Slide 1 Slide 2 Slide 3

Historia de Vestiario





Historia de Vestiário



você quer participar desta coluna? envie-nos um relato curto ou deixe um comentário nessa seção que em breve será publicado.

Por email escreva para:


Goldemboyz@gmail.com

Segue o relato enviado por um visitante


Fui em um parque aquático e na saída o chuveiro era coletivo e não tive coragem de tirar a roupa, poha o pau dos caras eram enormes parecia filme porno. Enquanto o meu parecia um amendoim. poha cara que situação humilhante.









Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

0 comentários:

cam guys


Relaxado

1


Esse quando acorda deve ficar do mesmo tamanho.Mas prestando atenção ele so tá tirando uma soneca.

2


 um pênis considerado pequeno no estado flácido pode triplicar de tamanho quando ereto.😱

3


Preparando para despertar

4


 um pênis flácido longo ganha apenas poucos centímetros extras na hora do “vamos ver”. 

5


6




Pronto para a ação

7


Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Situações eróticas no Sport

Situações eróticas no Sport



Tom Daley and The Lean Machines


Cristiano Ronaldo


Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro é um futebolista português que joga como extremo-esquerdo, ponta-de-lança e médio-esquerdo no Real Madrid e na Seleção Portuguesa, onde é capitão.





Pegadinhas e agarramentos..o melhor do futebol😛


Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

0 comentários:

homens do porno Hetero


TITOF nasceu em LUNÉVILLE (França), é um dos atores que filmaram mais no país gaulês desde que começou sua carreira no ano 1999.Su amigo Sebastian Barrio propôs substituir um ator em um conjunto de filmagens e desde que o tempo não parou.

Sua imagem jovem, apesar de não ser já uma criança acompanhou-lhe toda a sua carreira.


Ele é um dos poucos atores que a indústria lhe permitiu alternar suas cenas hetero com gays na normalidade total, combinando seu sucesso em ambos os estilos.

Como um relizador e produtor, ele se aventurou com dois filmes gay "TITOUCH" e "TITOUCH 2".


Sua carreira hetero levou-o a trabalhar com os melhores produtores e diretores a nível europeu, mítico são suas cenas nas meninas baleado por Pierre Woodman na série "supercockers", também com Hustler (Europa), DORCEL, Wicked Pictures, zona de combate, Mario SALIERI, COLMAX, Evil Angel (em várias produções, juntamente com Rocco SIFFREDI), Nova Satiens, Helen Duval e Fred COPPULA prod.

Na película convencional fêz seus passos nos títulos mim (2000), o destino fabuloso de Perrine Martin (2003) e o pornógrafo (2001) (vencedor no Festival de Cannes)


Dote de 21.5 cm *






 Fuck Yeah,TITOF


Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Kevin Couto


Fala aí, galera!
Atendendo aos pedidos... O blog Entre Homens vai organizar uma trilha e vai ser um evento de sucesso. Vai ser no pico das agulhas negras..Imperdivel. 😅

E aí, galera...vamos lá? Ah o nosso guia será o GRANDE Kevin Couto





O nosso guia gosta de fica bem a vontade e pede a voces que façam o mesmo,mas tem que aguenta os 27 cm de pica..ops quero dizer a trilha..rs





Aqueles que se interessa pelo evento e so se manifestar aqui nos comentarios..E por favor não vamos esquecer a hora hein?


Fuck Yeah,Kevin Couto

Videos , gifs e um ensaio bem especial
Poderá gostar também de:
Postado por Estagiario | (0) Comente aqui!

0 comentários:

FILMES TEMATICOS GLS

FILMES DA SEMANA

 

FILME(INEDITO): BEARCITY 3 (USA-2017- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUES)

 
VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST
 
 
SINOPSE: E a Semana do Urso mais uma vez, e Brent e Fred, estão se preparando para a paternidade, com a irma de Fred como mão substituta e a mãe de Brent distribuindo as dicas de proteção para bebês. Roger, solitário e em sua sorte, quer começar de novo com seu ex, que está está vivendo com um bombeiro enrustido, e o relacionamento de Michael está ameaçado por sua filha adolescente.

SYNOPSIS: After a continuing losing streak that started at the altar, Roger tries to claw out of financial ruin and into the arms of Tyler. But Jay, Ty's hunky Fire Chief partner is not letting that flame blaze. Meanwhile, fireworks explode when Fred's obsessive tinkering on their bear documentary conflicts with Brent's baby prep and the unwavering due date of their new born. Mama Bear Michael faces major challenges and finds that love comes in all colors, shapes and sizes. Join us as we take one final adventure into the woods with the BearCity gang, where romance can sometimes be hairy but ultimately worth every hilarious, sometimes painful and all-consuming moment.
 
