Slide 1 Slide 2 Slide 3

MINHA VIDA GAY

Freiras se apaixonam, deixam convento e se casam.




Mudança de hábito! Federica e Isabel, duas ex-freiras católicas, renunciaram seus votos de castidade após se apaixonarem no convento onde conviviam e oficializarem a união.

As duas se casaram na Itália, onde o casamento gay foi legalizado recentemente. Elas se conheceram em uma viagem em missão na América do Sul e pertenciam à ordem Franciscana da igreja, que segue os ensinamentos de São Francisco de Assis.

Embora ainda se declarem católicas, após se apaixonarem, ambas decidiram abdicar de seus postos no convento pela igreja não concordar com a união de pessoas do mesmo sexo: “Deus quer que a gente seja feliz”, disse Federica ao jornal local “La Stampa”, e concluiu: “Gostaríamos que a igreja se abrisse e recebesse bem as pessoas que amam outras pessoas independente da sexualidade”.

A cerimônia de casamento aconteceu no norte da cidade de Pinerolo no último dia 28 de Setembro. Ambas também receberam as bençãos do ex-padre, Franco Barbelo, excomungado da Igreja após declarar apoio à comunidade LGBT recentemente enquanto o país discutia a legalização do casamento LGBT. Ele afirmou que a história de amor de Federica e Isabel é como muitas que acontecem no mundo, que as duas são pessoas de muita fé e pensaram muito para tomar esta atitude.

Temendo retaliações e o possível ataque de religiosos e conservadores extremistas, ambas pediram que a privacidade do casal fosse respeitada e não permitiram a divulgação de fotos do casamento, liberando apenas esta para a imprensa:



O casal em que o pai deu à luz um menino chamado carinhosamente de caracol.


"Depois de três semanas morando juntos, fiquei grávido", lembra Fernando.

Diane Rodríguez e Fernando Machado são um dos casais formados por transexuais mais famosos da América Latina e recentemente tiveram o primeiro filho no Equador.

"Ainda não escolhemos o nome. Talvez já tenhamos, na verdade, mas ainda estamos esperando para anunciá-lo", diz Diane, com os olhos fitados no celular enquanto tecla com as unhas perfeitamente bem feitas.

Ela e seu parceiro querem esperar que as coisas se acalmem um pouco.

Enquanto isso, o filho do casal chega à 18ª semana. Nascido em 20 de maio, ele é chamado carinhosamente de Caraote --"caracol".

Para muitos, Diane e Fernando são o símbolo de uma crescente tolerância sobre a diversidade sexual na região.

Paternidade

O casal se conheceu pelo Facebook.

Diane buscava alguém com quem pudesse construir uma família. Queria que a alma gêmea também apoiasse sua carreira como ativista.

Passou horas passeando por perfis nas redes sociais até que conheceu Fernando, outro transexual.

Fernando, que nasceu na Venezuela, sorri quando se lembra de como o romance começou. "Depois de alguns dias batendo papo com ela, peguei um ônibus e fui para o Equador."

"Depois de três semanas morando juntos, fiquei grávido", conta.

A gravidez só foi possível porque nem Diana nem Fernando decidiram se submeter à cirurgia de readequação sexual. Por isso, não precisaram de ajuda médica para conceber o bebê.

Mas para um pai ou mãe transexual que deseja colocar um filho no mundo, o Equador está longe de ser o paraíso da aceitação.

Episódios de violência contra minorias sexuais, como as de pessoas transexuais, ainda são comuns.

Diane, por exemplo, já foi sequestrada inúmeras vezes.

As sedes de sua ONG, a Silueta X, são monitoradas por câmeras 24 horas por dia, com o objetivo de garantir condições mínimas de segurança.

Mãe e ativista
Ativistas como Diane acreditam que sua grande visibilidade ajuda a conscientizar o público.

Por exemplo, durante a gravidez, o casal publicou no Facebook um vídeo que mostrava como um médico aconselhava Fernando a não se esquecer de que era uma mulher.

O vídeo viralizou e o hospital foi obrigado a pedir desculpas.

Ser publicamente reconhecida como uma transexual não é um problema para Diane. No entanto, ela viveu momentos dos quais prefere esquecer. A prostituição e o distanciamento da família são parte de sua história.

Agora, Diane alimenta positivamente seu status de ativista. Frequentemente, publica fotos suas com Fernando atraindo milhares de "curtidas".

Mas, para uma parcela da comunidade LGBT no Equador, não se trata apenas de uma vontade nobre.

Segundo eles, Diane tem planos de ingressar na política e estaria usando a plataforma do movimento para alcançar seus objetivos. Sua relação com o presidente do país, Rafael Correa, dizem, seria próxima demais.

Correa, que é católico, já fez comentários homofóbicos e transfóbicos publicamente.

Diane também foi alvo de críticas por suas tentativas de reconciliar a Igreja Católica com os grupos LGBT. Para alguns integrantes do movimento, isso não é possível.

Por outro lado, ela é vista como um exemplo a ser seguido por muitos. Mesmo sendo transexual, ela se recusou a fazer a operação de readequação sexual, assumiu seu papel de mãe e começou a construir uma família.

Em 2013, Diane foi a primeira transexual que se candidatou a uma vaga no Congresso equatoriano.

Apesar de não ter sido eleita, atualmente vislumbra o Senado em 2017. 

Professor deu a melhor resposta aos alunos que questionaram sua orientação sexual.


Vitor Fernandes dá aula em uma CIEP, em Inhoaíba (RJ).


A história foi contada através do Facebook em uma publicação que já foi compartilhada por mais de 15 mil pessoas.

O depoimento de um professor do Rio de Janeiro mostra o porquê debater estereótipos de gênero em sala de aula ainda é mais do que necessário nas escolas.

Vitor Fernandes dá aula em uma CIEP, em Inhoaíba (RJ), e foi questionado por uma aluna do primeiro ano sobre sua orientação sexual. “Professor, o senhor é gay?“, perguntou ela. Ele poderia responder simplesmente “sim” ou “não”, mas preferiu perguntar aos alunos o que fazia com que eles questionassem isso, aproveitando para debater os estereótipos associados ao que é “ser homem heterossexual”.

