Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Bombástico: Gato Charlie Carver, gêmeo de Teen Wolf sai do armário no Instagram.




Charlie Carver, gêmeo que ao lado de seu irmão Max fez sucesso em Desperate Housewives, Teen Wolf, The Leftovers e I Am Michael saiu do armário pelo Intagram HOJE(quarta-feira: 13/01). Em cinco posts intitulados "Seja quem você precisou enquanto é mais jovem", de uma placa que ele leu e o inspirou a se assumir, o ator de 27 anos declarou ser gay.

"Eu queria acreditar em um mundo onde a sexualidade de alguém não é a parte mais importante... porém, como ator, eu acreditava que a minha responsabilidade com o público e o mercado era me manter benevolentemente neutro. Eu era uma tela, um camaleão, o próximo personagem. Então, agora, deixe ser registrado isso: Eu me considero gay. E isso importa para alguém mais? Como jovem gay, eu precisava de um jovem gay em Hollywood para me dizer isso - e sem ser um idiota sobre o assunto, eu devo isso a mim mesmo, mais do que nada, ser quem eu precisava quando eu era mais jovem", declarou o jovem.

Charlie interpreta um amante gay ao lado do casal James Franco e Zachary Quinto na biografia "I Am Michael", sobre o ex ex gay Michael Glatze, fundador dos grupos de terapia de conversão, cura gay, nos EUA.

Tribunal chinês aceita o primeiro pedido de casamento gay no país.



Nos últimos dias, a gente teve notícias preocupantes para a comunidade LGBT vindas da Turquia e da Rússia, mas também temos um movimento positivo.

Um tribunal chinês aceitou, pela primeira vez no país, uma demanda de um homossexual que solicitou o direito de se casar com seu parceiro.

Segundo o jornal oficial “Global Times”, o tribunal, na cidade central chinesa de Changsha, admitiu o trâmite da demanda apresentada pelo ativista gay Sun Wenlin, de 26 anos, contra o departamento de assuntos civis local por não permitir que ele se case com seu namorado, de 34 anos.

Sun apresentou o pedido em 16 de dezembro, após um funcionário local rejeitar sua solicitação de registro matrimonial com o argumento que “só um homem e uma mulher poderiam se casar”, apontou o jornal.

A decisão preliminar dos tribunais foi considerada pela militância da China como um passo histórico, embora espera-se que os juízes demorem ainda seis meses para dar seu veredicto final.

O caso foi levado à justiça aproveitando certas lacunas na Lei de Casamento daquele país, que não diz expressamente que essas uniões devam ocorrer apenas entre pessoas de diferente sexo.

Aparentemente, não se fala no texto de “homens” e “mulheres”, mas são usados os termos “marido” e “esposa”, e no idioma mandarim, a semelhança do inglês, muitos substantivos não têm gênero masculino ou feminino.

Vale lembrar que a China tinha o hábito de enviar os homossexuais a campos de trabalhos forçados sem se preocupar em levá-los a julgamento. O país ainda tem muitas restrições contra os homossexuais.


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...