Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

10 Dicas para se dar bem nos Apps de relacionamento.




Você acha que seu "gaydar" veio com probleminha de fábrica, está cansado de ir na balada e quer mesmo conhecer alguém de maneira prática e objetiva? Costuma viajar para outros lugares e não sabe como encontrar os gays da cidade?  Então, meu amigo, a tecnologia está a seu favor!

Corra para a "buatchy" virtual! Isso mesmo, uma festa para qual você não precisa se arrumar, não precisa se deslocar e nem gastar dinheiro. Sim, estou falando dos famosos aplicativos de paquera, que encontram potenciais caras metades, seja lá onde você estiver.

Certamente, ou provavelmente, você já ouviu falar do Grindr e do Tinder, que são os mais utilizados aqui no Brasil. Contudo, há várias outras opções: Scruff, Manhunt, Bender e muitos outros. Inclusive, alguns são voltados para tipos de gays específicos. É o caso, por exemplo, do u4Bear, app exclusivo para homens que são ou procuram o tipo “urso”.

Sem dúvidas, eles são a forma mais fácil, rápida e eficaz de conhecer outros gays. A única dificuldade será achar alguém que queira um relacionamento sério. De fato, a maioria dos que estão lá procura só por sexo.

Alguns assuntos são inclusive bem diretos ao ponto: “o que você curte?”, “aqui ou aí?”. Mas, como tudo no mundo gay, isso não é regra.  Tem sim uma minoria disposta a conhecer alguém legal para algo mais especial. O segredo está em como você irá conduzir a conversa.

E antes de levar o papo com os usuários que lhe agradam para o mundo real, é bom tomar alguns cuidados para não cair em ciladas. Por isso, confira agora 10 dicas para se dar bem na balada da buatchy virtual:

1. USE UMA FOTO DO SEU ROSTO
Paisagens e bichinhos podem ser fofos, mas ninguém quer sair com um deles. Além disso, perfis sem foto de rosto geralmente têm algo a esconder: ou são feios, ou não querem ser descobertos.

2. COMPLETE O PERFIL
Preencha seu perfil com o máximo de informações sobre você, como idade, etnia, altura e interesses. Quanto mais completo, maiores as chances de alguém entrar em contato.

3. NÃO MINTA NA DESCRIÇÃO
Não minta na descrição. Se você tem 1,60m, como irá ao encontro de alguém que acha que você tem 1,85m? O mesmo vale para peso. Não faça a magra, se está com uns quilinhos a mais.

4. NÃO SENSUALIZE SE NÃO QUISER
Não se assuste com a quantidade de fotos de abdomens e bíceps que você encontrará nos perfis. E não se sinta na obrigação de mostrar o seu. Ao contrário, prove que suas caraterísticas psicológicas são mais atraentes do que as físicas.

5. SEJA SUTIL
Tenha simplicidade na hora de abordar alguém. Não chegue com perguntas pesadas e diretas, do tipo: “É ativo? Quer transar hoje?”.  Conduza o papo gentilmente e deixe que a própria conversa abra oportunidades para assuntos mais picantes.

6.INVESTIGUE DO QUE ELE GOSTA
Procure saber se vocês têm gostos em comum antes de se encontrar. Dessa forma, você evita algumas horas de silêncios constrangedores e conversas de elevador.

7. PEÇA MAIS FOTOS
Lembre-se, mais vale uma foto com o rosto aparente do que várias fotos com boné e óculos escuros. Além disso, todo mundo escolhe sua melhor foto para o perfil. É sempre bom se certificar de que o rostinho e o corpitcho continuam os mesmos nas demais.

8. EXPANDA A RELAÇÃO PARA AS REDES SOCIAIS
Adicione o boy no facebook e veja se vocês têm amigos em comuns, onde ele trabalha, o que ele publica, o que curte. É uma boa forma de ter uma referência e tirar um termômetro para saber se é uma pessoa confiável e não um louco que vai te esquartejar.

9.  ATENTE PARA O LOCAL DO ENCONTRO
Para não correr riscos, marque encontros em lugares públicos e movimentados. Afinal, não há garantias de que o boy tem as mesmas boas intenções que você.

10. TENHA UMA CARTA NA MANGA
Não gostou do boy no face to face? O ideal é que você seja sincero, não se force a ficar com alguém por não conseguir fugir da situação. Uma boa estratégia para esses casos é já deixar avisado que talvez você tenha que sair mais cedo para um compromisso.

PERGUNTAS & RESPOSTAS.



Gay: Como fazer a depilação genital?

Pergunta do novinho D.S. (Ele não autorizou a publicação do nome)

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA


Oi sou D.S., gostaria de saber se o sabonete pode ser usado na limpeza do ânus. Gostaria também de saber quais os  métodos de depilação para o ânus e pênis e como fazer, tenho muito medo quanto à isso. Na minha primeira vez ele não reclamou, mas eu me sinto desconfortável. Obrigado pelo trabalho, e pela conversa franca(que nos passa confiança de certa forma).

Obs: Eu me chamo XXXXX, mas não gostaria de ser identificado. Obrigado novamente! Rsrsrsrs.

