Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ








Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.

Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.

Bem, vamos ao tema de hoje:


Procuro relacionamento sério... Mas a maioria dos gays só quer sexo!!!     

Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com


 

Olá sou estudante de Engenharia Civil, trabalho em um estágio, gosto de curtir um cinema, fazer exercícios físicos e na maior parte do tempo sou um cara pacato. Considero-me um caro bonito e companheiro, mas não consigo engatar um relacionamento estável. Desde os meus 17 anos e só namorei 1 única vez e durou apenas 6 meses. Os gays que eu conheço hoje em dia só querem sexo. Já cheguei a pensar que o problema fosse comigo, que eu deveria ser um cara chato, mas sinceramente esse não é o problema. E não dá para tampar o sol com a peneira... Os gays cada vez mais só querem sexo. Porque isso acontece?
Patrício, 22 anos              


Olá Patrício! Entendo a sua frustração embora eu não concorde com nenhuma definição universalizante ou generalizante, ou seja, eu não concordo que a maioria dos homens gays só quer sexo. Penso que no fundo você talvez não acredite tanto nisso, afinal você é gay e uma prova de que existem homens gays que querem outra coisa além do sexo.      

No entanto, sim existem muitas pessoas (gays, héteros, bissexuais, etc) que não buscam um relacionamento estável. Acredite isso não é um “problema” (não sei se essa seria a melhor palavra) exclusivo dos gays. Embora historicamente em muitas culturas esse mito ainda persista e como não fomos criados em Marte, muitos de nós acabamos absorvendo, internalizando esse tipo de cresça extremamente preconceituosa.

Mas de fato esse fenômeno tem aumentado e gostaria de convidá-lo há pensar um pouco sobre algumas questões que podem ajudá-lo a entender o que acontece. Quais foram a principais mudanças que ocorreram na nossa cultura e até mesmo no mundo que tem podem estar associada a esse comportamento?     

Acho que nas ultimas décadas uma das principais mudanças está ligada á formas comunicação. Hoje em dia nosso planeta é uma verdadeira comunidade interligada por tecnologias que nos permitem manter contato com pessoas do outro lado do globo terrestre.             

A internet, a telefonia, os diversos aplicativos de comunicação rápida e instantânea são algumas das tecnologias que mais avançaram nos últimos anos e permitiram o rompimento de barreiras geográficas rígidas.             

Sendo assim, encontrar pessoas que tenham com interesses comuns aos nossos tornou-se fácil. E não apenas isso, a relação sexual casual ficou enormemente facilitada pela tecnologia. Você consegue imaginar que apenas há alguns anos atrás os gays só conseguiam se encontrar em guetos e com uma série de dificuldades?            

Hoje você pode conhecer um cara na net e marcar um encontro depois de dez minutos, seja para um encontro para conversar ou mesmo para saciar apenas uma vontade sexual. Ainda existe a possibilidade de sacias sua vontade fazendo sexo virtual, sem muito esforço.

Esse fenômeno que você tem constatado e outros são reflexos do impacto que essas mudanças têm sobre nossa cultura e nosso comportamento, na medida em que nosso comportamento é influenciado o tempo todo pelo mundo a nossa volta.

É tentador e difícil para um jovem gay conectado na internet, frente a uma infinidade de possibilidades e variedades de parceiros, ter o desejo de querer uma relação exclusiva e estável.

É uma concorrência, uma disputa de forças entre a relação estável e a liberdade de ter diversas experiências sexuais com diferentes parceiros. Sem julgar o que é melhor ou pior, até porque todo julgamento está ancorado nas experiências singulares do sujeito que lhe permitem dar um significado seu do que seria melhor ou pior.

Novas formas de relacionamento, inimagináveis no século passado então conquistando seu lugar ao sol. O crescente aumento das relações abertas prova isso. O futuro das relações é uma incógnita, mas não perca as esperanças. Você não é o único a procura de um relacionamento exclusivo e estável. Se esse é seu desejo, procure mais um pouco que certamente você irá encontrar.           




Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (1) Comente aqui!

Um comentário:

  1. Ola patrício tudo bem rapaz? Assim como vc, tb questiono isso sempre. Se pra vc que tem 22 anos ta dificil encontrar alguem sério, imagine a minha pessoa ocm 45 anos. Quando aparece são tantas dificuldades que impoem que parece filme de ficção. Mas sou um homem que não desiste e creio q a minha outra parte está por ai. Desejo a vc boa sorte e que realmente encontre um cara que lhe complete.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...