Slide 1 Slide 2 Slide 3

será que vale a pena?



Bom dia pessoal.
Estou passando por uma situação que tem me deixado muito mal.
Não sei se é mais válido investir na relação ou dar um fim a ela.


Segue o relato



Conheci fulano através do Tinder e tudo se encaixou. Nossos objetivos de vida, gostos, interesses, etc. Moramos juntos e compartilhamos todos os aspectos da vida a dois a quase um ano. Quando nos conhecemos fulano se apresentou como um cara que não gostava de aplicativos (Grindr, Scruff, etc), que não frequentava boates e afins, que era bem caseiro e que curtia mesmo uma relação estável. 

Ele tem 40 anos e eu 21. Apesar da idade, ele é fisicamente e espiritualmente tão ou mais jovem do que eu em alguns aspectos. Muitos ao o verem pela primeira vez dão 25/28 anos de idade a ele. Muito vaidoso, ele esta sempre se cuidando. O tempo passou e algumas incongruências começaram a surgir: 

Certa ocasião fui responder um cliente dele (a pedido dele) pelo whatsapp e um contato nomeado como "foda" falou com ele enquanto eu estava digitando a resposta do cliente. Estranhei o nome do contato e fui olhar a conversa: era uma ex "foda" nascida do aplicativo Scruff que estava de volta a cidade e o chamava para mais uma sessão de sexo (a conversa era bem explicita, com direito a fotos e afins).


Quase tendo um ataque cardíaco, aproveitei para olhar o resto do celular dele e verificar se havia mais algo a ser descoberto: encontrei várias (várias!!) conversas de sexo no whatsapp (homens casados, contatos do Scruff, etc), no face messenger a mesma coisa, na galeria várias fotos de sexo e de caras... Todas anteriores a mim. Os contatos que entraram em contato com ele depois dele ter me conhecido foram informados que ele estava casado e que não estava interessado. 

Conversamos e ele explicou que teve uma relação de 10 anos com um cara que infernizava ele com ciumes absurdos. Ele não podia olhar para o lado que era motivo de escândalo por parte do ex. O termino se deu após  ele voltar mais cedo para casa e encontrar o ex com mais três caras na cama deles. Depois dai ele foi descobrindo que o ex traia ele a torto e a direita e que todos sabiam, inclusive ele (ainda não consigo entender como ele se sujeitou a ficar numa relação assim). Este ultima flagra foi a ultima gota.  Após isso ele entrou em uma depressão profunda e se jogou em diferentes relações sexuais tentando entender o ex. Foram dois anos de uma vida louca, que parou após ele adoecer feio.

Ele excluiu os contatos, limpou as conversas e as fotos, e me prometeu que aquilo era passado. Desde então alguns caras ainda tetam falar com ele, e ele sempre diz que tá casado e feliz. Apesar de ter mexido muito comigo, decidi relevar a mentira, pelo histórico dele e por ele ter se aberto. 

A alguns meses atras um ex namorado dele o procurou. Ele perdoou o cara e eles viraram "amigos". Ele me informava sobre o ocorrido e desde do inicio deixei claro meu desgosto com relação a essa situação. O cara fala com ele (e vive versa) todos os dias. Ele quer que eu seja amigo do cara. Mas é visitável que o ex ainda esta afim dele. Um dia transtornado, peguei a conversa dos dois no celular dele e li. Os dois conversavam num nível de intimidade que me machucou demais. Era uma conversa tipica de namorados,
apelidos, corações, declarações, conversas sobre sexo, falavam de mim e tudo mais.

Tivemos uma serie de discussões por causa desse cara. Após isso ele começou a trocar a senha do celular dele todo dia. Não consegui mais me conter e fiquei de olho na tela de desbloqueio. Quando peguei o celular descobri que ele estava conversando com vários caras a quase três meses. Alguns conversas eram explicitas (puro sexo) e outras eram de conhecimento. Uma mexeu muito comigo pois era muito parecida com a conversa que tivemos ao nos conhecermos. 

Um dos contatos chegou a me defender. Dizendo que sabia que ele estava casado e que era muita sacanagem da parte dele fazer isso. Todos as conversas terminavam no ar, alguns ele marcava de se encontrar mas a pessoa reclamava que ele não tinha aparecido. Tudo tinha ficado só no virtual, apesar de não machucar menos por isso.

Discutimos feio. Ele disse que fez aquilo com raiva de mim. Pois eu estava lendo as conversas dele com o ex dele. E que ele nunca tinha feito nada, que ele se sentia perseguido como na outra relação dele e que isso deixava ele puto. Que ele tinha conversado com essas pessoas para que eu pega-se as conversas. (Ele tentou me mostrar que podia confiar nele fazendo isso, vai entender?)