A história foi contada através do Facebook do professor, em uma publicação que já foi compartilhada por mais de 15 mil pessoas, recebendo mais de 38 mil reações. E as respostas dadas pelos alunos só mostram que ainda estamos bem longe de atingir o grau de igualdade que esperávamos. A conclusão dele? “O machismo é opressor com os homens também”.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

1 comentários:

SEXO

MITOS E VERDADES DO SEXO ANAL.




O sexo anal faz parte da fantasia sexual de 70% dos homens e 30% das mulheres brasileiras, segundo recente pesquisa divulgada pela Universidade de São Paulo (USP). Esse tipo de penetração é mantido, apenas, em 25% dos casais heterossexuais brasileiros. Logo, muitas dúvidas existem em relação ao fato, abaixo listaremos os mitos e verdades que de fato o sexo anal propicia.


Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (4) Comente aqui!

4 comentários:

ARTE HOMOEROTICA






Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

1 comentários:

DIREITOS

Quando você diz que 'todas as vidas importam' você nega a existência do racismo.




Queridas pessoas brancas como eu, vamos bater um papo honesto sobre o porquê de dizermos que "All Lives Matter" ("Todas as Vidas Têm Importância") quando falamos de racismo. Para começar, vale observar que ninguém dizia que "todas as vidas têm importância" até as pessoas começarem a dizer que "Black Lives Matter" ("Vidas Negras Têm Importância"). Portanto, "todas as vidas têm importância" é uma resposta a "vidas negras têm importância". Parece que alguma coisa na afirmação de que "vidas negras têm importância" nos incomoda. Por que será?

Algumas pessoas brancas talvez considerem que focar sobre as vidas de negros, dizendo que têm importância, significa de alguma maneira que as vidas de brancos não têm. Isso é bobagem, é claro. Se você fosse a um evento de conscientização sobre o câncer de mama, não pensaria que os organizadores quisessem dizer que outros tipos de câncer não vêm ao caso. Então se espantaria se alguém comparecesse a um evento assim agitando um cartaz dizendo "o câncer de cólon tem importância" ou gritando "todos os pacientes com câncer têm importância". Evidentemente, portanto, há alguma outra coisa que está levando as pessoas a reagir a "vidas negras têm importância" dizendo que "todas as vidas têm importância".

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

HOMOSSEXUALIDADE

TRANSformando: O corpo.




Discutimos a sexualidade, identidade de gênero, sexo biológico. Nestas discussões entra o corpo. Mas pensamos nele apenas caso sejam feitas alterações. Se sua identidade de gênero for correspondente ao seu sexo biológico, provavelmente não questiona muito seu corpo. Talvez pense no seu peso, na sua altura, tamanho do seu pênis.

Mesmo sem sentir a necessidade de alterar o corpo para corresponder a identidade de gênero, é importante pensar o quão definidor ele pode ser. Estamos tão acostumados com a ideia de identificação do gênero através do corpo que deixamos de nos questionar. O que ele realmente significa?

Não estou dizendo que você talvez seja trans, e não tenha se permitido repensar seu corpo. Mas talvez você seja.

Repensando a relação, trans ou não, passamos a ter uma visão mais clara com relação a nossa identidade, e uma maior compreensão da identidade trans.

Existe a visão biológica do corpo, assim como no sexo, mas também existe a visão social. Muitas de nossas interações, relações, comportamentos, são definidas por ele.

Os corpos não apenas biológicos, são também resultados de interações sociais, culturais. É possível pensar nas suas “extensões” como parte do mesmo. Roupas, acessórios, acabam integrando os corpos que vemos, assim como gestos, comportamentos, falas, crenças. Funções biológicas, como a gestação, também são associadas a forma. Mas é possível que transhomens, com forma corporal masculina, engravidem. Pois possuem úteros. Esse é um dos exemplos mais fortes da quebra dos padrões impostos, da apropriação corporal.

A forma corporal é tomada como uma justificativa para a binaridade de gênero que nos é imposta. Definem nossos corpos antes que possamos construí-los de forma completa. Limitam o que podemos acrescentar, mudar.

Por isso é preciso repensar nossa relação. O que engloba sua construção corporal, e suas expressões, foi imposto? O que você faz com ele já foi predefinido? Você se apropria de seu corpo? Ele define sua sexualidade, identidade de gênero, comportamentos, expressões. Ou você define?

PERGUNTAS & RESPOSTAS



Hétero curioso – Será que vale a pena?


Hétero curioso: Me jogo ou não?

Olá, tenho uma dúvida, na verdade estou bem consciente, mas queria a opinião de alguém de fora para que eu possa analisar melhor e tomar uma decisão.

Conheci um cara no bate-papo, começamos a conversar, ele é daqueles típico hétero curioso que tem namorada. Começamos a ter aquela certa cumplicidade, ajudei e o aconselhei sobre algumas dúvidas e confusões. Também conversamos sobre o fato de ele querer trair a namorada dele, ele reconheceu que não foi algo legal, deixei claro que hipótese alguma faria parte disso com ele. Não gosto.

Porém, conforme o tempo foi passando nos tornamos uma espécie de amigos, conversamos bastante sobre tudo, rimos um do outro, mas é evidente que bate aquele tesão em ambos, por ele, já teria seguido em frente e passado de apenas amizade. Temos algo bem legal, mas eu to segurando por conta de ele estar namorando. Agora fácil é falar, porque tenho um puta tesão por ele. Imagina aquele advogado, 24 anos, jeitão de hétero corpo malhadinho, carinha de safado e intelectual ao mesmo tempo. Amigo, tá foda!

O negócio é que também sou homem, então sei que parte dessa baboseira toda pode ser só teatrinho até ele conseguir o que quer, não sei se ele é verdadeiro. Homem é homem. Outro ponto é, to me sentindo meio envolvido por ele, se caso viéssemos a ter algo, sei que eu perderia o controle da situação e viveria em uma enrolação com ele. Ai vem aquela expectativa ‘clichê‘: “ah, mas seu eu conquistar ele, ele vai terminar com a namorada pra ficar comigo” (algo idiota, eu sei!).. Enfim. Queria a opinião de vocês, o que vocês acham? Eu deveria seguir em frente com ele e tentar domar ou deixar queto? Estou realmente divido, e não sei o que eu faço! 

Desde já meu muito obrigado, abraços!

Gabriel, 18 anos – Porto Velho/RO

~*~

Olá Gabriel;

Complicada essa situação. De verdade! Por um lado rola o tesão, a vontade de ficar com o boy magia ‘hétero’. A maioria dos gays sonha com homens assim, viris, másculos, bonitos, safados e ‘héteros’.