~*~

Olá D.S.,

Sobre o sabonete, na limpeza exterior você pode utilizar um sabonete neutro de sua preferência. Na limpeza interior, a famosa xuca, sugiro que seja feita uma limpeza apenas com a agua mesmo, sem a utilização de sabonete, caso queira deixar com um cheirinho bom, basta limpar a parte interior primeiro e na exterior, lavar e colocar o sabonete novamente, após isso, ainda com o sabonete na parte exterior faça uma última "xuca", a agua permitirá a entrada de pouquíssimo sabão, o que deixará o cheirinho do sabonete sem agredir o ânus. Lembrando que não é necessário utilizar sabonete na limpeza interior.

A depilação é bem complicada, existem pessoas que apenas aparam os pêlos com uma máquina de cortar cabelo, o que pode ser considerado compreensível pois trata-se de uma parte bem sensível do corpo. Porém, se você quer fazer uma retirada total dos fios indesejados é necessária a utilização de um aparelho de barbear (tem gente que diz que marca não é importante, mas na hora de comprar um aparelho de barbear não tem como abrir mão de um produto com qualidade, por isso, recomendo os aparelhos da BIC - comfort 3, são acessíveis e oferecem uma boa performance durante esses momentos delicados). Voltando ao assunto, com a utilização dos aparelhos de barbear a situação se  torna um pouco desconfortável e a utilização de espelhos é indispensável, na parte do pênis e escroto (saco) sugiro que seja feito esticando a pele, na parte anal também é necessário esticar um pouco e utilizar um espelho para não acabar se machucando.

Essas são as formas convencionais de fazer, a primeira eu faço quando estou "sem ninguém", apenas por higiene mesmo (e a gente nunca sabe né? rsrs). a segunda é uma limpeza mais total, para quem realmente quer exterminar os pêlos. Lembrando que a segunda pode gerar desconforto e pêlos encravados durante um pequeno período, o que produz pequenas inflamações, por isso, não faça uma depilação no mesmo dia da relação sexual, pois tem muito suor e pode agravar os problemas. Geralmente, prefiro fazer 4-5 antes da relação (programada claro rs, daquelas que você já sabe ou tem noção de como  noite vai acabar) pois os pelos já estão crescidos um pouco e estão menos pontiagudos. No segundo e terceiro dia após a depilação os pelos estão bem pontiagudos e podem até atrapalhar na relação pois acabaram ferindo a glande de parceiros mais sensíveis.

Além dessas duas formas, também existe a depilação a laser, que tem um valor bem salgado porém é duradoura e é feita por um profissional, e também tem a de cera, que é um pouco dolorosa mas acaba com o problema dos fios encravados. Essas duas não apresentam nenhum risco de corte, apenas podem apresentar alguma irritação por alergia, mas não são comuns problemas com esses tipos de procedimento.

Espero ter ajudado D.S., irei postar no blog para descobrirmos nos comentários se os meus leitores têm outra forma de fazer a depilação.
Abraços,
~*~

Pergunta do novinho J.S. (Ele não autorizou a publicação do nome)

Gay: Como diminuir as dores do sexo Anal?



Olá, tenho 28 anos e só fiz sexo duas vezes. As duas foram com o mesmo cara que  tinha 38 anos e 21 cm de dote. Senti muita dor quando ele me penetrou deitado sobre minhas costas, gostaria de saber se é normal essa posição causar  dor. Posição interfere nas dores do sexo Anal?Como diminuir as dores do sexo Anal?

Outra dúvida é se eu posso fazer sexo oral no meu parceiro  sem camisinha, porque ele é circuncidado e tem pouca  sensibilidade na cabeça do pau (pênis) e demora pra ter ereção, sem contrair HIV.

~*~

Olá J.S.,
As dores não estão atreladas à posição em si, mas como foram suas primeiras vezes, realmente doí um pouco mais pois os músculos ainda estão muito contraídos, o que torna a relação um pouco dolorosa. Acredito que o intervalo de tempo entre uma relação e outra também foi um pouco grande o que influenciou. Se você passar períodos muito longos sem praticar sexo anal, a tendência é que os músculos voltem, em  parte, ao que eram antes, o que causa uma dor acentuada no começo da relação sexual independente de se tratar de segunda, terceira ou décima vez.

Um fator importante que pode ser utilizado para diminuir a dor na hora do sexo anal é um pouco psicológico. Além de se manter concentrado no prazer da relação é necessário também estar relaxado e excitado, permitindo que o ânus encontre-se mais receptivo e consequentemente mais descontraído.

Quanto à transmissão do HIV durante o sexo oral sem camisinha, é possível sim, mas é uma atividade com muito menos risco do que uma penetração sem o preservativo, ou seja, a probabilidade de contrair HIV durante o contato oral é quase nulo. Outras doenças sexualmente transmissíveis como sífilis e herpes podem ser facilmente transmitidos durante o sexo oral, então tome cuidado. Atualmente existem no mercado algumas camisinhas com sabor justamente para o sexo oral (que deve ser feito, claro, antes da penetração anal rsrs).

Espero ter ajudado.
Abraços,
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...