Slide 1 Slide 2 Slide 3

LITERATURA GAY



Novos livros, novos autores. Hoje é dia de estreia. Espero que vocês os aprovem, pois eles só são estreantes aqui no Blog, todos já são consagrados internacionalmente, com uma ampla bagagem literária. Vamos conhece-los. então:



O Despertar de Collin
Riojos e Collin eram amantes, parceiros e melhores amigos. quando
Collin é morto em um acidente de carro sem sentido, Riojos é enviado em um estupor alcoólico. Incapaz de viver sem o amor que ele dividia com Collin, ele está pronto para tirar sua própria vida. Suas vidas mudam para sempre quando Collin chega em casa ... a partir do necrotério. Collin sempre ouviu um zumbido baixo em sua cabeça, mas quando o
zumbido se transforma em vozes, Collin deve fazer sentido do caminho que sua vida tomou. Voltar à vida o joga em um mundo que nunca soube que existia enquanto seu amante, Riojos, tenta desesperadamente manter Collin vivo. Os dois lutam para dar sentido ao renascimento de Collin e as pessoas fora para matar Collin novamente. Eles descobrem que o amor que eles têm um para o outro é mais profundo do que qualquer coisa que jamais poderiam ter imaginado quando os maus lhes caçam, eleva-se uma Phoenix.

 
  
Cuidando de Brian
Uma vez foi um texano, um deles, Brian Beaumont retorna para casa para abrir sua loja de design de roupas. Nem todo mundo está feliz que o filho gay de um milionário tenha uma loja de roupas. Sorte para Brian, que seu novo cunhado envia proteção do Serviço de Guarda-costas. Se apenas Brian pudesse resistir à atração que sentia pelo texano forte cheio de músculos designado a guardar suas costas dia e noite. Jones nunca quis voltar ao Texas. Foi embora há dezoito anos por muitas razões, mas sua carreira é mais importante que os demônios de seu passado. Sempre um profissional, ele encontra uma fonte de tentação em Brian. A linha entre o dever e o prazer desaparece quando o amor mútuo nasce de um jogo de sexo e poder.



Meu Verão por Causa de Wes
Eu não sabia. Como eu poderia? Todo o ensino médio, eu era espancado e provocado por ser gay. Mas eu não era gay. Ou eu não achava que era. Agora Wes, o cara do outro lado da rua que levou-me sob sua asa e era o melhor amigo que já tive, não para de invadir os meus sonhos, meu pensamento a cada despertar. Oh inferno. Eu sou gay? Porque eu estou pensando que eu gostaria de beijá-lo. Na verdade, eu estou pensando que há muito mais que eu gostaria de fazer com a boca e o restante do alto, confiante, corpo, musculoso. Ah, cara...Eu sou tão gay! Mas e se ele não sente o mesmo por mim? E, Jesus, que sobre os meus pais? E aqueles bastardos da escola ainda estão por aí. E eu tenho que ir para a faculdade neste outono... Merda, eu preciso sentar eu não posso respirar e eu estou prestes a agitar além. Wes então põe a mão na parte de trás do meu pescoço, me dá um daqueles apertos incentivando e seu sorriso brilhante, e está tudo bem novamente. Sim, eu sou viciado. Oh, boy.




Porque eu Amo os Nerds
Chuck Davidson tem uma aversão à tecnologia moderna. Ele gosta de esportes, cerveja e carros clássicos. Chuck é um detetive de homicídios, em Boston, e está colocando um freio sobre seus relacionamentos. Como é que ele poderia imaginar, que ao planejar a morte iminente de seu mais novo telefone celular irá colocá-lo em contato com um nerd bonito. Herbert Pommerest nunca teve um encontro ou mesmo foi beijado por um homem antes. Ah, ele sabia que era gay. Ele fez todas as experiências para garantir que era verdade, e não apenas uma fase rebelde ou uma reação instintiva, porque tinha medo das mulheres. Salvar um telefone caro de uma morte precoce, o faz conhecer um detetive lindo e maduro. De repente, Herb desejaria saber como flertar, porque ele adoraria tomar algumas lições com Chuck Davidson...
                                                                                                    
BOA LEITURA !!!

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...