O fato dele namorar e dar em cima de você, pra mim, conta como muitos pontos negativos. Não sou fã de ficar com caras comprometidos, acho isso uma falta de caráter e respeito enorme. Você pensa que EU nunca senti atração por um cara que namora? Claro que já senti! Tem um em especial que tenho vontade de ficar faz tempo mas enquanto ele estiver namorando não mexerei um dedo pra fazer nada.

Hétero curioso é complicado porque nunca se sabe até que ponto ele é gay, bissexual ou um hétero curioso que quer ver como é transar com um homem e depois cair fora. Nem sempre o sexo casual com homens assim é ruim mas desde que não se crie expectativas. Como você mesmo afirma que está envolvido, a coisa fica tensa caso seja apenas uma transa e nada mais.

Sinceramente? Eu pegaria esse hétero curioso mas não criaria expectativa nenhuma e deixaria bem claro pra mim que seria apenas sexo casual e nada mais que isso. O problema de boa parte dos relacionamentos é isso, expectativa. Criamos tantas ilusões em nossas mentes que quando não se concretizam acabamos infelizes e colocando a culpa no outro.

Se você seguir essa dica com o hétero curioso, quem sabe você aproveite uma noite de sexo gostoso e QUEM SABE algo mais? Nunca se sabe!

~*~

Como um gay no armário faz para paquerar?



Gay no armário: As dificuldades;


Queria mandar uma pergunta pra vocês e pros seus leitores! No trabalho, na faculdade, em casa, ninguém sabe que sou gay e também não frequento nadica do meio LGBT. O ambiente da balada é meio sufocante pra mim (lugar fechado, música alta, muita gente), e não consigo ir a bares desacompanhado. Gostaria de engatar um relacionamento sério, mas como minha rede de amigos é formada apenas por héteros, fica difícil!

Li que a internet seria uma boa pra fazer novos amigos, só que nos bate-papos parece que todos estão loucos por uma transa rápida, e nos sites tipo de relacionamento gay piora! É cada perfil absurdo! Por outro lado, muitos dizem que em lugares comuns tipo faculdade, academia, padaria (??) é possível o gaydar apitar, mas aqui nunca funcionou! Ninguém olha pra mim e pensa ‘ele é gay‘, assim como não consigo apontar ninguém como gay!

E agora? Como eu, um gay no armário posso fazer amizades gays?

Beijos para todos e obrigado!!

~*~

Oi. Realmente, a maré não está para os encalhados saírem do fundo do mar.. rs  Mas não se desespere!

Acredito que tudo acontece a seu tempo. Se você já tentou diversas alternativas para arrumar namorado no meio gay, mesmo sendo enrustido, e não obteve sucesso, é porque não era a hora de namorar. Sei de gente que arrumou namorado em Grindr, Manhunt e etc… mas eu, nunca. Então, vai da sorte de cada um.

E sim, 99% dos gays, dentro ou fora do armário, querem é trepar, trepar e trepar.. Como a maioria só pensa naquilo, quem quer algo sério acaba desistindo de procurar e fica na sua, esperando alguém cair do céu… acho. Por isso é difícil de arrumar relacionamento sério.

E como fazer para arrumar alguém que valha a pena? Também não sei… Se descobrir, me avisa.

Agora, para arrumar amizade gay é mais fácil, no Facebook mesmo rola, uma cutucada em alguém, um bate papo surgido a partir de um comentário em algum post engraçado / bacana… enfim, o importante é trocar ideia de boa com pelo menos uma gay.

Momento dica: não abra sua vida inteira logo de cara para desconhecidos e se rolar convite para ir a um boteco, balada, cinema, teatro, vá e veja se o clima é bacana para manter amizade ou algo mais… E bom, é sempre aconselhável você comentar que não é um gay no armário para que esse novo ser na sua vida não cometa a gafe de escrever no seu mural do Facebook algo do tipo: ‘INHAÍ, VINHADO, TA BOWA? TO LOKA CA NOVA DA NEIDE, C VIU?‘. Isso com direito a link de um vídeo da Britney Spears dublando uma música pros gays!

Beijos.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

BEARS - DESBRAVANDO ESSA MATA !







Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (2) Comente aqui!

2 comentários:

FOFOCAS DE CELEBRIDADES- GOSSIPS

Ricky Martin lança o clipe “Vente Pa’ Ca”, com Maluma.



Depois de liberar a música, Ricky Martin lançou na manhã desta sexta-feira (23), o clipe oficial do single “Vente Pa’ Ca“.

No clipe, o cantor entra com Maluma no hall de um hotel Os dois decidem tirar uma foto e postá-la no Instragram.

Em pouco tempo, a foto viraliza, e a música se inicia. Maluma tenta conquistar uma mulher no meio da festa, organizada por Ricky.

A faixa será apresentada durante um show de Martin em Londres.



Justin Timberlake libera lyric video de “True Colors” com Anna Kendrick.



Para ajudar na divulgação do filme “Trolls“, foi divulgado sexta-feira (23), um lyric video de “True Colors“.

A faixa é uma regravação da canção de Cindy Lauper, lançada em 1986, que ganhou as vozes de Justin Timberlake e Anna Kendrick.

Além deles, Gwen Stefani e Ariana Grande também estão incluídas na trilha sonora.



Saiu o line-up do Lollapalooza Brasil 2017.



O Lollapalooza 2017 acontece nos dias 25 e 26 de março do ano que vem!

A sexta edição brasileira do festival vai rolar nos dias 25 e 26 de março do ano que vem no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Ainda não foram divulgadas as datas em que cada artista vai se apresentar.

Por enquanto, só é possível comprar o Lolla Pass, ingresso que dá direito aos dois dias de festival. O segundo lote de pacote custa R$ 920 (R$ 460 a meia). Também é dá para comprar o Lolla Lounge Pass, um camarote que dá direito a espaços exclusivos, e custa R$ 1920 (R$ 1460 a meia). O Lolla Day, ingresso de um dia só, custará R$ 540 no primeiro lote e deve começar a ser vendido assim que forem divulgados os dias de cada atração.

Hasta la vista! Arnold Schwarzenegger já apanhou dos pais na adolescência, por acharem que ele era gay.



Ironia do destino. Um dos símbolos de masculinidade e da heterossexualidade de Hollywood, Arnold Schwarzenegger, apanhava de cinto do pai porque ele achava que o filho era gay. 

