Slide 1 Slide 2 Slide 3

Fique por dentro


Selinho gay em programa infantil japonês




Vamos falar de polêmicas? ^_^


Para quem curte os seriados infantis japoneses que servem de base para as versões "Power Rangers" no Ocidente: Existe um programa chamado ToQger. MASSS... Numa série de temática "infantil"... Tivemos uma grande polêmica acerca de um polêmico "selinho gay" que ocorre lá pelo episódio 34.

Muitos Brasileiros reclamaram dessa cena nas redes sociais(que só serviu para surgir MAIS e MAIS “haters” não somente da série ToQger em si, mas... Deste tipo de série na atualidade). MUITOS reclamam que a Toei e seus roteiristas estejam "aviadando” os seus heróis e estimulando as crianças a se tornarem “gays” por causa de cenas como essa.

Mas, será que é isso mesmo?...

- ANALIZANDO O CONTEXTO DA CENA E DA SÉRIE




Apenas informo que:

1 - O personagem Akira NÃO é Humano. Ele NÃO conhece os costumes humanos (como a Anri em Jaspion por exemplo). Ele NÃO está familiarizado com o ato de “beijar” - Para ele, beijar tanto a Mio como aquele “fã de animes" chatonildo não tem a menor diferença.

2 - Akira estava pronto para beijar. Mas beijar quem? Mio? Não! Ele percebeu que ela NÃO queria. Mas o "fã de animes" queria porque queria ver um beijo e insistiu nisso. Por isso que ele foi direto ao garoto, pois ele acreditava que o beijo que o mala queria era NELE e NÃO nela!



3 - O beijo aconteceu SEM QUERER. Enquanto o Akira estava pronto para beijar o "fã de animes", esse estava evitando o beijo de qualquer jeito. O selinho só ocorreu porque o Tokatti tropeçou na pedra e fez com que ocorresse o tal selinho. Se o Tokatti NÃO tropeçasse numa pedra, com certeza o tal selinho gay JAMAIS iria acontecer!

4) Surprise procês! A galera acha que ToQger foi o PRIMEIRO seriado nesta linha a exibir um selinho gay? Em 2003, o seriado da época Abaranger, nos apresenta o SEGUNDO selo gay da franquia. Numa cena, Yukito usa seus dons de cura num jogador de beisebol norte-americano. Esse mesmo jogador, depois de ter sua coluna restaurada, ficou tão mas TÃO eufórico que dançou e... roubou um BEIJAÇO do Yukito que ficou estupefato! Na segunda tentativa, o Yukito o proibiu de dar outro beijo ^_^!


- O QUE APRENDEMOS DESTE EXEMPLO?...


Primeiro: Os japoneses se mostram evoluídos, pois desde os tempos remotos, séries 100% dedicadas ao público infantil atravessaram décadas mostrando algo que - para a mente ultraconservadora malafaiana ocidental é 'Terrível': Que um “selinho” entre dois homens é algo ofensivo e anormal.



Segundo: NINGUÉM se torna gay só de ver dois sujeitos em décadas diferentes trocando um mero selinho.

MUITAS crianças não viraram adultos "gays" apenas por verem personagens de programas infantis se "beijando". MAS... Pelo menos as crianças japonesas são educadas por estas mesmas produções que existem sim, homens que se envolvem com homens e mulheres que se envolvem com mulheres (como vimos em Sailor Moon por exemplo)!...



Terceiro: NADA nessas produções são mostrada de forma indecente, com o intuito de forçar as crianças a virarem gay .Tudo foi mostrado de forma inocente, sem malícia alguma. Foram cenas para divertir o público.

Quinto e último: Os seriados atuais não estão mais “gays” por causa de um selinho. Eles estão mais “coloridos” porquê as crianças japonesas atuais estão mais consumistas e mais exigentes com relação ao formato das séries que assistem.

Com essa explicação, espero que parem com esse preconceito de que os seriados japoneses atuais estão “gays”. SE DIVIRTAM POR ALGO QUE PODE SER BOM! Tokusatsus são ENTRETENIMENTO. Não uma "religião" ou "estilo" de vida!

(Texto adaptado por Claudio Roberto)
Poderá gostar também de:
Postado por Dino | (6) Comente aqui!

6 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...