Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ





Os textos apresentados nesta seção buscam ilustrar situações, angustias, problemas e experiências vivenciadas por homens gays. Não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios que tem por finalidade apresentar possibilidades de enfrentamento para as questões representadas.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.

Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.
Bem, vamos ao tema de hoje:

Meu companheiro quer parar com o tratamento para o HIV. Como posso ajudá-lo?         
Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com



Meu companheiro é soropositivo há 8 anos e iniciou o tratamento com coquetel há 3 anos. Tudo estava indo bem, sempre o apoiei nessa jornada e ele parecia ter superado algumas dificuldades que tinha em relação a isso. Mas faz 3 meses que tenho percebido ele descuidados com os horários da medicação e um pouco depressivo. Ele já manifestou a vontade de parar com o tratamento e sei que isso pode ser nocivo para saúde dele. Tento colocar na cabeça dele que ele tem uma vida normal, mas isso não parece suficiente. Parece que ele não tem mais sonhos.  O que posso fazer para ajudá-lo?

 Kleber, 43 anos 

           

A preocupação de Kleber é uma linda e sincera declaração e prova de seu amor. Estatisticamente falando, há pesquisas que mostram que as pessoas que convivem com o HIV demonstram melhora no quadro geral quando “vivem bem”. E viver bem não está relacionado apenas a uma alimentação balanceada e saudável e prática de exercícios físicos. Viver bem é também viver com prazer, com momentos de alegria e com amor.


Infelizmente o quadro de depressão é comum em pessoas soropositivas e entendo que a psicoterapia é indispensável.  O acompanhamento multidisciplinar auxilia na melhora da qualidade de vida e consequentemente na expectativa de vida.


Você diz que tenta colocar na cabeça dele que ‘ele tem uma vida normal’, mas entenda que é difícil para ele ver as coisas dessa maneira.  Embora todos nós saibamos que a única certeza da vida é a morte e que todos estão sujeitos a morrer em qualquer instante, vivemos com a ilusão da imortalidade.

           
O paciente que é diagnosticado com o HIV ainda costuma pensar que isso é sua sentença de morte, em virtude do inicio do enfrentamento ao vírus que fez muitas vitimas nas primeiras décadas que sucederam a sua descoberta.  Isso não é mais verdade.  Não há cura ainda, mas há tratamento e controle como ocorre com diversas outras doenças crônicas.

O cuidado que você tem com o seu companheiro é uma grande forma de ajudá-lo. Você ainda pode ajudá-lo a resgatar seus sonhos... Façam planos de pequeno e longo prazo. Tente inovar a rotina, busque por novas atividades cotidianas e acima de tudo, continue lhe dando todo esse carinho e amor que você sente por ele.  
   



Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...