“Ele corria atrás de mim com uma correia para me bater. Eu não sabia se minha mãe achava que eu era gay, ou se ela apenas achava que tinha algo errado comigo e pensou ‘melhor descobrir o problema no começo’”, revelou o astro.

Sua mãe pediu a um médico para ajudar o ator, porque ela estava preocupada que havia “algo errado” com ele.

“Ela perguntou ao médico: ‘O senhor pode me ajudar? Eu não sei se há algo de errado com meu filho porque sua parede está cheia de homens nus. Todos os amigos de Arnold têm fotos de garotas acima de sua cama. Só Arnold que não”, conta o musculoso que era fã de fisiculturismo e destes atletas, tanto que se dedicou ao esporte e foi Mister Universo aos 18 anos vencendo o concurso Mr. Olympia sete vezes.

Apesar de não ser gay, o ex-governador da Califórnia deu suporte à parada gay de Los Angeles durante o seu mandato, além de ter apoiado a decisão da Suprema Corte de legalizar o casamento gay nos EUA. Hasta la vista, preconceito!

 “King Cobra”, o filme pornô com James Franco.



Depois de ter sido exibido em um festival em Nova York, o trailer oficial de “King Cobra” acaba de chegar à rede. O filme conta a vida de Bryan Kocis, diretor de filmes pornô, que acaba sendo brutalmente assassinado.

O longa também aproveita para contar como o ator Brent Corrigan ingressou nessa vida. Brent é, até hoje, um dos queridinhos do pornô, pelo seu jeito twink de ser.

Agora, mais velho, e com mais músculo, Brent tem aparecido nos filmes com mesmo frequência. A produção ainda conta com a participação de James Franco, Christian Slater e Keegan Allen.

Vale lembrar que no fim, há uma cena de sexo entre Franco e Keegan Allen, que foi classificado pelo diretor do filme como “insana”.

“Quando há cenas de sexo num filme, é claro que todo o ator que leu o script está disposto a fazer isso. Nós fizemos uma cena, um tanto quanto… digamos selvagem, entre James Franco e Keegan Allen. Eles estavam completamente pelados, usando apenas essas coisas que chamam de cock sucks. Esse foi um momento que mesmo a gente sabendo do que o longa se trata e que eu que escrevi eu me choquei assistindo e dirigindo ele. O filme não tem só sexo porque é um filme gay mas sim porque isso envolve os personagens.”

O filme chega no dia 21 de Outubro nos cinemas dos Estados Unidos.

Tio Breno está de volta e faz cena como passivo pela primeira vez.



Conhecido pelo famoso nome de Tio Breno, Breno está de volta a indústria pornográfica. Contratado, agora, pela MeninosOnline, Breno voltou com tudo e fez algo que ninguém esperava.

Em uma cena, no qual ele encontra seu namorado lhe traindo, Breno decide entrar na brincadeira para agradar o parceiro.

No final, Juninho pede para que ele o satisfaça ainda mais e Breno acaba fazendo sua primeira cena como passivo.

“Deu e continua macho. Amei faz mais vc pode tudo”, dizia uma dos comentários. Para assistir à cena, basta clicar aqui: http://www.xvideos.com/video23417070/mio_chrisromeupietro#_tabComments

Inês Brasil ressurge das cinzas e lança o clipe “Undererê”.



Depois de um tempinho sumida da internet, Inês Brasil finalmente lançou o clipe oficial da faixa “Undererê“.

A canção é o segundo single oficial da rainha dos memes, e sucede o megahit “Make Love“, lançado no ano passado.

No vídeo, a cantora faz de tudo para conquistar (seu atual namorado) Jefferson. No final, ela é abraçada por seus fãs e termina na cama com seu boy.

Boa parte do clipe foi gravado em uma famosa boate de São Paulo, localizada na Rua Augusta.



Renan do “BBB” muda o visual, faz tatuagens e vira a versão brasileira do Zayn Malik,



Quem lembra do Renan Oliveira que partiu desta última edição do “Big Brother Brasil“? O modelo ficou conhecido pelo seu porte e por sempre levantar bandeira sobre sua orientação sexual.

Dentro (e fora) do reality, Renan sempre garantiu que é hétero, mesmo sofrendo ataques de Ana Paula, que vivia o chamando de “ela”.

Por outro lado, Renan também chamou atenção por sua beleza, e depois que deixou o confinamento, ele decidiu radicalizar e acabou raspando os cabelos lisos e fazendo novas tatuagens.

Em recente entrevista, o modelo revelou que decidiu mudar o visual depois de participar do programa.

“Antes eu era muito refém da minha imagem; após o BBB, passei a ter mais liberdade profissional. Agora resolvi mudar. Já estava cansado do mesmo visual.”

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Vídeo mostra reação das pessoas em São Paulo a um caso de homofobia



Um vídeo das páginas Quebrando o Tabu e Eaí?¿ sobre a reação das pessoas presenciando um caso de homofobia em São Paulo está viralizando nas redes. Um casal de rapazes é agredido por um ator homofóbico nas ruas da cidade e com uma câmera escondida, são fragadas reações das pessoas diante da situação. Assista o vídeo a cima.

Com a pergunta "O que você faria se visse um homofóbico enchendo o saco de um casal gay na rua?" o realizadores do vídeo dizem que o resultado foi muito melhor do que esperavam. 

As pessoas que aparecem no vídeo em São Paulo, tiverem uma reação bem diferente do caso de transfobia vivida por uma travesti espancada até ela ficar desacordada, no dia 11, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Imagens de um cinegrafista amador mostram a agressão. Homens chutam a travesti e a irmã tenta defendê-la, mas também é agredida com sequência de chutes em plena luz do dia. 

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

1 comentários:

NOTICIAS DO MUNDO GAY

'Racista, sexista e sonegador': Hillary fala verdades sobre Trump em debate.




Um pouco perdida no começo do primeiro debate eleitoral na corrida pela presidência dos EUA, Hillary Clinton parece só ter acordado após 20 minutos de discussão.

Mas, quando a democrata resolveu atacar, ela não poupou o republicano Donald Trump de ouvir muitas verdades. Ela acusou seu adversário de ser racista, sexista e de sonegar impostos em um debate que durou 95 minutos, foi visto por mais de 100 milhões de pessoas e foi marcado pela troca de acusações, por ironias e por um Trump que tentava interromper Hillary repetida e exaustivamente. 

