Slide 1 Slide 2 Slide 3

HOMOSSEXUALIDADE

TRANSformando: Masculino e Feminino.




Já falamos das diferentes identidades de gênero, sexualidades e suas combinações. Existem casos em que a identidade de gênero é a “esperada” dentro do binarismo, mas as normas do gênero são desafiadas.

Casey Legler é um ótimo exemplo. Ela é uma mulher e trabalha como modelo masculino para a agência Ford Models. A ex nadadora olímpica possui uma aparência que nos faria chama-la de andrógina, mas ela se identifica como mulher.

“Somos criaturas sociais e temos uma linguagem física de nos comunicarmos uns com os outros. Mas seria muito bom se todos nós pudéssemos usar apenas o que queríamos, sem que signifique alguma coisa”. Para Casey não importa a roupa que ela usa, não é o vestido que a faz mais mulher ou o paletó que a faz menos.

Apesar de ser comparada a Lea T. e Andrej Pejic, o caso de Casey é diferente. Lea é transexual e Andrej andrógino. Mesmo com uma aparência categorizada como andrógina, Casey é uma mulher, ela se identifica como mulher.

Casey mostra que além das milhões de identidades de gênero possíveis, ainda são possíveis inúmeras releituras das que se encaixam no binarismo. E desafia a própria existência das categorizações de gênero.

Categorias, nomes, nos limitam. Homem, mulher, trans, andrógino, etc, trazem alguns termos predefinidos, a questão é que não somos padronizados. A maneira de me expressar por roupas, maquiagem, corte de cabelo, acessórios, palavras, pode variar conforme minha vontade e meus desejos.

Ser homem, ser mulher, ser transexual, é possível ser qualquer um desses e ser livre.

Já discutimos aqui a necessidade das categorizações e aqueles que não se encaixam em nenhuma delas. Apesar de sua importância atual é bom ter em mente que o objetivo é acabar com todas essas separações. Nós somos seres humanos, muito complexos para vivermos dentro de caixas que nos definem.



PERGUNTAS & RESPOSTAS


Sou ninfomaníaco e quero namorar.

Ninfomaníaco quer namoro sério.

Sou um carinha de 19 anos, ativo, moreno e tenho um problema com disposição sexual. Não é falta, mas excesso!

Toda hora eu quero sexo e tenho medo de namorar, porque não sei se me controlaria. Um vez não consegui resistir e acabei fazendo até o que eu não queria e por isso fico em relacionamentos abertos, nada sério.

Queria saber como fazer dar certo, ter algo sério com alguém?

Luke, 19 anos.

~*~

Luke, 

Quando estamos na adolescência ou somos jovens adultos, como é o seu caso, controlar o apetite sexual é complicado. Você se julga ninfomaníaco mas saiba que isso é perfeitamente normal, viu?

Quando experimentamos algo gostoso e prazeroso é normal ir em busca dessa sensação de prazer ou saciedade. Ser ninfomaníaco só traz problemas quando interfere diretamente em algumas áreas da sua vida. Se você deixa de trabalhar, estudar, comer, etc isso é uma problema e deve se procurar ajuda médica.

Relacionamento abertos também podem ser sérios querido. Não confunda fidelidade com a seriedade de um relacionamento, até porque há muitos casais que tem uma vida amorosa perfeitamente normal e transam com outras pessoas.

Eu particularmente não teria um relacionamento assim, mas se for um relacionamento aberto deve existir regras sobre como, onde e quando pegar outras pessoas ou seu namorado pode levar isso como traição.

Agora se você procura um relacionamento monogâmico e tem todo esse fogo, que tal ver se acha alguém tão ninfomaníaco quanto você? De repente você acha um cara que curte tanto ou até mesmo mais sexo que você. Seria um casal perfeito, hein? É algo para se pensar a respeito.

Espero que tenha te ajudado e lembre-se: Se a vontade de sexo começar a atrapalhar vários fatores da sua vida, é importante procurar a ajuda de um sexólogo e ver o que acontece, ok?

~*~

Por que me senti mal ao assumir minha sexualidade?


Sou novo demais para me assumir? O que me faz sentir mal ao compartilhar minha sexualidade?

Indo direto ao assunto: contei para um amigo que sou gay pelo Face. Ao fazer isso, esperava que ia me sentir melhor, mas o efeito foi o contrário: entrei em desespero, passei o dia sentindo uma angústia horrível, mesmo ele tendo me dito que me respeita e que isso não irá alterar a amizade. Sou muito tímido, não sei de onde tirei coragem para fazer isso e não esperava que a minha reação fosse desse jeito. Qual vocês acham que é a causa desses sentimentos? Eu ainda não estava pronto para me assumir? Ainda não me aceito? Sou muito jovem? A timidez tem alguma relação com isso? Obrigado por lerem meu depoimento, espero poder me livrar desses sentimentos ruins.

Pedro, 16 anos, Pernanbuco.

~*~

Oi! Não acho que o problema em se sentir mal ao contar para seu amigo que você é gay venha do fato de ser tímido. E bom, o simples fato de se abrir com ele já diz que você, de alguma maneira, já se aceita como gay. Pela minha experiência anciã na terra, a gente primeiro trabalha este fato internamente, antes de contar para alguém isso que achamos ser “uma terrível verdade”.

Na realidade, o que te faz sentir assim pode ser o seu inconsciente. Crescemos num mundo onde o normal é ser hétero, namorar, noivar e casar com mulheres. Comprar casa, ter filhos, ver os filhos crescerem e passarem pelo mesmo processo que passamos. Ser gay contradiz tudo isso que a sociedade nos ensina. Por isso essa sensação ruim, de estar fazendo algo errado. (Mas, ainda assim, podemos casar e constituir família, uma diferente do que o que a sociedade espera, mas igualmente feliz).

Já que a sociedade não te diz isso, eu digo: VOCÊ ESTÁ NO CAMINHO CERTO! O próximo passo é ser você mesmo e não ser o que os outros esperam que seja. Você é o Pedro, filho, amigo, estudante… além de ser gay. Não deixe que te definam apenas como gay. E mantenha a amizade com esse seu amigo. Ele me pareceu ser gente boa. A cada pensamento negativo que tiver pelo fato de ser gay, reprima o sentimento ruim e pense: sou um ser humano acima de tudo e não existe nada de errado em ser gay.

Logo passará a ver sua orientação sexual como algo natural e não uma anormalidade. Mesmo que o mundo veja de outro modo, o importante é você se aceitar e se amar como é.

Boa sorte!

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...