Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Fundamentalismo religioso: Estado Islâmico joga mais dois homossexuais de prédio como punição na Síria.


Morte se junta a longa lista de atrocidades cometidas pelo grupo


Desde que tomaram grandes territórios na Síria e no Iraque, membros do EI (Estado Islâmico) estão condenando pessoas arbitrariamente, de acordo com sua interpretação radical da sharia, a lei islâmica, e impondo punições cruéis pelos supostos crimes.


Diante de uma plateia enfurecida, um homem usando uma máscara do Estado Islâmico lê a sentença dos dois homens na cidade de Palmira. Eles foram condenados à morte por serem gays.”Eu preferiria que você atirasse na minha cabeça”, implora um dos homens. Em seguida, os dois são jogados do prédio.

As imagens da execução dos dois sírios foram divulgadas nesta quarta-feira (2) e rodaram o mundo. Hawas Mallah, 32 anos, e Mohammed Salameh, 21, foram segurados pelos pés e jogados de cabeça.

A perseguição de homossexuais por militantes do Estado Islâmico é ostensiva e já executou outros 36 homens, jogando-os do topo de um edifício alto, segundo o jornal “Daily Mail”. Conhecido por seus métodos cruéis de torturar e matar reféns, o EI reserva algumas das piores execuções para homens acusados de serem gays.

**COMENTARIO DO ANDY: Durante toda a historia da humanidade, a religiao e´a causa principal de guerras, homicidios, sofrimento humano. Religiao existe para, sempre proveito de seus lideres e manipular seus fieis (em nome de um deus que nao tem poderes, senao para ser atuado por homens mediocres e sem escrupulos) para alcançãr seus objetivos. Lamentavel, morte de seres humanos por um povo (EI) que vivem ainda na IDADE MEDIA, parados no tempo.

Mais uma região do Japão  aprova a parceria civil gay.


Cidade começará a emitir certificados em junho de 2016


A cidade de Takarazuka se tornará, a partir de junho, a ser a terceira região do Japão a passar a emitir certificados de “parceria” para casais gays.

“Uma das principais missões dos governos locais é ficar do lado de pessoas que se sentem desconfortáveis vivendo nesta sociedade”, disse o prefeito Tomoko Nakagawa, na segunda-feira, 30.

“Este é um passo a frente para incentivar na direção do reconhecimento de casamentos do mesmo sexo em todo o Japão”, afirmou Nakagawa.

Takarazuka é o primeiro governo local na região ocidental de Kansai do Japão a reconhecer uniões do mesmo sexo e o terceiro depois dos distritos de Shibuya e Setagaya de Tóquio, que possuem suas próprias prefeituras.

Boxeador homofóbico é eleito  personalidade do ano.


Boxeador comparou homossexuais a pedófilos


A rede inglesa BBC colocou na sua lista de Personalidades do Esporte do Ano o nome do boxeador Tyson Fury. O canal o considera o boxeador “mais carismático desde Muhammad Ali” e agora é alvo de protestos no Reino Unido.

O motivo é porque Fury declarou este ano que a homossexualidade leva ao Apocalipse. Retrógado e homofóbico o esportista colocou a homossexualidade junto á pedofilia.

Uma petição aberta no site Change.org pede que a BBC retire o nome de Tyson de sua lista. “Os jovens precisam de personalidades do esporte que eles possam se espelhar e não pessoas que expressam opiniões homofóbicas ultrajantes, que podem causar assédio moral e automutilação”, diz o texto do abaixo-assinado.

Gays e lésbicas casam mais tarde no Brasil diz relatório do IBGE.




Com 4.854 casamentos entre pessoas do mesmo sexo em 2014, o casamento gay no Brasil foi regulamentado depois de decisão em maio de 2011 do Supremo Tribunal Federal que reconheceu a igualdade da união estável entre pessoas do mesmo sexo e consequentemente o direito ao casamento. Em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça emitiu norma que exigiu que todos os cartórios do país acolhessem o pedido sem discriminação, o que viabilizou os casamentos por todo o país.

Nos casamentos homoafetivos, a idade média observada foi de 34 anos tanto para homens quanto mulheres, enquanto no casamento heterossexual a média foi de 30 anos para homens e 27 para mulheres.
 
Ainda segundo as Estatísticas do Registro Civil 2014 do IBGE, divulgadas na última sexta-feira, 50,3% das uniões gays foram do sexo feminino e 49,7%, do masculino. Estas uniões se concentram na região Sudeste, com 69,9% do total. São Paulo é o estado campeão em casamentos gays, com 60,7% de todas as uniões sendo registradas por lá.  Os casamentos gays representam menos de 0.5% das uniões registradas no país e o crescimento em relação ao ano anterior em números absolutos foi de 1.153 uniões a mais em 2014, comparados a 2013, um crescimento de 31,2%.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...