Em uma das discussões mais acaloradas, Hillary acusou Trump de iniciar sua carreira política - embora nunca tenha ocupado nenhum cargo público - baseado em uma "mentira racista" ao insinuar que Barack Obama, o primeiro presidente afro-americano do país, não nasceu nos Estados Unidos.

Obama, que nasceu no Havaí, divulgou uma certidão de nascimento detalhada em 2011 para encerrar o assunto, mas só neste mês Trump disse publicamente que acredita que o mandatário nasceu em solo norte-americano.

Trump repetiu sua acusação falsa de que a pré-campanha presidencial fracassada de Hillary
em 2008 contra Obama deu início à polêmica sobre a nacionalidade de Obama.

Hillary também questionou o temperamento do magnata e a forma com que ele trata as mulheres e as minorias. Em outro momento tenso, ela insinuou que Trump vem se recusando a divulgar sua declaração de imposto de renda para evitar mostrar a seus conterrâneos que não pagou quase nada em impostos federais ou que não é tão rico quanto diz ser.

"Deve ser algo realmente importante, até terrível, que ele está tentando esconder", disse ela.

Trump, que sempre que falava que gostava de uma cidade completava com "tenho imóveis e/ou investimentos lá" reagiu, dizendo que, como empresário, pagar impostos baixos é importante.

"Isso faz de mim uma pessoa esperta", disse. "Tenho uma renda enorme", afirmou ele em certo momento, acrescentando que está na hora de alguém que entende algo sobre dinheiro administrar o país.

Trump fungou alto em alguns momentos --um assistente de campanha disse que o candidato não está resfriado-- mas de forma geral se conteve. Ele disse que irá divulgar a documentação sobre seu imposto de renda quando Hillary publicar os 33 mil e-mails que foram deletados. 

O candidato republicano estava se referindo ao escândalo provocado pelo uso de mensagens oficiais em seu computador particular, quando ocupava o cargo de secretária de Estado norte-americano. Hillary admitiu, durante o debate, que cometeu um erro nesse episódio e que assume a responsabilidade "pelo equívoco".

Touché

Uma das melhores respostas da republicana veio quando Trump disse que ela não teria "energia" para ser presidente. 

Parece que o fato de não ter dedicado muito tempo à prática de debates custou caro a Trump: Muitas vezes, durante o debate, ele ficava com a respiração ofegante, aparentando estar nervoso, e uma pesquisa CNN/ORC feita logo após o evento mostrou que 62% dos entrevistados sentiram que Hillary venceu e que 27% acreditaram que o republicano foi o vencedor.

"Vocês estão bem hoje?", indagou Hillary a seus apoiadores após o evento. "Eu com certeza estou. Tivemos um ótimo debate".

Trump se declarou vencedor a repórteres presentes ao local do enfrentamento, e depois preferiu não comparecer a uma festa local na qual o debate foi assistido, que sua equipe havia deixado em aberto como uma possibilidade.

O fato é que até o dia 8 de novembro, muita coisa pode acontecer. 

'Sarah foi uma das minhas salvadoras',  diz ex-jogadora dos EUA.


Ex-atleta agradece apoio da esposa em biografia

Maior artilheira dos Estados Unidos no futebol (ela fez 184 gols pela seleção de seu país), Abby Wambach lançou sua biografia, “Forward”, que ela divide em quatro partes: “Maria-macho”, “Capitã”, “Lésbica” e “Viciada”.

Em abril, a ex-atacante foi presa por dirigir alcoolizada. Hoje, livre do álcool, a Abby luta pelos direitos LGBT. “Sarah [Hoffman, sua esposa, desde 2015] foi umas das minhas salvadoras, porque foi uma das primeiras pessoas que me colocou diante dos meus problemas”, afirma.

Depois de enfrentar o conservadorismo de sua família ao se assumir lésbica, Abby hoje luta pela igualdade entre gêneros. Trocou a mistura de vodka e remédios pela bandeira contra a homofobia.

A emocionante carta de um garotinho que pediu a Obama para ajudar menino sírio.


O mundo se comoveu com as imagens que circularam no mês passado do pequeno Omran Daqneesh, um menino de apenas seis anos que aparece ferido e atordoado após a casa onde morava, em Aleppo, na Síria, ter sido bombardeada. 

Não foi diferente com Alex, um garotinho americano de apenas seis anos. Ele ficou tão tocado com a cruel situação a qual Omran foi submetido que decidiu escrever uma carta ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. 

Na carta, Alex pedia ao presidente que fosse a Síria buscar Omran e o levasse para viver com ele e sua família. "Ele será nosso irmão. Catherine, minha irmã mais nova, vai colecionar borboletas e vagalumes para ele", diz o garotinho na carta que foi lida por Obama no encontro das Nações Unidas para os refugiados. 

"Eu vou dividir minha bicicleta com ele e ensiná-lo a pedalar", escreveu Alex. "Ele nos ensina muito", disse o presidente sobre o garotinho. 

A guerra que assola a Síria já matou pelo menos 400 mil pessoas. Em 2015, cerca de 45% das crianças refugiadas sob a proteção da Acnur haviam chegado da Síria e do Afeganistão.

Um estudo divulgado recentemente pela Unicef aponta que 28 milhões de crianças foram expulsas de suas casas e fogem de guerras, perseguições e violência.

Medicamento dolutegravir é nova opção do SUS para pacientes com HIV .


Ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante coletiva para anunciar nova opção de tratamento para HIV

O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (28) que novos pacientes em tratamento contra HIV e Aids receberão um medicamentos diferente do que os que estão disponíveis hoje. A pasta calcula que cerca de 100 mil pacientes iniciem tratamento contra a doença usando o novo medicamento a partir de 2017.

De acordo com o ministério, foi possível conseguir desconto de 70,5% na compra do dolutegravir, um antirretroviral. Os preços caíram de US$ 5,10 para US$ 1,50, declarou a pasta. “Estamos oferecendo esse tratamento sem impacto orçamentário”, disse a diretora do ministério Adele Benzaken. O orçamento para aquisição de remédios do tipo é de R$ 1,1 bilhão.

Além de pacientes que ainda não fazem tratamento contra o HIV, pacientes que apresentam resistência aos medicamentos atuais, o que corresponde a 17 mil pessoas, também serão beneficiados com o remédio.

