Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Excesso de masturbação pode diminuir sua sensação de prazer, diz estudo.




Olá punheteiro! Longe de mim acabar com sua diversão, mas um novo estudo sugere que o excesso de masturbação pode diminuir a sua sensação de prazer. Os cientistas Dr. Stuart Brody e Tillman Kruger descobriram que há uma concentração 400% maior de hormônios como a ocitocina e a prolactina durante a relação sexual do que em orgasmos alcançados por meio masturbação.

Mas o que isso significa? Para entender essa questão, saiba que a ocitocina está diretamente relacionada ao prazer e satisfação sexual. Ou seja: quando você se masturba, a satisfação é 400% menor do que em uma relação sexual.

Por isso, de acordo com a pesquisa, quanto mais você se masturba, menos quantidade do hormônio ocitocina é produzido e, assim, seu cérebro fica esperando uma onda de prazer que nunca chega.

Em resumo, quanto mais vezes isso acontecer, mais tolerância você cria e, com ela, um vício maldito, já que a satisfação com a masturbação não será tão alta quanto seu cérebro espera. Com isso, você pode se masturbar cada vez mais e mais vezes por dia e ficar frustrado por não sentir o mesmo prazer que sentiu nas primeiras vezes.

Para os cientistas, no entanto, se você está se masturbando muitas vezes, do mesmo jeito de sempre, e não consegue encontrar a mesma satisfação, a culpa talvez não seja dos hormônios.

Segundo um artigo sobre a “Death Grip Syndrome” – uma condição causada pela masturbação em excesso onde a força da mão tira a sensibilidade dos nervos no pênis, reduzindo o prazer do ato – o Doutor Michael A. Parelman advertiu sobre a importância de mudar os movimentos na hora de se masturbar: “tente mudar as formas de estimulação do pênis para que seu corpo consiga responder de várias formas diferentes e, assim, evitar a falta de sensibilidade nos nervos”.


Os 7 fetiches mais comuns no mundo gay.



Todo mundo tem fetiches e não adianta negar. Fantasias sexuais com objetos, cheiros e até violência são coisas que vivem no imaginário das pessoas. Felizes são aqueles que conseguem realizar seus desejos e matar suas vontades.

Mas será que os fetiches gays são muito diferentes dos que os héteros têm? Abaixo, a gente listou  7 fetiches curiosos, que são bem comuns universo gay. Tenho certeza que você vai se identificar!


7- Salirofilia



Enquanto muita gente prefere ir para debaixo dos lençóis com parceiros limpinhos e perfumados, há quem fique excitado por gotinhas e cheirinho de suor (não estamos falando necessariamente de mau odor, ok?). A salirofilia também se refere à atração pela saliva e pelo desejo de lamber os parceiros suados.

6- Hibristofilia


Sabe quando você olha o boy na balada e pensa: Se eu levar pra casa ele me come, me dá uma surra e leva meu hometheater? Então, seu fetiche é o hibristofilia! Seus adeptos sentem um desejo irresistível de fazer sexo com parceiros perigosos.
5- Urolagnia



Se você curte levar uma mijada, ou mijar no parceiro, urolagnia é o nome de seu fetiche, que nada mais é do que obter prazer sexual ao entrar em contato com o xixi de outra pessoa, ou ao urinar em alguém.

4- Tricofilia


Se você ama os caras ursos, cabeludos, barbudos e ainda mais, pelos pubianos, você é um tricofalo.

3- Klismafilia



Há quem fique de pau duro quando faz a chuca? Pois é, tem gente que tem prazer sexual alcançado pela prática do enema, ou seja, a prática de introdução de água ou outros líquidos no orifício anal. Tem gente que faz com leite (de vaca)!

2- Odaxelgania



E quem disse que a mania de morder não era fetiche?

1- Bondage


Amarrar o parceiro é um dos fetiches de dominação e submissão mais fantasiados pelas pessoas. Deixar que o outro faça o que quiser ou estar no comando da situação é aquilo que excita o parceiro.
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...