Slide 1 Slide 2 Slide 3

CONFISSÕES DO DIVÃ



Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.
Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.

Bem, vamos ao tema de hoje:

Namoro há 1 ano e meio e eu quero mas ainda não transamos sem camisinha 

Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com


 


Estou vivendo a felicidade do primeiro amor. Namoramos há 1 ano e meio e ele foi meu primeiro TUDO – Primeiro beijo, primeiro namoro, primeira relação sexual, primeiro amor verdadeiro . Eu sou o segundo namorado dele e ele é um pouco mais velho – tem 26 anos de idade. Estamos muito apaixonados e eu gostaria muito que minha primeira vez sem camisinha também fosse com ele. Eu sou passivo e ele é ativo. Confiamos um no outro quanto a DSTs e na verdade esse não é o problema. O problema é que na outra relação ele transava sem camisinha com certa frequência e ele diz que não curte muito. Ele diz que é falta de higiene além de ter recebido muito cheque ele diz que brocha com o cheiro. Ele fica todo nervoso só em falar sobre o assunto, não entende meu desejo e a gente sempre briga. O que eu faço? 
Sérgio, 23 
   


Olá Sérgio, vamos esclarecer algumas coisas.

Primeiro; as DSTs e principalmente a AIDS não são uma questão de CONFIANÇA. Se você conhecer alguns caras que contraíram alguma doença sexualmente transmissível poderá comprovar que muitos estão nessa situação por que “confiaram” em seus parceiros. Existem muitas outras questões que envolvem o assunto e considero que esse é um grande risco que não devemos correr “por amor”.

Compreendo perfeitamente seu desejo. Relacionamentos prolongados tendem à exclusão do uso da camisinha – isso é um fato. Mas procure aconselhamento médico, converse com amigos próximos que já podem ter vivido alguma complicação em situações parecidas para depois você decidir o que fazer estando mais consciente dos riscos que você está optando em correr.

Segundo; pode ser bastante desagradável quando temos que fazer algo simplesmente para satisfazer a necessidade do outro se não sentirmos nenhum prazer com isso.  O dialogo me parece a melhor solução, tente em um momento em que ambos estiverem mais relaxados – até mesmo após uma relação sexual – conversar sobre as experiências negativas que ele teve, sobre as suas expectativas e tentem tomar uma decisão juntos, não há como obrigar ninguém a fazer algo que não quer.

Terceiro; o sexo é muito importante sim, mas deve ser prazeroso e não motivo de preocupações ou de conflitos. Um relacionamento sólido é construído por meio do dialogo, da compreensão e do entendimento mutuo.



Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...