Como é X como será
Hoje, pacientes com Aids e HIV usam três remédios disponíveis no SUS -- tenofovir, lamivudina e efavirenz -- combinação conhecida como "três em um".

A partir de 2017, a indicação será de dolutegravir associado ao "dois em um" (tenofovir + lamivudina). Ou seja, o dolutegravir substituirá o efavirenz. Segundo o ministério, o dolutegravir é considerado “o melhor tratamento” para esses casos.

“O tratamento atual é o três em um, que traz alguns efeitos colaterais extremamente incômodos para um certo percentual de pessoas. Esse efeito se dá no começo de tratamento”, afirmou Adele, referindo-se a casos de alucinações ou depressão. “Já as pessoas que tomam o três em um e que não têm efeito colateral e estão muito bem, não tem por que fazer essa modificação.”

Segundo Adele, o fato de que o dolutegravir não será indicado para todos os pacientes, apenas para os que ainda não iniciaram o tratamento e os que apresentam resistência ao esquema anterior - deve-se a uma limitação da própria empresa em produzir o medicamento. "Estamos comprando 40 milhões de comprimidos. A entrega não vai ser imediata. É a partir de janeiro e é gradativa. Por isso que a gente não pode incorporar todas as pessoas em tratamento”, continuou a diretora.

Segundo dados do ministério, entre 2005 e 2016, o total de brasileiros em tratamento passou de 165 mil para 483 mil. Desde o começo do ano até agosto, 48 mil pacientes iniciaram tratamento.

Entre 1980 e junho de 2015, o Brasil registrou 798.366 casos de pessoas com HIV. No período entre 2010 e 2014, foram confirmados 40,6 mil casos em média. A taxa mortalidade apresentou queda de 10,9% nos últimos anos, passando de 6,4 por 100 mil habitantes em 2003 para 5,7 por 100 mil habitantes em 2014. 

Criança transgênera é adotada por família com mulher trans, porque o amor não tem barreiras.




Uma menina "fora dos padrões" ganhou neste mês o que toda criança merece: uma família. O que torna esta história de adoção de criança especial é o fato de Alice, 9, ser transgênera – assim como sua nova mãe, Alexya.

O Diário de Pernambuco contou a história em reportagem de Marcionila Teixeira.

Alexya Lucas Evangelista, 35, e Roberto Salvador Júnior, 27, casal de professores de Mairiporã (SP), adotaram Alice na última sexta-feira (23).

A mãe, consciente das necessidades de uma pessoa trans, disse:

"Vou fazer por ela o que a sociedade geralmente não faz pelas trans. É preciso entender que não se trata de uma escolha e sim de uma condição."

Um menino de 11 anos já faz parte da família – mas ainda havia o sonho de trazer uma criança trans para casa. Alexya e Roberto, agora, têm planos para uma terceira filha ou filho.

Alice viveu por um ano e meio no abrigo Lar de Maria, em Jaboatão dos Guararapes (PE). Ela foi encontrada pelo casal por meio dos serviços da Coordenadoria da Infância e Juventude do Estado (CIJ) e da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), ambas de Pernambuco.

A garota vestiu-se como menino durante todo tempo que passou no Lar de Maria, mas sempre foi ciente de que é, na verdade, uma menina. Em seu histórico, segundo o Diário de Pernambuco, já foi registrada uma devolução por uma família adotiva.

O programa da CIJ e da Ceja ajuda crianças com mais de sete anos que buscam famílias e não fazem parte dos padrões tradicionais pedidos por quem quer adotar. São meninos e meninas com doenças graves ou deficiências físicas ou mentais, por exemplo.

Atualmente, são 65 crianças e adolescentes na lista do programa. As Varas da Infância e Juventude do Brasil trocam informações entre si para viabilizar o encontro delas com possíveis novas famílias.

Alexya – que também é militante dos direitos LGBT, costureira e pastora da Igreja da Comunidade Metropolitana, que aceita pessoas trans – e Roberto afirmaram ao jornal pernambucano que Alice vai estudar com o irmão, na mesma turma do 3º ano do Ensino Fundamental.

Pastor candidato à prefeitura de Salvador afirma ser ex-gay: “Era o demônio”.




Há poucos dias para irmos às urnas votar nas Eleições Municipais 2016, ainda temos tempo para reverberar alguns casos curiosos que acontecem pelo Brasil. Voltemos nossos olhares para Salvador, capital da nossa amada Bahia.
Lá, existe um cidadão conhecido como Pastor Sargento Isidorio (PEDT), também conhecido como Doido, e que está na terceiro colocação das pesquisas de boca de urna.

O cara já é conhecido aqui e fez ”fama ao se declarar como um “ex-gay”. O argumento pegou e deu a oportunidade de Isidorio se eleger deputado por três vezes, sendo o segundo mais votado na Bahia em 2014.

Sobre a época em que mantinha relações sexuais com pessoas do mesmo sexo, o líder evangélico atribui a fase a um episódio de abuso sexual de sofrerá quando criança e, depois, ao uso de álcool e drogas em excesso. Em entrevista ao jornal O Globo, ele explica ter se livrado dos “vícios” — termo que usa inclusive para classificar sua orientação sexual na época — há 23 anos.

“Eu estava gay, sim. Já queimei rodinha e rosquinha, queimei tudo, mas o que interessa é que Jesus mudou a minha vida”, conta o deputado, hoje pastor evangélico: “Agora eu sou pastor, mas eu era um demônio”.

Apesar de se declarar ex-gay, Manoel Isidorio Santana Junior diz não ter preconceito contra homossexuais:

“Moro no meio de vários meninos alegres e entre meninas que gostam de botar aranha com aranha. Sem homofobia, sem violência, porque a Constituição garante direito a todo mundo”.

Evangélico convertido, Isidorio conta que já foi do Candomblé e incorporou cantos e danças em seus eventos de campanha. Sem atos performáticos, diz, não consegue votos na capital baiana. “Fiz e faço teatro até hoje, senão não ganho voto. E danço batendo uma perna na outra. Quem não tem dinheiro conta história”, conclui.

Vale lembrar que o Isidorio tem como vice na chapa outro pastor, igualmente polêmico. Estamos falando do ex-deputado federal Luiz Bassuma, um dos autores do Estatuto do Nascituro e militante contra o aborto. Bassuma também ficou conhecido nacionalmente por incorporar um espírito no meio do plenário da Câmara, em 2004, quando presidia uma sessão em homenagem ao bicentenário do nascimento de Allan Kardec.

