Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Era segredo? Colton Haynes, astro das séries Arrow e Teen Wolf, assume homossexualidade.




Os fãs de Colton Haynes foram surpreendidos pela confirmação de que o ator é gay, no sábado (2). A declaração veio a partir de um comentário que o ator recebeu no Tumblr, plataforma de blog onde os perfis publicam textos, fotos e vídeos.

"Quando descobri que o Colton Haynes tinha um secreto passado gay, fiquei tão excitado, apesar de saber que não faz diferença nenhuma na minha vida", disse o leitor.


O ator das séries "Arrow" e "Teen Wolf" respondeu que nunca escondeu sua orientação sexual. "Isso era segredo? Vamos todos aproveitar as nossas vidas e não ter quaisquer arrependimentos".



Colton, que também estrelou diversas campanhas para a marca Abercrombie & Fitch, tem um irmão também gay: Joshua Haynes, que é casado com Scott Culley e tem uma filha.

Após ataque homofóbico, casal gay viraliza ao mandar recado para agressores.




Obviamente, a gente fica mais atento aos casos de homofobia que acontecem no Brasil, o país que mais assassina cidadãos LGBT no mundo. No entanto, o ódio contra gays e transexuais está amplamente dissemado pelo mundo, inclusive em nações desenvolvidas, como a França, por exemplo.

Dia desses, as redes sociaisconheceram o caso de um casal gay que foi atacado ao sair de uma boate na cidade francesa de Montpellier. Além de serem xingados, Clément Grobotek e Aaron Cfy foram cercados por seis homens e espancados brutalmente. Aaron chegou a ficar inconsciente após o ataque dos homens, que fugiram do local e ainda não foram identificados.

“Estamos em 2015, nossos avós já aceitam a homossexualidade. Eu não entendo como pessoas podem ser tão limitadas a ponto de não aceitar e agredir pessoas por sua orientação sexual”, disse Clément, em entrevista ao portal francês 20minutes. No Facebook, ele fez um desabafo tocante e inspirador, que logo se espalhou pela internet

``Esta noite, nos fomos insultados e espancados por essas pessoas homofóbicas depois de deixar um clube. Claro, não preciso para descrever o medo que senti quando vi a pessoa que amo inconsciente no chão, com sua cabeça cheia de sangue e a incapaz de compreender o que estava sentindo e como me sentia impotente. A questão é, nós dois nos defendemos e sim, eles tiveram que bater mais forte! Seis pessoas contra duas, parece que não foi o bastante! Para que vocês, além de intolerantes, são covardes também! Mas quer saber? Vocês sempre serão impotentes! Vocês podem bater de novo e de novo, vocês nunca vão me fazer parar de amar meu namorado mais do que tudo. Talvez somos bichas ou homossexuais, como vocês dizem, mas nós não brigamos quando são duas pessoas contra seis. Beijos, queridos homofóbicos.``

Lésbicas pegam em pênis pela primeira vez: "Eu sou definitivamente uma lésbica"; Veja como lésbicas reagem ao tocar um pênis pela primeira vez.



Você já parou para pensar que, talvez, as lésbicas enfrentem muito mais preconceito do que os gays? Pois, além de viverem em relações homoafetivas, precisam lidar com o machismo e a noção social de que duas mulheres juntas não conseguem sentir prazer no sexo. Certa vez, uma lésbica disse: “Quando alguém pergunta pra mim como funciona o sexo lésbico, eu me sinto ofendida. Pode parecer que vem de um lugar de curiosidade, mas não. Não conseguir imaginar como duas mulheres sentem prazer junto é uma construção social de que a mulher não pode sentir prazer sozinhas ou com outras”.

É daí que surgem comentários como “você só precisa de um homem para te transformar em mulher” ou “você não sabe o que é bom, gatinha”. Machistas, entendam que orientação sexual vai muito além de sexo e do poder de um homem, e do seu membro fálico, na cama. E um grupo dos Estados Unidos criou um vídeo para tentar quebrar o estigma que existe em cima desse assunto.
 
O experimento consiste em analisar a reação de lésbicas ao tocarem em um pênis pela primeira vez. O vídeo, de cerca de 3 minutos, é bastante descontraído e engraçado, mas traz falas e comentários extremamente importantes. Algumas acham que era mais mole ao toque, outras achavam que era mais duro. "Você é uma criatura bonita. E eu respeito você por ser uma bela criatura. Você é apenas uma bela criatura que eu não quero nunca mais me envolver”, brinca umas das meninas.
 
Logo na apresentação, as voluntárias do canal no YouTube"BriaAndChrissy" começam a ver o cara tirando a camisa e a calça, e expressam o seu nervosismo. Uma delas chega a afirmar que tem medo de falar em público e quase bateu o carro mas, aquele momento estava para ser o mais tenso da sua vida. Talvez porque ela soubesse do impacto de provar para as outras pessoas que lésbicas não tem nojo de pênis e não precisam de um homem para fazê-las feliz, e que apenas não se sentem atraídas. Elas riem e brincam bastante com a experiência. "Eu não sabia que as bolas seriam tão grandes", diz uma delas. "Eu provavelmente não farei isso de novo", "Eu definitivamente sou lésbica", dizem elas.
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...