Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Aos 72 anos, atriz Holland Taylor revela ser lésbica.




A atriz americana Holland Taylor, mais conhecida como a mãe de Charlie Sheen na extinta série Two and a Half Men, confessou, aos seus 72 anos, que é homossexual.

Taylor assegurou que não está 'saindo do armário', porque ela nunca esteve dentro, e comentou que nunca falou sobre isso antes, pois não considerava que era algo que fosse relevante para a sua carreira televisiva, mas decidiu finalmente tocar no assunto 'depois de se apaixonar e encontrar sua alma gêmea'.

Taylor só não quis expor quem é sua companheira, embora tenha confessado que se sente feliz.

"É a coisa mais maravilhosa e extraordinária que jamais aconteceu na minha vida", disse ela sobre a nova paixão.


Sarah Paulson e Holland Taylor

A escolhida?

Porém, os curiosos de plantão, claro, não deixaram de fazer suas apostas de quem seria a amada da atriz. De acordo com o site Autostraddle, a escolhida de Holland seria a atriz Sarah Paulson, de 40 anos, famosa por estrelar o seriado American Horror Story. As duas foram vistas diversas vezes nos mesmos eventos no último ano, o que levantou rumores. Elas estiveram na première de Carol, novo filme deCate Blanchett, em que ela vive um romance com uma mulher (papel de Rooney Mara) nos anos 50. Além disso, atriz de AHS também foi prestigiar Holland na Broadway, quando a veterana estreou seu novo eseptáculo, Ripcord, no último dia 20.

Além disso, um post de Holland em seu Twitter, feito no dia 17 de novembro, deu ainda mais margem para os boatos. Com um vestido de gala e decotado nas costas, Sarah posou para uma foto e Holland legendou: "Quando a legenda falha...". De acordo com o Autostraddle, as duas ainda têm trocado diversas mensagens nas redes sociais.

Momento de adaptação

Ainda surpresa com a novidade em sua vida de estar em um relacionamento homossexual, Holland confessou que ainda está se habituando à situação. "Sinto, durante esta conversa, que há um incômodo. Agora eu me sinto muito muito tímida com isso tudo. Eu venho lutando com isso ultimamente porque muitos dos meus relacionamentos foram com mulheres e eu não gosto de ficar falando sobre elas. Afinal, não gosto de falar de política e os relacionamentos acabam caindo no campo político, que é algo que discordo que seja. Acho que somos ridículos por lidar com isso assim. As pessoas chegam em mim e perguntam: 'Então, você saiu do armário?'. Respondo: 'Não, eu não saí do armário, porque sempre estive fora. Eu vivo para fora'".

Discrição

Mesmo discreta com relação à sua nova companheira, Holland revelou: "Há uma grande diferença de idade entre nós, o que com certeza choca muitas pessoas e me assusta. Mas não é algo novo para mim. Eu nunca vivi por um longo período com ninguém, realmente unindo minha vida à de outra pessoa. Agora estou fazendo isso e a diferença de idade é interessante. É um aprendizado e me sinto sortuda de ter a oportunidade de ter isso. Tem sido incrível", finalizou.


Filha de Johnny Depp assume ser bi e ator afirma:“todos os meus personagens são homossexuais”




Lily-Rose Deep, modelo e atriz, filha de Johnny Depp e da também modelo Vanessa Paradis, assumiu ser bissexual através da sua conta de Instagram. Já o ator admitiu que "todas as minhas personagens são homossexuais".

Johnny Depp que há duas semanas falou sobre as suas personagens e os percalços com as filmagens da saga “Piratas das Caribe” em torno da excentricidade da sua personagem, o capitão Jack Sparrow, acabando o ator por afirmar: “as minhas personagens são todas homossexuais”, reage agora com tranquilidade ao ver a sua filha de 16 anos, assumir a sua bissexualidade na rede social Instagram.



Em relação às personagens que assume e ao cunho homossexual que introduz nas mesmas, Johnny conta que dada a sua excentricidade na interpretação de Jack Sparrow, a equipe técnica não ficou satisfeita com as primeiras gravações, o que motivou uma discussão entre os realizadores e produtores e o actor, acabando Depp por afirmar que todas as suas personagens são homossexuais e que lhes imprime uma certa excentricidade. De recordar que esta interpretação deu ao ator a sua primeira nomeação a um Óscar como Melhor Ator Principal.

Já em relação à sua filha, Lily-Rose Depp, esta assumiu a primeira vez em Agosto a sua ser bissexual e o pai, Johnny Depp, reagiu com naturalidade, afirmando agora ao Daily Mail que a filha não tem segredos para consigo e que já sabia da orientação sexual da filha.

Johnny Deep acrescentou: “Ela tem milhares de seguidores no Instagram que ficaram surpreendidos. Mas eu não. Ela conta-me tudo, não tem medo de contar nada. Somos muito próximos e tenho muito orgulho na nossa relação.”.

Sobre a forma como entende a orientação sexual da filha, Johnny afirmou ainda: “Os miúdos fazem as suas próprias decisões e a única coisa que se pode fazer, como pai, é apoiá-los. É o que eu faço. (…) Ela é dos seres humanos mais inteligentes que conheci.”.

Ainda assim confessa que: “O que está a acontecer com Lily-Rose não é algo que eu esperasse que acontecesse tão cedo! Isso é certo!”

O que você faria se seu filho fosse gay?



Essa parece uma pergunta simples, mas colocada em prática se transforma em um monstro de 7 cabeças. O canal Culture Beats fez essa pergunta para diferentes pessoas vindas do mundo inteiro para ver como seria sua reação ao saber que seu filho seria gay, e as respostas foram muito variadas.

Enquanto muitos disseram que apoiariam acima de qualquer coisa, outros se chocaram e deram respostas violentas/grossas.

No começo, uma mulher fala: Bem, você não pode fazer nada sobre isso, porque isso não é uma decisão que ele tomou. Ele meio que nasceu com essa condição, então tudo que você pode fazer é aceitar e apoiar.

Após isso, um outro homem que não aparece diz que é errado, pois vai contra as leis naturais. Um senhor diz que se caso seu filho ou filha fosse gay, ele gostaria de entender com ela/ele se sente. E faria de tudo para que sua criança fosse feliz, não importa ser gay ou hétero.

1:55
Eu provavelmente ficaria triste, eu quero que meu garoto tenha uma mulher e minha menina um homem. Mas eu acho que iria acabar aceitando no fim das contas. Mas eu não ficaria feliz.

Ao fim, uma mulher diz que ficaria muito triste e procuraria um médico para entender o porquê de seu filho ser gay. Se são seus hormônios que Deus o deu, ou porque a sociedade fez sua cabeça. Ela tentaria ajudar o filho.

E você, como reagiria se seu filho fosse gay?
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...