Slide 1 Slide 2 Slide 3

SEXO

Saiba o que a falta de sexo causa ao organismo.


Pesquisadores têm mostrado que o sexo é extremamente benéfico para a saúde



Muitos estudos têm mostrado que a pratica de sexo reduz o risco de ataques cardíacos ou AVC, bem como de incidência de câncer de próstata.

Parece que o sexo é mais do que uma simples descarga hormonal e breves momentos de prazer. É que pesquisadores têm mostrado que ele é extremamente benéfico para a saúde e que períodos de detox sexual muitas vezes refletem negativamente no organismo.

Muito desenvolvida, a ciência por trás dessa relação tem sido capaz de indicar inclusive a frequência mais indicada para fazer sexo.

Detox sexual pode ser um problema.

Muitas pessoas podem se encontrar em um detox sexual, ou seja, uma temporada sem ter relações sexuais. Isso é capaz de ocorrer por diversos motivos, mas o fato é que nossa saúde mental e emocional é claramente influenciada pelo sexo. Pesquisas indicam, inclusive, que a abstinência é capaz de levar a problemas como ansiedade e depressão.

Fazer sexo faz bem para a saúde.

Fazer sexo seguro, especialmente com um parceiro comprometido e amoroso, pode trazer benefícios para a saúde. A cama é capaz de ser uma boa máquina de exercício e atividade sexual vigorosa para queimar até 200 calorias. Com isso, o sexo pode contribuir para a melhoria da aptidão física em geral.

Muitos estudos têm mostrado que ele reduz o risco de ataques cardíacos ou AVC, bem como de incidência de câncer de próstata. Acontece que os benefícios vão ainda mais além.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Wilkes University, dos Estados Unidos, pessoas que têm sexo uma ou duas vezes por semana possuem um nível de imunoglobulina 30% superior aos indivíduos que não mantêm relações com tanta frequência. Essa substância é benéfica para o sistema imunológico do organismo, e ajuda a prevenir gripes e resfriados.

Por isso, se você não está tendo sexo como gostaria, é preciso mudar essa situação. Verifique os motivos pelos quais sua vida sexual está em baixa e procure solucionar essas questões. Muitas vezes certas mudanças são necessárias para reincluir o sexo na rotina e obter todos os seus benefícios.

Desejar sexo a três não significa insatisfação com o parceiro.


A ideia pode ser uma maneira de movimentar o relacionamento, assim como qualquer nova experiência sexual


"O sexo a três é mais um recurso que os casais buscam justamente para fugir da rotina", diz a sexóloga Carla Cecarello.

Se você tem um relacionamento fixo e seu parceiro já sugeriu sexo a três, o famoso "ménage à trois", não se preocupe, pois a proposta está longe de significar insatisfação com os suas habilidades na cama. Ou, ao contrário, se quem tem esse desejo é você, saiba que ele também não reflete desinteresse por seu par. Segundo especialistas, a fantasia de incluir uma terceira pessoa no sexo mostra que confiança e intimidade estão em alta na relação.

"A sexualidade humana envolve pensamentos e vontades, e as pessoas têm preferências diferentes. Quando encontramos alguém em sintonia conosco é que nos sentimos à vontade para propor e dividir esses desejos", fala a terapeuta sexual Margareth dos Reis.

Segundo a sexóloga Carla Cecarello, a ideia pode ser uma maneira de movimentar o relacionamento, assim como qualquer nova experiência sexual. "O sexo a três é mais um recurso que os casais buscam justamente para fugir da rotina. Deve ser visto mais como uma preocupação para que o novo sempre esteja presente, e não como uma insatisfação".

O sinal de alerta deve acender quando o "ménage" for usado como uma salvação desesperada para o relacionamento que anda morno. "Nesses casos, não é indicado, justamente porque estão em um momento frágil. Incluir uma terceira pessoa, ainda mais em uma situação como o sexo, pode fazer tudo desandar de vez e trazer à tona questionamentos que estavam adormecidos", afirma Triana Portal, psicóloga e terapeuta de casais.

Outra coisa que não funciona quando se trata de sexo a três é fazer somente porque o outro quer, já que não é algo simples como usar fantasias ou brinquedos eróticos, pois envolve uma outra pessoa.

"Nada deve ser feito contra a vontade no sexo, pois pode trazer prejuízo para a relação e para si mesmo. A vontade tem que ser igual para os dois, mesmo que a ideia surja de apenas uma das partes. A experiência deve trazer prazer mútuo", explica Margareth.

Você tem vontade de fazer sexo a três? Use o campo de comentários para responder.


E se você está questionando se é possível convencer o parceiro, a resposta é "não". Para a blogueira de sexo Lasciva, quando o assunto é esse, não dá para ceder aos argumentos do outro se ambos não compartilham do mesmo desejo.

"A questão é levar o parceiro a embarcar na ideia junto com você, que com os seus argumentos sobre a questão, surja nele a vontade de fazer o sexo a três. Se for por convencimento, dificilmente o convencido se sentirá bem com a situação", afirma.

Lasciva acrescenta, ainda, que se a fantasia for um desejo do par, mesmo que na primeira vez não dê certo, vale a pena dar uma segunda chance. "Já passei por experiências assim. Às vezes, a terceira pessoa pode não ser a ideal e acabar estragando tudo, mesmo que ela não queira", diz ela, que sempre preferiu incluir amigas suas ou do parceiro nessas situações.

Ao contrário da blogueira, a terapeuta sexual Margareth dos Reis aconselha a procurar pessoas desconhecidas do casal, ou que pelo menos não façam parte do círculo social, para evitar constrangimentos futuros. "Vejo isso como uma precaução, ainda mais se for a primeira vez que o par tenta essa forma de prazer".

Margareth alerta, ainda, para que antes que o "ménage" aconteça, o casal consiga falar abertamente sobre o assunto, sem constrangimentos e também estipulem regras, para que nada cause estranhamento ou chateação na hora do sexo.

"Mesmo com tudo estabelecido, aceite que não há como ter o controle sobre tudo, afinal, sentimentos de três pessoas estarão envolvidos", afirma a especialista.

Para a sexóloga Carla Cecarello, é indispensável que o par lembre-se que, após do sexo a três, o relacionamento a dois vai continuar. "É uma condição delicada, por isso o vínculo deve estar fortalecido. Assim, o casal consegue pensar na experiência que tiveram e em como tudo vai ficar sem a terceira pessoa presente", explica.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...