Slide 1 Slide 2 Slide 3

DICAS DE SAÚDE



A Grandeza de Deus: O 
Aparelho Genital Masculino
(extraído do site saudesexual.med)

 
De uma forma mais simples, podemos considerar que o aparelho genital masculino é composto pelo pênis, testículos, próstata, vesículas seminais e os condutos que levam os espermatozóides e os líquidos que compõem o esperma até o exterior do organismo.


O Pênis
 

Apresenta uma forma cilíndrica, que compreende duas estruturas mais laterais, os corpos cavernosos e uma estrutura mais central e inferior, o corpo esponjoso, que envolve a uretra, A uretra é uma estrutura tubular que permite a eliminação da urina, da bexiga para o exterior. Os três são envolvidos por camadas de tecidos ditos de conexão. A glande, uma extensão do corpo esponjoso, constitui a ponta ou “cabeça” do pênis. A prega de pele que o envolve em sua extremidade é chamada prepúcio.

Os corpos cavernosos são estruturas cilíndricas, que se estendem desde um dos osso da bacia (o púbis) até a glande. São constituídos por um tipo especial de tecido, que ao encher-se de sangue sob pressão provoca um enrijecimento progressivo que culmina no estado de ereção. A glande embora de constituição um pouco diferente, também possui a capacidade de intumescimento, ou seja, é capaz de aumentar de volume pela retenção de sangue em seu interior.


Testículos
 


É a chamada gônada masculina. De forma ovalada, pesa em média 25 gramas, porém, seu tamanho pode sofrer variações de indivíduo para indivíduo. Quando um bebê ainda está se desenvolvendo, na barriga da mãe, seus testículos estão localizados, originariamente dentro do abdome, descendo, mais tarde, para o seu lugar definitivo, na bolsa escrotal. Alguns transtornos podem retardar ou impedir essa “migração”, fazendo com que o bebê, ao nascer, tenha somente um ou nenhum testículo na bolsa escrotal.
No testículo existem células, clamadas de Leydig, que produzem uma substância chamada  testosterona, o hormônio masculino.
Os espermatozóides também são produzidos nos testículos. Através de tubos microscópicos, os espermatozóides são conduzidos até sair do testículo, passando para uma outra estrutura, o epidídimo. Este tem a forma de um C, de aproximadamente 5centímetros e tem por principal função, armazenar os espermatozóides nos intervalos entre as ejaculações.

As vesículas seminais
 
São duas estruturas em forma de saco, localizadas atrás da bexiga, que secretam o líquido responsável pela maior parte da fração fluida do esperma.
O esperma é o líquido viscoso de cor esbranquiçada, que sai do pênis por ocasião da ejaculação. É constituído por espermatozóides produzidos nos testículos, e líquidos secretados pelas vesículas seminais e pela próstata.

Os canais deferentes, seminais e ejaculatórios

 
O canal deferente é um conduto de cerca de 35 cm de comprimento que vai do epidídimo até se juntar ao canal da vesícula seminal.  A partir daí, passa a se chamar ducto ejaculatório, e leva os espermatozóides, agora junto com o líquido seminal, até a porção mais interna da uretra.
A Próstata
 

A próstata é uma glândula, que produz um dos líquidos que compõem o sêmen (esperma).
A próstata normal pesa cerca de 20 gramas e tem o tamanho de uma noz. Localizada logo abaixo da bexiga, envolve completamente a uretra, em sua porção inicial.
No homem com mais de 45 anos de idade a glândula tem uma tendência para aumentar de volume. Esse crescimento pode comprimir  a uretra e dificultar a micção (ato de urinar).

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...