Slide 1 Slide 2 Slide 3

NOTICIAS DO MUNDO GAY

México: Pressão da Igreja Católica consegue  adiar debate sobre união gay.


União gay é permitida em alguns estados e na Cidade do México

A pressão da Igreja Católica sobre o projeto que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo no México fez efeito.

Por causa das eleições no país, o Partido Revolucionário Institucional (PRI) decidiu adiar de forma indefinida o debate sobre o assunto no Congresso, segundo a Agência Ansa.

O líder da bancada governista no Senado, Emilio Gamboa, alegou que “o tema não gera consenso” no Congresso e que “não é prioridade” para o grupo parlamentar, “nem tão pouco para o país”. O projeto foi apresentado ao Legislativo em maio pelo presidente do país, Enrique Peña Nieto.

Atualmente, a união gay é legalizada nos Estados de Quintana Roo, Coahuila e Morelos, além da capital, Cidade do México.

Pastor anti-gays é preso  por molestar crianças.


Após massacre na boate Pulse, pastor disse que gays 'têm o que merecem'


O pastor norte-americano Ken Adkins, notoriamente homofóbico, foi preso acusado de molestar crianças no Estado sulista da Geórgia.


Segundo o site Daily Beast, o religioso é responsável por três igrejas e poderá responder por abuso de crianças e abuso agravado de crianças. 


Após o massacre na boate Pulse, em Orlando, em junho passado, quando um atirador matou 49 pessoas – a maioria LGBT – Adkins disse, em sua conta no Twitter, que “os gays têm o que merecem”.

Jogador é multado e suspenso depois de cometer homofobia contra atleta gay.




Richard Chaplow, meio campo do time Orange Country Blues foi suspenso por dois jogos e obrigado a pagar uma quantidade de dinheiro não revelada ao jogador Robbie Rogers, do LA Galaxy. Rogers é um atleta homossexual assumido e alega que Chaplow teria usado palavras homofóbicas contra ele diversas vezes durante uma partida entre os dois times. A United Soccer League puniu, então, o ofensor para dar o exemplo de que a liga não aceita esse tipo de comportamento. 

Rogers é um atleta veterano do futebol que, aos 31 anos, já se aposentou da liga principal e joga campeonatos específicos. Bem resolvido com a sua sexualidade, anunciou publicamente em 2013 que era gay. Ele e seu companheiro, Greg Berlanti, o criador do seriado “The Flash”, já são casados e tem um bebê. 

Segundo o jogador de futebol, Chaplow teria usado a palavra “queer” para ofendê-lo várias vezes num intervalo de 10 minutos no final da partida. O agressor negou as alegações. Mas uma investigação realizada ao longo de três dias pelo Comitê Disciplinar da USL conversou com juízes, atletas dos dois times, treinadores e analisou um vídeo do momento até que se certificou de que a acusação era verdadeira, encontrando evidências aos 82 minutos da partida, quando Rogers está no chão. 

“Nós não toleraremos esse tipo de atitude dentro das nossas partidas”, afirmou a USL ao anunciar a pena para Chaplow.

Estabelecimentos que cometam atos de homofobia podem ser multados em até R$ 50 mil na PB.




A secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, o secretário de Segurança Pública, Cláudio Lima, e o deputado estadual Anísio Maia participaram de reunião sobre a implementação da legislação que prevê a aplicação de multas de até R$ 50 mil a estabelecimentos que cometam atos de homofobia junto com representantes do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), do Ministério Público Federal (MPF) e da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB).

O intuito do encontro foi solicitar que a Lei Estadual de número 7.309/2003 seja implementada. A lei prevê a aplicação de multas de até R$ 50 mil a estabelecimentos que cometam atos de homofobia, ou seja, discriminação de pessoas devido à sua sexualidade ou devido ao afeto entre casais do mesmo gênero. O decreto nº 27.604/2003 regulamentou a lei e está em vigor desde 2003, quando foi proposta pelo então deputado estadual Ricardo Coutinho.

