PROVAVELMENTE ELE TER SIDO O PRIMEIRO RELACIONAMENTO QUE TEVE, COMO GAY E 0 PRIMEIRO CONTATO COM ALGUÉM QUE TE AMOU, PELO QUE VOCE É, E VOCES 2 COMPLETAVAM-SE. PORÉM SUA VIDA TERÁ OUTROS CONTATOS, OUTRAS AMIZADES E NOVOS AMORES E O SEU FALECIDO NAMORADO OLHARÁ SEMPRE POR VOCE E ESTARÁ DESEJANDO A VOCE E A TODOS QUE TE CERCAM, O MELHOR , A FELICIDADE. ACONSELHO A PROCURAR UM PROFISSIONAL DA AREA DE SAUDE- PSICOLOGO E CONVERSAR A RESPEITO DA SUA SITUAÇÃO E TE DESEJO DE TODO CORAÇÃO QUE VOCE SE RECUPERE E QUE SAIBA, QUE A VIDA É FEITA DE PERDAS E GANHOS, ACERTOS E DESACERTOS. VOCE É NOVO, MUITA COISA ACONTECERÁ NA SUA VIDA. QUEM DIZ ISSO, É UM BALZAQUIANO DE 35 ANOS, QUE SABE BEM AS DIFICULDADES ENFRENTADAS AO LONGO DA VIDA. TE DESEJO DO CORAÇÃO MUITA PAZ E QUE SUPERE ESTA FASE DIFICIL DA SUA VIDA.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Aceita parceria? Adicionar o meu e comunicar para que eu possa fazer o mesmo.
    Abraço!

    Hiper Dotados
    www.hiperdotados.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...