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

1 comentários:

FILMES TEMATICOS GLS

FILMES DA QUARTA-FEIRA (WEDNESDAY´S MOVIES)


*A pagina de pesquiza do torrent de filmes esta temporariamente inativo. o GOVERNO AMERICANO 
bloqueou os acessos para filmes por infringimento dos direitos AUTORAIS. Aguardando a normalidade.

FILME(INEDITO): WINNING DAD (USA-2015-LONGA RMVB/AVI-LEGENDADO EM PORTUGUES)


VEJAM  ENTREVISTA COM ATORES


SINOPSE: O pai de Colby sabe que seu filho é gay, mas não gosta de falar sobre isso. Ele nem sequer sabe que seu filho tem um namorado, Rusty. Então, Colby sai com seu namorado em um acampamento secreto.


SYNOPSIS: Colby's dad knows his son is gay, but he doesn't like talking about it. He respects it, but ignores everything about that aspect of his son's life - he doesn't even know about Colby's long-term boyfriend, Rusty. Increasingly committed to Rusty, Colby hatches a plan to trick his father into camping with Rusty under the pretense that Rusty is Colby's straight friend and future business partner. Colby is convinced that, given the chance, his father and his boyfriend will get along great... 


OPÇAO1(RMVB): http://www.mediafire.com/download/9c5auh9kikejj6z/Winning_Dad_%282015%29Rmvb.rmvb

OPÇAO2(RMVB): https://mega.nz/#!stADGQgL!dcLj34Mn7NR3pKUL1fIWGmg5YLMj-FMO_Kx09oLnj2s

OPÇAO3(RMVB): http://gavitex.com/share/r60fzjwfb

OPÇAO4(AVI): https://mega.nz/#!NoYXESYK!AZ78P0jykvBHTQsmsdZ4nW__VJdYB5Qrp50IQwFdZ4w

OPÇAO5(AVI): http://gavitex.com/share/ro4lxx01r

FILME(INEDITO): WHAT HAPPEN NEXT (USA-2011-LONGA RMVB-LEGENDADO EM PORTUGUES)


 NO TRAILER


SINOPSE: Quando o bilionário Paul Greco ( Jon Lindstrom ) se aposenta cedo, ele descobre que tem demasiado tempo nas mãos. Sua irmã bem-intencionada ( Wendie Malick ) tenta ajudá-lo, comprando-lhe um cão e encontrar-lhe uma namorada. Mas Paul está mais interessado em desenvolver seu relacionamento com seu novo amigo gay, Andy. 

SYNOPSIS: At age 55, Philadelphia CEO Paul Grecco decides to make changes in his life, including the sale of his company, and that terrifies him. He was right to be terrified, because the new owners force him to retire early. His sister, Elise decides that the best things for him is a puppy she has gotten him, and dating the women that Elise sets Paul up with. It's funny though, but Paul finds himself disinterested in the women Elise fixes him up with, and oddly fascinated by a young man he meets while walking his new puppy in the park across from his condo. Paul has never really thought about dating or sex before, with anyone, so now what should he do?


OPÇAO1: https://mega.nz/#!UYxjWAgT!2Y3pTfd3LL8QpclTy3nhZQkWyKcGj4l1q46ebm_29DY

OPÇAO2: http://gavitex.com/share/ogrhaan8j

FILME(INEDITO): NUESTRAS PROPIAS REGRAS[OUR OWN RULES](MEXICO-2016-CURTA RMVB-LEGENDADO EM PORTUGUES)


NO TRAILER

SINOPSE: Our Own Rules (2016), é um curta gay mexicano, experimental, sobre as novas relações na comunidade gay.Os protagonistas são um trio de jovens que vivem juntos e fazem amor juntos, como se fossem um casal.Para adicionar mais combustível para o nosso trio, os três vão para boates, onde eles se juntam com outros homens, sem vergonha, livremente, e sem o compromisso do casal.

SINOPSIS: Our own rules (2016) de título original Nuestras propias reglas, es un corto gay mexicano de tipo experimental sobre las nuevas relaciones en la comunidad gay. Los protagonistas son un trío de jóvenes, que conviven juntos y hacen el amor juntos, como si de una pareja se tratara. Como dice el corto, los chicos protagonistas tienen "sus propias reglas". Ellos deciden cómo afrontan su vida y cuáles son los límites a los que se exponen.

OPÇAO1: http://www.mediafire.com/download/lcqxu6v0iqf4w05/Our_own_rul3s%2C_2016.rmvb

OPÇAO2: https://gaydream.app.box.com/s/z1c3ns0x090z3m7xybwch8vn4gi75dun

OPÇAO3: http://gavitex.com/share/d9qgeaqno

FILME(INEDITO): QUINZE (BRAZIL-2014-CURTA RMVB- AUDIO PORTUGUES)


NO TRAILER


SINOPSE: Na periferia de Contagem, sob paredes sem acabamento, Raquel tem alguns sonhos. Por ora, a festa da filha, que fará 15 anos, é o maior deles. Em meio a isso há contas a pagar, a busca pelo próximo modo de ganhar dinheiro e há o amor por Cleide. Quando tudo parece chegar ao fim entre eles, as coisas sofrem uma reviravolta surpreendente.

OPÇAO1: https://mega.nz/#!TVcFCLAI!Yl5WRBxbjsI9K8DyMwKh1QC38ywQtY_QjX6adQ1LqEk


OPÇAO2: http://gavitex.com/share/se0q21gom

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

1 comentários:

CONFISSÕES DO DIVÃ








Os textos apresentados nesta seção buscarão ilustrar situações, angústias, problemas e experiências vivenciadas por alguns homens gays. Não existem experiências universais, comuns a todos os homens gays, cada um de nós é constituído e atravessado por diversas características que tornam a sua experiência única.  Nossa principal ideia aqui é pensar em possibilidades de enfrentamento para as questões aqui representadas, que em menor ou maior grau podem ser semelhantes com alguma das histórias vivenciadas por você. Essas histórias não são uma representação literal de histórias reais e sim textos fictícios.

O Dr. Alexandre é formado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Atua como psicólogo clínico no Espaço Recontar na região de São José / SC. Fundamenta seu trabalho pelos princípios da Psicologia Sistêmica. Compreender os fenômenos psicológicos sistemicamente significa, literalmente, “colocá-los” dentro de seu contexto, estabelecendo a natureza das suas relações.

