Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Charlie Carver, astro de Teen Wolf, se assume gay no Instagram.




Confesso ficar emocionado quando um famoso assume sua real sexualidade. Apesar de achar que as pessoas têm o direito de manter suas vidas privadas em sigilo, tenho consciência de que essa atitude pode ajudar e inspirar outras pessoas que sofrem com a temida fase de descoberta do seu verdadeiro eu.

Desta vez, quem resolveu contar ao mundo que é gay foi Charlie Carver, astro de Teen Wolf. O astro saiu do armário pelo Instagram e recebeu o apoio dos fãs.

“Seja quem você precisa ser quando é jovem. Quando eu era um menino, eu sabia que eu queria ser ator. Eu sabia que eu queria muitas coisas! Eu pensei que queria ser pintor, jogador de futebol, um stegosauru… Mas me agarrei nisso de atuar. Eu descobri nessa idade, meio abstratamente, que eu era diferente dos outros meninos da minha escola”, disse na legenda.

“Durante o tempo, esse ‘saber’ abstrato cresceu e eu articulei uma gestação dolorida, marcada por dor e alienação, terminando no clímax deu dizendo três palavras em voz alta: ‘Eu sou gay’. Eu disse isso para mim primeiro, para saber como me sentia. A verdade dói e eu me odiei por isso. Eu tinha doze anos. Levaria alguns anos para que eu pudesse repetir isso para alguém, enquanto isso eu repetia a frase várias e várias vezes, até que minha boca se sentisse confortável e certa para que eu repetisse para alguém. Nessa época, para minha família”, continuou.

“Enquanto sair do armário é muito importante para mim, eu queria acreditar em um mundo onde a sexualidade é irrelevante. Que isso não importa ou que, pelo menos, isso não precisasse ser anunciado para um estranho, para um novo colega, para um repórter. Até a frase ‘Sair do armário’ me incomoda, porque está implícito que você isso vem com atenção e isso é algo que eu preferia que estivesse implícito em ser um ser humano, um atributo ou um adjetivo, que só faz parte de como eu me vejo. Eu não quero ser definido pela minha sexualidade. Claro, eu tenho orgulho de ser um homem gay, mas não quero ser identificado como um homem gay ou apenas gay. Eu me identifico com várias coisas, essas identificações se elevam a um espaço e fazem com que seu senso de ser seja fluido. Então agora, vamos deixar isso gravador – Eu me identifico como gay. E isso não importa mais? Como um jovem homem, eu precisava de um jovem em Hollywood para dizer isso sem ser um idiota… Eu devo isso a mim mesmo, mais do que isso, eu precisava disso para ser quem eu era”, finalizou.

Jogadora de vôlei trans profissional estréia em liga italiana.




Aos 30 anos, Alessia Ameri defendeu o Hermaea Entu neste final de semana. A atleta transexual estrou na séria A2 da Liga Italiana de feminina de vôlei com vitória. Há dois anos, Alessia defendia o Potenza na Liga B1 do campeonato masculino.
A contratação da líbero só foi possível depois do reconhecimento da Federação Italiana de Vôlei para que a atleta fosse contratada para substitui  a líbero titular do time que se lesionou e desfalcou a equipe. Depois do clube contatar a presidência da federação do esporte que autorizou a inscrição da atleta. "Aqui, fazemos esporte por paixão e pensamos apenas no bem da equipe. Alessia é uma mulher para o Estado italiano. Queremos evitar qualquer especulação, protegendo Alessia em todos os sentidos", afirmou ", Gianni Sarti, presidente do Hermaea Entu que com a vitória seguiu para as quartas de final.

A participação da transexual em uma importante liga de voleibol é um marco e sinal de que os esportes podem atuar de forma positiva na inclusão de pessoas trans na sociedade.
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...