Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

Gaydar: O que é e como funciona?




Gaydar, aquele radar que nós gays, e alguns héteros, tem que reconhece um gay há quilômetros de distância ou até mesmo por foto realmente funciona! E não sou apenas eu, com toda minha experiência no universo gay que falo, há estudo sobre o assunto!

Um estudo elaborado por Joshua Tabak graduado em psicologia pela Universidade de Washington, e Vivian Zayas da Cornell University mostra que o gaydar existe e funciona!

A pesquisa sobre o gaydar foi realizada com universitários de ambas faculdades que durante 50 milissegundos [um terço do tempo de um simples piscar de olhos] para 96 fotos de homens e mulheres, gays e héteros, sem qualquer tipo de dica sobre sua sexualidade. As fotos eram em preto e branco, e cortadas de uma forma que mostrasse apenas o rosto da pessoa.

O resultado? 65% de acerto do caso de fotos de lésbicas e 57% no caso de homens gays. Um número bem alto, não acham?

Foto usada no estudo sobre o gaydar


Não que seja uma grande novidade, mas o estudo também mostrou que héteros também tem o gaydar em funcionamento. Esse estudo não foi realizado apenas com gays o que demonstra que escondendo ou não, há uma grande probabilidade das pessoas saberem que você é gay ou lésbica.

Pode ser intuição, pode não ser, mas que nós gays temos o gaydar ligado isso é fato! Quem nunca viu um cara há metros de distância e falou: ‘É gay‘ e quando o viu de mais perto simplesmente sua suposição foi confirmada? Vish, acontece comigo sempre! Eu e um ex-namorado costumávamos falar que se você enrolar um gay como se fosse uma múmia, deixando apenas os olhos de fora, de forma que não se veja nada além disso… Na hora que ele piscar você saberá que ele é gay!

Não há estudos que falem sobre como o gaydar funciona mas EU tenho minhas teorias quanto a isso! Muitas pessoas, nós gays em especial, somos sensíveis de uma forma inexplicável.

Acredito que inconscientemente pegamos pequenos detalhes, movimentos, mudanças nas pessoas que nos dão as dicas se a pessoa é gay ou não. As vezes o jeito de andar [que nem precisa ser um cat walk de passarela] ou o jeito que a pessoa nos olha já são indícios para o gaydar quase explodir.

E o seu gaydar, funciona?

PERGUNTAS & RESPOSTAS


Morar com ele: Vale a Pena?



Tenho 18 anos moro na Bahia. Conheci um rapaz pela internet que tem 24 anos, ele mora na capital e eu numa cidade próxima (cerca de uma hora de ônibus). Ele é super atencioso, fofo e me faz bem. Estamos conversando a quase um mês, ficamos no celular por horas e nos falamos por webcam, não posso ir vê-lo sempre por que faço faculdade e esta me prende muito. Ele não pôde vir aqui me ver ainda devido ao trabalho dele.

Já tenho um carinho muito grande por ele e vejo que ele sente o mesmo por mim. Estamos nos fazendo muito bem, mas eu particularmente tenho medo de fazê-lo sofrer e com isso eu sofrer também. Ele já me pediu em namoro e me pergunta sempre se não quero ir morar com ele.

Minha mãe sabe que sou gay, mas meu pai e irmãos não, ele não pode vir aqui na minha casa devido a isso. Gostaria de saber de vocês se devo mesmo seguir em frente com essa história ou é melhor parar pra ambas as partes não se machucarem?

Romário, 18 anos – Bahia

~*~

Posso ser sincero com você? Acho que ir morar com ele ainda é cedo para vocês! Sei que vocês se curtem mas será que está mesmo na hora de ir morar com ele? Se casar é um passo importante na vida de uma pessoa, é importante conhecer bem a pessoa antes de dar esse próximo passo.

Não caia na mesma besteira que eu cai quando era mais novo, viu? Se você não sabe fui casado durante um tempo com um cara chamado Bruno. Ele era [e ainda é] um cara super bacana, inteligente, bonito e tem tantas outras qualidades, mas nosso casamento não deu certo por diversos problemas, entre eles eu acho que ainda não era hora de morar juntos.

Quando fui morar com ele estávamos juntos há menos de 6 meses e na empolgação do namoro isso pareceu legal a princípio mas não era. Não que houvesse tantos problemas mas se fossemos com mais calma, TALVEZ, estivéssemos juntos até hoje. Conhecer mais um ao outro, não apenas as qualidades mas os defeitos também!

Não pense em quando você for morar com ele será tudo um conto de fadas! Casamento é algo real e é preciso ter plena consciência de quem se é e com quem vai casar e em tão pouco tempo juntos não sei se dá pra conhecer tanto assim.