Conversamos muito. Discutimos muito. Ele revelou muitas coisas da relação passada dele, que deixaram sequelas graves nele. Muitas coisas que aconteceram meio que se justificaram ali (os acessos de ciumes dele, as discussões sem nexo em que ele me culpava por coisas que eu nem sabia o que era, etc). Eu fui a primeira relação estável dele após o ex abusivo, e isso me colocou numa situação complicada. Muitas situações que vivemos eram gatilhos emocionais para ele. Que desencadeavam sentimentos não resolvidos de revolta, ódio, raiva, etc. Nunca fui agredido fisicamente, para deixar claro. Mas ele tem uma língua felina quando quer.

O problema maior, finamente, e que não sei se confio mais nele. Depois de tantas omissões, mentiras e situações psicologicamente complicadas, estou desgastado. Sou um cara super tranquilo, não estou aqui para julgar nem condenar ninguém. Mas a palavra dele não me basta mais. Sinto um impulso de ler as mensagens dele para corroborar o que ele diz. Pois no passado ele já omitiu e mentiu muito.

O pior e que ele mudou. Muito. Ele me mostra suas conversas de bom grado. Deixe tudo sempre esclarecido. Até o ex dele ele começou a se afastar, pois o mesmo não parou de dar em cima (ele achava que ele ia cair na real e parar, mas após meses as investidas continuaram). Agora o problema sou eu. Que fiquei desconfiado demais. Sei que estou errado. E ele não vem demostrado paciência comigo. 

Investi muito. Soube ouvir, compreender, ajudar e impulsionar ele a se livrar de certos demônios do passado. Nesse processo acabei ficando paranoico, fico esperando o que mais vai ocorrer, qual a próxima mentira dele, etc. Em vez de me ouvir, compreender e ajudar a superar esse defeito. Ele tem se mostrado impaciente.

Estou cansado. Amo fulano, mas... será que vale a pena? 

Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (4) Comente aqui!

4 comentários:

  1. Como é complicado dizer algo que reflete na vida de alguém e eu vou te dizer que até me emocionei com o seu relato pq acredito que estaria na mesma situação vc! Eu acredito que vc gosta muito dele e que pensa como td agora é complicado, afinal vcs até moram junto, mas o quanto vale a sua paz? Eu entendo todas as complicações do passado dele e até que no final das contas ele te "respeita" em não encontrar as pessoas com quem ele conversa, mas acredito que ainda assim falta tb ele ver o seu lado, mas os problemas dele n deixam e acredito que ele só conseguirá com uma terapia psicológica e talvez até pra vc seria bom tb, afinal vc foi bem abalado com td isso. Espero que vcs se acertem e que ele consiga ver o valor que vc tem! Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. É muito complicado omitir uma opinião sobre uma questão tão delicada e complexa. Me parece que existem feridas dele que precisam ser curadas, e isso é algo que você não pode fazer. Uma coisa me parece curiosa, creio que a maioria das pessoas sabem que conversas podem ser apagadas, no entanto estavam lá, como você mesmo falou, várias conversas, como que esperando ser descobertas. Sendo que foi ele mesmo que te conferiu acesso ao celular dele. E mais curiosamente ainda me pareceu que foi a partir desse momento que o seu relacionamento com ele começou a se transformar adquirindo uma certa semelhança ao relacionamento abusivo que ele vivenciou previamente. Bom, você agora vai ter de decidir entre algumas escolhas: continuar a jogar esse jogo e seguir nessa intensidade constante; tentar chegar juntamente com ele num lugar de reconhecimento da relação de vocês tentando trabalhar isso com um casal (muito recomendável procurar uma ajuda especializada como sugeriu o amigo acima ressalto ainda a possibilidade de um trabalho em conjunto, uma terapia de casal, se for possível) ou seguir em frente e partir para outra (relações começam e terminam, paixões despertam e adormecem, tudo que se move, muda. E se você sentir que é tempo de mudança e que não deseja viver esse papel que vem vivendo siga adiante). Boa sorte qualquer que seja sua escolha!

    ResponderExcluir
  3. eu não continuaria não, pq isso é um ciclo que vai se repetir eternamente. Acho que vc está só se enganando, tentando aceitar essas coisas, mas na minha opinião, ele fica querendo é tentar achar coisa melhor e enquanto não acha, fica te enrolando. Eu já não aceito e caio fora.

    ResponderExcluir
  4. Se não tem confiança, não tem futuro. Eu teria dado o fora a muito tempo na primeira vez que eu tivesse me sentido enganado.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...