Você pode fazer perguntas e sugerir temas que nosso psicólogo responderá com todo prazer.

Bem, vamos ao tema de hoje:


Meu novo namorado é versátil, mas eu não consigo ser ativo     

Alexandre de Souza Amorim, Psicólogo
alexandresouza.psicologo@gmail.com

 

Olá, recentemente conheci um cara muito especial. Uma grata surpresa. Somos colegas de trabalho há muitos anos e não sabíamos a respeito da sexualidade um do outro. Sempre fomos bons amigos e agora que nos descobrimos decidimos investir em um relacionamento sério. Acontece que passado três meses de namoro sem sexo, quando já estávamos bem apaixonados e resolvemos que poderia mesmo dar certo, ele me confessou que é versátil. Eu sempre fui passivo e tenho uma grande dificuldade em ser ativo. Todas as vezes que fizemos amor foi espetacular. Ele é muito gostoso e tenho muito tesão por ele, mas vez por outra ele quer ser passivo. Aí é que a coisa complica, basta eu ver ele pelado que já fico louco para dar para ele... Mas ser ativo não me desperta o menor interesse. Não sei explicar o que acontece, amo ele, mas eu não curto ser ativo, não consigo, não sinto tesão. Já tentei conversar a respeito, mas ele deixou claro que isso é muito importante para ele. Não sei o que fazer, existe algo de errado comigo? É possível levar uma relação assim adiante?
Batista, 46 anos  
   
Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

DICAS DE SAÚDE



Inadequações Sexuais
Baseado em texto publicado no site saudesexual.med.br

 

Consideramos como inadequação sexual aqueles casos em que um ou ambos os parceiros apresentam uma disfunção ou desvio sexual que leve à desarmonia entre o casal. 
    Conforme já observamos, o perfeito relacionamento afetivo e sexual do casal envolve não só questões de ordem orgânica e prática, bem como importantes aspectos emocionais.     
    Nos casos de origem não orgânica, a falta de experiência, as informações distorcidas sobre a sexualidade, repressões sexuais na infância, repressões por má interpretação de conceitos religiosos, mitos e tabus, os mais diversos, são observados com freqüência. 
    Independente das disfunções sexuais propriamente ditas, diferenças nas preferências sexuais dos parceiros também merecem destaque, pois podem ser causas de conflitos. Por exemplo:  Determinadas pessoas preferem ter relações sexuais a noite, outros pela manhã ou no decorrer do dia. Um dos parceiros pode preferir determinadas posições ou práticas sexuais diferentes das preferências do outro. Desde que nenhum dos parceiros sinta-se violentado com tais práticas, estas opções devem ser francamente discutidas possibilitando um acordo que atenda e seja prazeroso para os dois.
     
Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

CONTOS DO LEITOR



O policial casado amigo da família


 


Olá amigos, Sou Rodrigo 28 anos, 1,70 70kg, olhos e cabelos castanhos escuros, e tenho o corpo normal. Essa História aconteceu no inicio do ano de 2013 (fevereiro).

Ítalo é um Policial gostoso amigo de infância dos meus irmãos mais velhos, um pouco mais alto do que eu, branco, 1,75, 35 anos, corpo bem grande, pau de 19 cm, que descobri depois quando lhe perguntei, com pelos na medida por todo o corpo, coxas grosas, peitoral largo e um sorriso de matar. Sempre fantasiei coisas com ele quando era adolescente.

Minha mãe mora em uma cidade vizinha a minha e sempre ia visitar ela lá. Em um fim de semana que cheguei lá fui para o meu quarto deixar minhas coisas e percebi que tinha uma mochila no quarto. Fui bisbilhotar, vi que tinham algumas roupas e uma farda da policia, só que não sabia de quem era. Perguntei a minha mãe de quem era, ela disse que o Ítalo tinha pedido pra passar a noite lá, já que ele estaria trabalhando esse fim de semana nessa cidade. Meu coração já acelerou, porque fazia bastante tempo que não o via, apesar dele somente me cumprimentar e nunca ter me dado bola pelo menos era o que eu pensava.

Minha mãe perguntou se não haveria problema ele dormir em meu quarto e disse que já havia avisado a ele que eu estaria vindo e que por ele não haveria problema. Eu disse que por mim também não tinha.

À noite, ítalo chegou com aquela farda que cabia perfeitamente em cada pedaço do seu corpo, pois ficava bem colada, e ele estava mais gostoso do que antes. Havia casado e tinha uma filha linda de 5 anos. Me cumprimentou e minha mãe o chamou para jantar. Ele foi tomar um banho e depois voltou. Eu mal consegui comer, sempre observando-o sem que ele notasse. Ele vestia uma camiseta e um short que acentuava mais ainda seus músculos e o deixava mais tesudo.

Quando deu a hora de irmos dormir, eu subi primeiro, queria ve-lo entrando e poder seca-lo mais um pouco, rsrsrs.

Quando todos se recolheram ele veio. O meu quarto é tipo um guarda trecos, já que eu mal vou visitar minha mãe, então ele fica bem apertado, e tem duas camas que são juntas formando quase que uma cama de casal. Quando ele entrou, eu de propósito havia ficado só de cueca Box branca bem apertada e uma camiseta deitado de bruços e sem me cobrir, mesmo sabendo que aquilo não iria servir muito, pois ele nem me notava direito. Quando ele entrou me perguntou se eu já estava dormindo, eu disse que não, e perguntou se eu me importaria se ele dormisse só de cuecas também, eu falei que não, mas que era melhor ele trancar a porta, porque mamãe de manhã poderia entrar chamando a gente para o café e pegar ele daquele jeito. Ele sorriu tirou a roupa e se levantou pra trancar a porta.

Nossaaaa, cada movimento dele era um tormento pra mim, um homem daquele tamanho, todo gostoso e só de cuecas desfilando no meu quarto só pra mim (nem era) rs, Tentei relaxar mais estava muito nervoso, respirava forte e acelerado. Quando ele deitou, ele percebeu a minha aflição e perguntou se estava tudo bem, aí eu disse que sim, que só estava um pouco cansado, me virei de costas pra ele e tentei não pensar em nada, e acabei dormindo.


 

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (1) Comente aqui!

1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...