Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Preconceito nossa de cada dia.




Gays e lésbicas no mundo todo lutam contra o preconceito que sofrem, mas será que todos param para pensar no preconceito que nós mesmos perpetuamos? Falo isso porque vira e mexe vendo gays ou lésbicas sendo tão intolerantes com a diversidade humana quanto aqueles que militantes gays lutam.

Ninguém está a salvo de ter preconceito, as vezes é um sentimento inconsciente que nem temos noção, mas ele existe sim no coração de todas as pessoas. Talvez seja um traço genético, uma falha de caráter de nossa espécie ou falta de noção mesmo. Acho que é tudo isso e mais um pouco.

Qualquer sentimento pode ser trabalhado de forma positiva, somos eternas metamorfoses, sempre a caminho do aprimoramento, pelo menos na teoria. O importante para resolver qualquer problema é dar o primeiro passo: saber que o problema existe. Depois disso para resolver é apenas começar.

Quantas vezes vejo gays destilando o veneno do preconceito contra pessoas de nosso próprio universo gay? Quem nunca ouviu alguém comentar:

– ‘É barbie, com certeza não tem cérebro‘.
– ‘Travestis são perigosas, todas fazem programas‘.
– ‘Não curto gays efeminados‘.
– ‘Vai para a balada X, com certeza é uma drogada‘.
(…) e por aí vai.

Tantos curtem falar do preconceito que sofremos por conta dos fanáticos religiosos no Brasil, mas quantos julgam qualquer deles como ignorantes ou burros por contribuir com o dízimo de suas igrejas? Conheço muitos religiosos, minha família é composto por pessoas que acreditam muito em algo, somos tão diversos em nossas crenças, tão diversos em nossas opiniões mas nem por isso deixamos que essas diferenças acabem com o diálogo, a troca de experiências ou o amor que sentimos uns pelos outros.

Lembro como se fosse hoje: Estava assistindo o BBB 11 e a Paulinha, uma gordinha, participava de uma prova ou algo assim. Estava no twitter, comentando, tirando sarro mesmo e a Paula Bastos do blog Grandes Mulheres apenas disse algo parecido com: ‘Não esperava isso de você, ainda mais porque você também sofre preconceito‘.

Eu mereci essa chamada dela? Com certeza! Quem me deu o direito de tirar sarro de alguém por conta de seu peso? Fui preconceituoso, indelicado e sim, perpetuei através de uma brincadeira, o preconceito contra gordos. Aprendi a lição e hoje antes de falar penso centenas de vezes e se algum pensamento assim vem a minha mente me repreendo.

Sou da opinião que a melhor forma de curar o preconceito seja o respeito mútuo. Sabe aquela velha frase que escutamos sempre: ‘Seu direito termina onde começa o meu‘? Pois então, vamos colocar me prática isso e respeitar o direito do outro ser o que quiser, quem quiser… desde que isso não ultrapasse a linha do nosso direito de conviver pacificamente.

Viva a diversidade humana. Abaixo o preconceito!


PERGUNTAS & RESPOSTAS



Chuca e Cheque: O que posso comer?




Tenho uma dúvida relacionada ao sexo anal, sou ativo mas estou com vontade de ser passivo, ser versátil. Sobre a limpeza do reto, a chuca já li muito e até experimentei pra ver como seria, enfim… mas tenho dúvidas quanto a alimentação. Por exemplo, se marcar com um cara no sábado posso jantar normalmente na sexta, o que devo comer? Café da manhã e almoço no sábado dia do encontro o que devo comer ou evitar tem alguma dieta?

Agradeço desde já.

Jhuninho, 23 anos – Belo Horizonte/MG

~*~

Olá Jhuninho,

Chuca nada mais é do que uma limpeza intestinal, também conhecida como enema. Já demos algumas dicas aqui, se tiver alguma dúvida, recorra ao post Primeira vez como passivo. Acredito que ajudará muito com essa ideia de ser passivo, fazer a chuca e tudo mais.

Há muita crendice popular sobre a chuca, ‘não pode comer isso‘, ‘não pode comer aquilo‘, ‘se você comer isso não terá problemas‘… Tudo balela! Claro que antes de sair com o cara você não comerá uma feijoada completa, toda gordurosa, até porque isso poderá te dar um revertério na hora do sexo anal, não que sujará o pau do boy.