Curta o namoro! Essa é uma fase tão gostosa do relacionamento, mesmo que não possam se ver sempre aproveite quando se veem. E com o tempo você pensa se vale a pena mesmo morar com ele.

Quanto a magoa-lo: Você pode casar com ele e magoa-lo do mesmo jeito. Você pode ficar no namoro sério e também magoa-lo. Você pode terminar tudo e magoa-lo assim também. Acho que você tem que viver esse relacionamento até quando achar que rola. Se não der certo, bola pra frente que a fila anda!

Simples assim!

~*~

Gay: A descoberta de si mesmo.



Boa noite, meu nome é Paulo, e eu sou mais conhecido como PM! Tenho 14 anos e moro em Curvelo/MG, muitos blogs que já entrei disseram que eu não tinha idade para saber de meus interesses, mas eu acho que já sei sim!

Comecei a perceber isto a uns 2 anos, quando percebi que começava a prestar mais atenção em meu ‘amiguinho‘ do que em minha ‘amiguinha‘. Pouco tempo depois, estava em um site para escritores e entrei em contato com um escritor, na época ele tinha 14 e eu 12. Ele me disse que se considerava bissexual, foi ai que tive certeza, tipo que começamos a namorar! Mas nada dura para sempre!

Um ano depois, voltei a me apaixonar por um britânico gay, namoramos, até chegou o fim a 7 meses atrás e não consigo parar de pensar nele um minuto sequer, porque foi um mal entendido e sofro muito por não conseguir voltar a falar com ele!

Tenho algumas amigas que sabem sobre ele, invadiram meu face e descobriram tudo, mas guardaram em segredo, trocando SMS com elas, esqueci de apagar alguns, o celular que estava foi para minha mãe e acho que ela descobriu sobre ele. Ela deu alguns sinais que sabe sobre o assunto, mas eu desconversei, ou fingi não escutar, não quero que eles saibam.

Agora a pouco tempo, descobri um tio (irmão do meu pai e de 16 anos) me contou em segredo que ele é bissexual… Certo, ele já tinha descoberto que eu também sou. Pouco tempo depois, descobri que meu amigo (online) também é, e revelei a ele, alguns outros amigos online também sabem que eu sou, mas não pretendo contar ao amigos da realidade.

Pra tentar esquecer do britânico, meu tio disse que eu tinha que ter um romance real, não virtual, mas moramos em cidades muito longe para ele conseguir arrumar alguém pra mim como ele prometeu. Queria saber se tem algum jeito deu me livrar desta saudade e/ou conseguir sair com algum menino! (Não sei se existe algum meio de descobrir se um menino está interessado em mim, ou de fazer ele ficar interessado em mim, se existir, eu gostaria de saber).

Paulo, 14 anos – Curvelo/MG

~*~

Paulo;

É nessa idade que você está ou até mais novo que a sexualidade começa dar o ar da graça por causa do aumento dos hormônios. Você já pode sim começar a se entender como gay, como hétero, bissexual, etc! É o início da descoberta sexual. Claro que você ainda não pode afirmar com total certeza, ainda é novo, mas com o tempo e o entendimento de si mesmo você terá cada vez mais certeza sobre sua orientação sexual.

É normal querer esconder que é gay da maioria das pessoas. É um mecanismo de defesa natural que temos e criamos, mas isso nem sempre precisa ser assim, mas concordo que agora o melhor mesmo é seguir a vida e tentar se entender antes de mais nada. Mais pra frente você pensa se quer sair do armário e contar a todos que é gay. Ok?

Seu tio está certo! O melhor mesmo é encontrar alguém na vida real, mas lembre-se de procurar pessoas da sua idade, que vivem a mesma fase que você. É importante essa descoberta sexual!

Um lugar bacana para conhecer gente legal e interessante é a internet. Isso você já sabe! Só que agora você até pode marcar um encontro real com alguém, mas escolha bem! Nada de sair por aí conhecendo todo mundo! Critério é importante em qualquer fase de nossas vidas.

Outra coisa que você precisa pensar é na sua segurança! Não marque encontros em lugares escondidos, prefira lugares mais agitados com muitas pessoas a volta. Nunca se sabe se a pessoa é louca! Todo cuidado é pouco nesses encontros com pessoas da internet.

Para saber se alguém está interessado em você o bom mesmo é a intuição. Isso não é algo que tenha uma fórmula mágica que dá pra ensinar, é preciso ter feeling e sentir a outra pessoa. Não rola apenas com você que é gay essa dúvida, mas com todo mundo. Com o tempo você consegue!

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...