Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Mãe proíbe filho de ter aulas com professor gay e ele dá a melhor resposta.




Não é de hoje que a religião é usada pra justificar preconceito e intolerância. Pois é! Foi o que aconteceu na cidade de Kidderminster, na Inglaterra. O professor do Ensino Básico, Michael Neri, recebeu um SMS da mãe de um aluno, dizendo que ele não deveria ensinar seu filho porque é gay, afirmando ainda que iria tirar seu filho da escola pra que ele não frequentasse suas aulas.

Como se não bastasse, ela ainda pediu de volta todo seu dinheiro gasto em mensalidades. “Eu conheço seu estilo de vida. E como uma verdadeira cristã, não posso permitir que meu filho seja influenciado por seu comportamento nada convencional e suas ideias. Segundo minha fé, ele deve se casar com uma mulher”, escreveu ela na mensagem.

Sem perder a classe, e com toda paciência, o professor respondeu a mensagem de texto da mãe, sambando na cara dela:

“Olá. Estaria mentindo se me dissesse surpreso com a sua mensagem. Saiba que minha maior lição aos meus alunos é ensinar respeito, igualdade e amor para com os outros. Seus ensinamentos é que corrompem a nossa família. Até o que eu sei, minha sexualidade não interfere na minha habilidade de ensinar, assim como não afetaria, por exemplo, um médico do seu filho, caso ele ficasse doente, de tratá-lo devidamente. Ou você iria checar o “estilo de vida” do doutor enquanto seu filho corre risco de vida? Te desejo toda sorte em encontrar uma escola de acordo com as suas exigências. Poderia indicar alguma, mas não conheço nenhuma em que, por exemplo, professores não possam usar roupas de tecidos misturados, o que também é condenado pela Bíblia no Levítico 19:19, como você deve saber , já que é tão fiel a sua fé. Ah, você também está convidada pra aparecer na nossa apresentação musical das crianças de “Happy Days”. Mas verifique se confete é permitido na sua religião, não quero corromper seu estilo de vida cristã. Infelizmente, depósitos de mensalidades não podem ser devolvidos, mas não se preocupe, farei com que as suas sejam doadas para a StoneWall, uma ONG LGBT. Atenciosamente, Michael”.

Ele ainda divulgou o print da mensagem aos jornais locais, sem revelar o nome da mãe (mas devia!) e do aluno:



Além de, segundo algumas leituras equivocadas e interpretações, condenar “homossexualidade” e “usar roupas de tecidos diferentes”, sabe o que mais a bíblia condena?



Em vídeo, Youtuber Calum McSwiggan diz que já fez pornô gay por dinheiro.


VEJA NO YOUTUBE ( I Did Gay Porn & I´m Sorry)

O Youtuber Calum McSwiggan de 25 anos revelou recentemente aos seus seguidores que há seis anos atrás ele fez filmes pornôs gay.

“É algo que eu tive que esconder da minha família e dos meus amigos até esses dias, e isso é algo que eu também tenho escondido por muito tempo de todo mundo”. Em um vídeo lançado no último dia 17, ele afirma que as 19 anos teve que fazer isso pois não havia outro jeito de conseguir dinheiro: “Não tem uma forma fácil de dizer isso, mas quando eu era adolescente, eu fiz pornô gay”.

Calum decidiu guardar este segredo a 7 chaves pois não queria decepcionar sua família. “Eu não queria que meus pais descobrissem isso porque eu não queria eles sentissem vergonha de mim e muito menos que eles se culpassem, mas ninguém tem culpa aqui tirando eu. Eu cometi um erro em um momento de desespero e agora eu tenho que viver com isso pro resto da minha vida”.

Ele explica que a situação veio depois que ele foi mandado embora do trabalho por ser gay. “As contas estavam chegando tão depressa e eu tinha que pagar o aluguel. E foi quando a oportunidade de fazer shows na webcam com dois amigos apareceu. “Quando começamos não fazíamos nada além de conversar com quem estava assistindo com nossas roupas levantadas e a gente via o quanto de dinheiro poderíamos ganhar. Era tão fácil que tínhamos dinheiro para pagar o aluguel de um ano”.

O youtuber diz que começou a se sentir incomodado após seu canal começar a fazer sucesso e as pessoas o reconhecerem na rua pelos vídeos que ele fez no passado. “Teve uma vez que até tentaram manda um email com os vídeos para a minha mãe”.

Ele termina o vídeo dizendo que quer ser 100% transparentes e honesto com seus seguidores dizendo isso e ainda dá um conselho: “Se você quer pornô porque é isso que ama e quer fazer pro resto da sua vida eu desejo todo a sorte do mundo, mas se isso é algo que você está fazendo só pelo o dinheiro eu peço que você reconsidere e pense nas consequências. A industria pornô está de olho nos mais novos”.

Ceará: Justiça dá paternidade de filha a  companheiro do pai biológico.


Diógenes (à dir.), que recebeu a guarda compartilhada da filha do marido (ambos com ele na imagem)


Pela primeira vez na história do Judiciário cearense foi concedida guarda em uma Ação Declaratória de Paternidade Socioafetiva, intentada por pai que não é biológico, mas que exerce todas as funções de pai. 


A notícia foi divulgada pelo vereador por Fortaleza Paulo Diógenes (PSD), que conseguiu a guarda compartilhada da filha biológica do marido.


“Nesta ação não é afastado o direito dos pais biológicos, mas é garantido ao pai socioafetivo os mesmos direitos e deveres”, afirmou Diógenes, conhecido pela sua personagem cômica Raimundinha, em post no Facebook.


“E o amor vence, a criança ganha mais um protetor, cuidador, responsável, guardador. Tal pretensão jamais poderia ser negada, pois negar o mesmo, seria negar a verdade… seria não enxergar o amor. Que sirva de exemplo para que as pessoas continuem acreditando que é possível lutar pelos seus direitos e encontrem justiça com amor. Mais uma vitória dos LBGT, em ver direitos garantidos sem nenhuma distinção”, escreveu.

A decisão foi da juíza Angela Maria Sobreira Dantas Tavares. 

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...