Slide 1 Slide 2 Slide 3

LIVROS DA ESTANTE


Livro da Semana: 
Homens Elegantes
Samir Machado

 

Escritor e roteirista nascido em Porto Alegre, Samir Machado arrebanhou elogios da crítica com o romance Quatro soldados. Agora, em sua estreia na Rocco, o gaúcho confirma que é uma das vozes mais originais da literatura nacional com um romance histórico que se filia à melhor tradição do gênero. Na trama, um soldado brasileiro é enviado a Londres com a missão de investigar uma rede de contrabando de livros eróticos para o Brasil, em 1760, e se deslumbra com os luxos e excessos da alta sociedade europeia. Uma legítima aventura de capa e espada, com direito a duelos e perseguições a cavalo, apimentada pela literatura pornográfica iluminista e pelo universo LGBT do século XVIII. A obra foi adquirida para adaptação cinematográfica pela RT Features, responsável por sucessos internacionais como Frances Ha, de Noah Baumbach, entre outros.

Onde Encontrar:



Sobre o Livro
Amigo de Machado, Daniel Galera assina a orelha de “Homens elegantes” e também acaba de criar, pela primeira vez, um personagem gay. Ele explica que seu Emiliano, de “Meia-noite e vinte” (lançado em setembro), é um tipo de homossexual “pouco representado em livros e no cinema”. Longe do clichê do gay afeminado, surgiu de anos de reflexão acerca do “significado de virilidade”.

— Em minha adolescência, era impensável associar o conceito de virilidade a um homem homossexual. Hoje eu entendo como ela é uma característica que transita livremente entre sexos e orientações sexuais — explica Galera. — Não resolvi do nada fazer um personagem que fosse homossexual. A percepção da minha geração de como se posicionar em relação a isso mudou muito dos anos 1990 para cá.


Leia mais sobre esse assunto em:


Minha Opinião
Uma verdadeira viagem no tempo. O autor primou pelo resgate histórico de uma época, caprichando nos mínimos detalhes. Uma aula de história em alto estilo, recheada de emoções, suspense, romance e muito glamour. Somos transportados para os ricos salões da corte inglesa do século XVIII, nos coloca no centro das intrigas; nos põe a par dos códigos secretos de um mundo "underground"; nos inunda de emoções extremas, apreensões, tensões, mas também de muito amor. Tudo em dose fortes, pulsantes como o sangue quente de Érico, que se derrete quando junto de seu amor. Aliás, mais um ponto forte do livro ao retratar de forma magistral, um amor puro e cativante entre o fidalgo e um simples padeiro. Érico e Gon, mostram em paradoxo que os extremos e os iguais se atraem mutuamente.
Foi a primeira obra que li do Samir Machado. Confesso que fiquei surpreso, pois nunca havia lido uma obra em português escrita com tanto requinte e zelo histórico, demonstrando mais uma vez que para se ter algo bem elaborado, um profundo trabalho de leitura e pesquisa precisa ser realizado, o que é comprovado pelas diversas fontes citadas ao final do livro. Recomendo para quem deseja ler um livro bem elaborado.

BOA LEITURA !!!

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...