O secretário de Segurança Pública do Estado, Cláudio Lima, garantiu ao Ministério Público e à OAB que, em pouco tempo, criará uma comissão para aplicação da lei. Além disso, as delegacias de todo o Estado coletarão denúncias e encaminharão à comissão para aplicação da penalidade administrativa. “A Secretaria entende que se trata de tema da maior relevância e adotará todas as medidas para a implementação da lei 7.309”, garantiu o secretário.

“O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Defesa e Segurança Pública, vai aplicar a lei 7.309 e implementar a aplicação de multas a estabelecimentos comerciais que discriminarem LGBTs. As parcerias são fundamentais para o avanço”, comentou a secretária da Mulher e Diversidade Sexual, Gilberta Soares.

Campanha de Haddad para reeleição em São Paulo foca no Transcidadania.





Lançado em janeiro de 2015 pelo prefeito Fernando Haddad, o Transcidadania é o primeiro Programa de políticas públicas do Brasil destinado a travestis, mulheres e homens trans que vivem em situação de vulnerabilidade.

No primeiro episódio da nova série da campanha HaddadSP, “Números não contam histórias, pessoas sim”, foi divulgada a emocionante trajetória de Priscila Valentina, travesti beneficiária do programa Transcidadania, criado na atual gestão. Assista o vídeo a cima.

Pioneiro no país e com um investimento de R$ 3 milhões, ele é hoje a principal política pública para a população de travestis e transexuais no Brasil. E também é referência no cenário internacional quase se trata de promoção de direitos humanos e cidadania de populações marginalizadas.

Com o objetivo de auxiliar a reintegração social e recuperar trajetórias desta população que sofre discriminação por sua identidade de gênero, o Programa oferece educação, formação escolar básica e qualificação profissional. E também bolsas-auxílio pelo período máximo de dois anos para que essa população possa concluir o Ensino Fundamental ou Médio. Os beneficiários também recebem cursos de qualificação profissional e atividades culturais.

No segundo ano do Transcidadania, o prefeito Fernando Haddad ampliou o Programa e anunciou o reajuste da bolsa-auxílio de R$ 827,40 para R$ 924, além de dobrar o número de vagas de 100 para 200. A bolsa oferecida tem a finalidade de garantir mais autonomia para que os incluídos se dediquem aos estudos e às atividades oferecidas.

E os resultados já começam a aparecer. Neste ano, o Transcidadania inscreveu 137 beneficiárias e beneficiários do Programa no Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM. 

Após pedido de moradores, bandeiras LGBT no Largo do Arouche serão permanentes.


Moradores pedem permanência de bandeiras LGBT no Aruche.


Sete bandeiras foram instaladas no local em 28 de junho, no Dia do Orgulho LGBT.

A Prefeitura de São Paulo vai tornar permanentes as bandeiras LGBT no Largo do Arouche, na região central da capital. A decisão foi tomada pela administração municipal após pedido de ativistas. Sete bandeiras foram instaladas em 28 de junho, no Dia do Orgulho LGBT, e vão continuar no local.

A ideia, segundo a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, é também instalar bandeiras em vias do entorno, como as Ruas Vieira de Carvalho e Aurora. A Rua Frei Caneca também é uma possibilidade, embora a Prefeitura não tenha consultado ainda os moradores da região. 

Também no Largo do Arouche, até o fim do ano, a Prefeitura quer instalar um posto permanente do Centro de Cidadania LGBT para divulgação e atendimento aos cidadãos. O local também deve passar por reforma no mobiliário e melhorias na limpeza. 

Uma petição online foi criada na Change.org pedindo a manutenção das bandeiras no Largo do Arouche. A iniciativa foi do jornalista Helcio Beuclair e o abaixo-assinado alcançou mais de 5 mil assinaturas.

Segundo o coordenador LGBT da Prefeitura, Alessandro Melchior, a decisão pela permanência das bandeiras faz parte da Meta 61 do Programa de Metas da administração, que prevê a requalificação do Largo. "Queremos tornar o Arouche como ocorre em grandes cidades do mundo, onde a comunidade LGBT se encontra em uma região por sentir uma identidade cultural ali", afirmou. 

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...