Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

Para Hillary, Lei da Igualdade  é uma de suas prioridades.


Hillary lembrou que tem o aval de uma das maiores entidades LGBT dos EUA


Pré-candidata à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Democrata, Hillary Clinton disse que a Lei da Igualdade está no topo de sua lista de prioridades.

No domingo, 07, a ex-secretária de Estado foi perguntada por um estudante como ela iria mudar as coisas para os LGBT. “Vocês merecem justiça e vocês merecem igualdade perante à lei. É por isso que apoio a Lei da Igualdade”, disse.

“Foi uma das razões pelas quais a Human Rights Campaign [uma das maiores entidades LGBT dos EUA] me deu aval. Porque tenho estado com eles na linha de frente para obter justiça à comunidade LGBT para tentar acabar com a discriminação.”

A Lei da Igualdade foi introduzida no Congresso norte-americano no ano passado e pode proibir discriminação em sete áreas: crédito, educação, emprego, financiamento federal, habitação, serviço de júri e acomodações.

Homofóbico: Para presidente do Uzbequistão,  gays são doentes mentais.


Homofóbico acredita que homossexuais têm problema na cabeça


Para o presidente do Uzbequistão, a homossexualidade é “vulgar” e os gays são doentes mentais. Islam Karimov deu as declarações em uma reunião televisionada na semana passada, traduzida pela Radio Free Europe.

“Falamos sobre a chamada cultura ocidental. Nós a chamamos de cultura vulgar. Sabem o que quero dizer. É inapropriado, mesmo para falar sobre isso na frente das mulheres”, disse.

“Quando homens vivem com outros homens e mulheres vivem com mulheres, eu acho que deve haver algo de errado aqui [aponta para a cabeça]. Algo está quebrado aqui. Há um ditado que diz: ‘Quando Deus quer revelar a vulgaridade de alguém, ele primeiro tira sua razão.”

Selvageria: Gay é espancado e quase morto  por gangue no Malawi.


País pune homossexuais com até 14 anos de prisão


Um homem gay quase morreu após ser atacado por uma gangue no Malawi. Kevin Gomani, que trabalha em um hotel na capital do país, Lilongwe, foi agredido na noite de segunda-feira, 08.

A vítima publicou uma foto no Facebook sangrando bastante no rosto. A polícia foi chamada e grupos de direitos humanos pede que seja tratada a violência como ódio homofóbico.

Segundo o Nyasa Times, no ano passado, Gomani foi preso por sexo gay. A lei atual do Malawi pode condenar homossexuais a até 14 anos de prisão.

Durante carnaval: Gays sofrem agressão homofóbica  no Rio e em BH.


Rapaz agredido na região Nordeste de Belo Horizonte


A violência homofóbica não deu trégua nem no carnaval. Em Belo Horizonte, um jovem foi agredido com barra de ferro somente por ser gay.

Segundo relato do rapaz no Facebook, ele voltava para casa após a folia, na segunda-feira, 8, quando foi abordado por bandidos na estação São Gabriel, região Nordeste da cidade.

O jovem entregou os objetos, mas acabou sendo espancado  com barras de ferro “pelo simples fato de ser gay”, como relata escrito na rede social. Ele teve um braço quebrado e ficou com hematomas pelo corpo.

A vítima também denunciou o atendimento por parte dos guardas que atendem a estação. “Os guardas me trataram com descaso, dizendo que eu estava fazendo escândalo e corpo mole”.



No Rio de Janeiro, outro jovem, Eduardo Xavier (foto acima), contou que na madrugada do domingo, 07, estava sentado na Praia de Ipanema abraçado a um menino quando foram surpreendidos por provocações e chutes nas cabeças.

“Pegaram nosso dinheiro e documentos, não reagimos, mas mesmo assim a pancadaria continuou. Não me recordo o momento que nos livramos deles, a praia não estava deserta, fomos acudidos por umas meninas e ambulantes”, contou Xavier pelo Facebook.

“De lá fomos para a UPA de Copacabana e passamos a madrugada lá sendo atendidos. Por sorte, não tivemos nenhuma fratura, ficaram apenas os inchaços doloridos no rosto.”

“Não estou com raiva, revoltado ou assustado ao ponto de evitar sair na rua. O que me deixa perplexo é conviver numa sociedade onde parte da população acha tolerável a homofobia.”

Dentista é preso após colocar o pênis na boca de paciente anestesiado.





Onde é que esse mundo vai parar? Notíicia que vem dos Estados Unidos: o dentista paquistanês Bilal Ahmed, que trabalha em Washington, foi preso após ser acusado de colocar seu pênis na boca de um paciente que estava anestesiado.

De acordo com informações do Metro, Bilal informou ao cliente que precisava utilizar óxido nitroso para sedá-lo e, assim, arrancar o dente que o incomodava. Ao acordar, o paciente encontrou o dentista com o pênis em sua boca, e notou que não havia nenhum assistente próximo, segundo consta no processo.

Bilal foi denunciado à polícia e preso no dia 7 de janeiro depois de assumir a culpa. Casado e com seis filhos, o paquistanês foi solto após pagar a fiança estipulada em US$ 50 mil (cerca de R$ 200 mil). Ele deve se apresentar ao tribunal no dia 17 de fevereiro.

Olha a cara do tal de Bilal…

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...