Não existe nenhuma restrição alimentar para ser passivo ou qualquer dieta para fazer a chuca funcionar e você não passar o cheque no boy. Pode ficar tranquilo e jantar normalmente na sexta-feira que não terá problema algum.

Se você sairá com o boy magia no sábado, faça a chuca no mesmo dia, pouco antes de se encontrar com ele. Isso garante um intestino e reto limpinho para não sujar a neca do boy na hora de fazer sexo anal.

Fique tranquilo, que se fizer a chuca antes de sair de casa, durante o banho que tomará antes de encontrar com o boy, não passará o cheque!

Espero ter ajudado e não esqueça de usar camisinha, hein?

~*~

Agora quem está apaixonado por ele sou eu.



Olá pessoal do blog, me chamo Pedro e moro numa cidadezinha do interior do Rio Grande do Norte.

A 6 meses que estou me relacionando com um cara que eu conhecia dos meus tempos de criança, e que reencontrei depois de adulto através de um site de relacionamento. Moramos em cidades deferente, eu moro no interior e ele na capital.

No início de nossa relação fizemos um trato de deixar rolar e ver no que ia dar, sendo que se qualquer um dos dois não estivesse mais afim chegaria para o outro e falava. O tempo foi passando e um certo dia ele falou que estava gostando de mim. Falei que gostava dele, mas não estava apaixonado por ele. Depois que falei isso continuamos nos encontrando, só que ele ficou na dele e não insistiu em falar que gosta de mim.

Hoje me apeguei muito a ele ao ponto de achar que estou apaixonado por ele. Falei pra ele que estava gostando dele, mas agora ele é quem fica indiferente. No início ele sempre ligava pra mim, nos falávamos sempre pela internet. Hoje ele não liga mais e nos falamos muito pouco pela internet.

Cheguei a ligar pra ele algumas vezes mas ele não atendia, nem ao menos retornava depois. Algumas vezes fiquei chateado com ele e demonstrei isso, ele falou que eu deveria ter amor próprio e deveria antes de tudo gostar mais de mim. Como eu gosto dele de verdade estou sempre tentando entende-lo, e sempre que nos desentendemos procuro fazer as pazes.

Minha dúvida é se ele ainda gosta de mim da mesma forma, se ainda está comigo para não ficar só, ou pra não me machucar.

Pedro, Rio Grande do Norte.

~*~

Pedro, é complicado dizer se ele gosta de você ou não, até porque o sentimento alheio é meio impossível de se ter certeza. Nada melhor do que uma boa conversa a respeito, é o que eu sempre digo, mas nada de internet, esse tipo de conversa precisa ser feita pessoalmente. E nada de criar expectativas, mas esteja preparado para ouvir tudo, desde um ‘gosto de você‘ até a ‘não quero mais nada com você‘.

Agora vamos e convenhamos, depois de dizer ‘não estou apaixonado por você‘ para o cara que esperava o contrário, é claro que foi como um balde de água fria nos sentimentos dele por você. Claro, que ele poderia ao invés de esfriar, tentar te conquistar. E você ao invés de dizer algo que não sente, poderia ter desconversado e dado um beijo e um abraço nele. Não teria dito algo que não sente, mas também não teria deixado o cara no vácuo. Sinceridade é bom, mas há casos em que é melhor não dizer nada e desconversar.

Você tem duas opções além da conversa séria com ele:

Opção 1: Se joga e tente conquistá-lo de verdade! Demonstre que seu sentimento é verdadeiro, que quer ficar com ele, que realmente está apaixonado por ele. Vá visitá-lo na capital, marque dele ir a sua cidade, faça um jantar, leve-o para jantar… Invente algo diferente, uma noite apenas com coisas que ele curte fazer, inclusive no sexo.

Opção 2: Curto e grosso. Desista do boy, já que ele, aparentemente, esfriou com você. Veja se realmente vale a pena, se está apaixonado por ele de verdade, se seus sentimentos são sinceros… Se não for manda um beijo e parte para outra. Dolorido, mas simples de fazer.

Espero ter ajudado!

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...