 
 

*(Ao abrir a pagina, espere a contagem regressiva e clicke. Abrira uma pagina, feche. Click novamente e download se inicia. Tempo  download: 4 hs)  
 

FILME (INEDITO): CERTAIN WOMEN (USA-2016- LONGA RMVB- LEGENDADO EM PORTUGUES)

 
VEJA O TRAILER NO FIM DO POST
 
 
SINOPSE: Entre as vidas da advogada Laura Wells (Laura Dern), de Gina Lewis (Michelle Williams) e da recém-formada Beth Travis (Kristen Stewart) há pouca coisa em comum além do fato de que elas moram em Livingston, no estado de Montana. No entanto, as circunstâncias de suas vidas farão com que suas histórias se entrelacem de uma maneira íntima e profunda, ainda que distante, conforme buscam seus lugares no mundo.

SYNOPSIS: Certain Women drops us into a handful of intersecting lives across Montana. A lawyer (Laura Dern) tries to defuse a hostage situation and calm her disgruntled client (Jared Harris), who feels slighted by a workers' compensation settlement. A married couple (Michelle Williams and James Le Gros) breaks ground on a new home but exposes marital fissures when they try to persuade an elderly man to sell his stockpile of sandstone. A ranch hand (Lily Gladstone) forms an attachment to a young lawyer (Kristen Stewart), who inadvertently finds herself teaching a twice-weekly adult education class, four hours from her home.
 
 
 
 

FILME(INEDITO): COELHO MAU [BAD BUNNY] (PORTUGAL-2017- LONGA RMVB- AUDIO PORTUGUES)

 
VEJAM O TRAILER NO FIM DO POST
 
 
SINOPSE: Num castelo isolado nos limites da floresta, um adolescente vive com a irmã enfraquecida por uma doença pulmonar, enquanto a sua mãe anda metida com um gigolo com reminiscências dos príncipes das histórias de encantar.
 
 
 
*(Ao abrir a pagina, espere a contagem regressiva e clicke. Abrira uma pagina, feche. Click novamente e download se inicia. Tempo: APROX. 1:30 MIN.)

FILME(INEDITO): VOCE E´ GAY OU NAO? (BRAZIL- ? CURTA RMVB- AUDIO PORTUGUES)

 
NO TRAILER
 
 
SINOPSE: Um curta que acaba por ser uma brincadeira, em que dois amigos decidem testar se algumas pessoas são gay, ou não, baseado em uma lista de supostas pistas que encontram em um livro.
 
 
 
 
 
Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

LIVROS DA ESTANTE


LIVRO DA SEMANA:
O homem dos meus sonhos

Marcos Well


 



A volúpia faz morada nos corpos daqueles que são excluídos, por não serem “agraciados” com o padrão de beleza, exigido pela sociedade. Sonham com o homem perfeito, o ideal de corpo, modos e sensualidade. Um jovem rapaz sente esse desejo tão forte e corrosivo em si, que num momento onde a luxúria o submete ao seu domínio, acaba fazendo um pacto para que só por uma noite tenha em sua casa, o homem dos seus sonhos. O seu desejo personifica-se em um ser belíssimo, que assegura que ele tenha a noite mais misteriosa e deliciosa de toda a sua vida.



Nossa Avaliação


Sonho de Ícaro

A busca eterna pelo perfeito, o sem defeito e que te fará feliz a qualquer preço. Tudo isso é tratado com propriedade nesse conto curto, porém denso de reflexão, nos mostrando que já temos muito, mas as vezes não contentes, jogamos tudo fora em busca de uma ilusão. É para ler, refletir e de alguma forma trazer para sua vida.

Avaliação: 5 Estrelas


Onde Encontrar:



BOA LEITURA !!!

Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

LITERATURA GAY



Noite de chuva forte, o melhor é mesmo ficar em casa, principalmente quando se recebe a visita inesperada de um homem lindo, maravilhoso. E o fato dele estar todo encharcada e ter que tirar a roupa, nem me fale! Naquele momento, tomando um conhaque para esquentar (esquentar o quê, exatamente, pois já estava em brasa). Bem, o final deixo para você lerem em "Emaranhado". - 2 Que dúvida, qual ficar? Dois homens gostosos aqui, confinados em uma pequena nave. Acho que na dúvida, fico com os dois. Assim foi a "cruel"dúvida que assolou nossa personagem em "Os dois me Pertencem". Alguem com inveja? Então leiam o livro e babem (no bom sentido). - 3. O patrão dá em cima do funcionário, é assédio? E quando o funcionário dá em cima do patrão é o quê? E quando o patrão é de tirar o fôlego, o que fazer? Sei não, mas isso vai dá bolo. Vamos conferir? - 4. Quem não sonhou em recuar no passado e ir para um baile glamuroso em um daqueles castelos franceses suntuosos? Vamos te dar essa oportunidade. Convido a vocÊ para passar uma semana no magnífico  "Château D'Éternité". Garanto que sua vida não será a mesma. Vá em frente, desvende os mistério por trás do Château D'Éternité. Leia e seja feliz.

 
Emaranhado
Uma noite chuvosa o trouxe para mim. Agora, ele está nu (envolvido no menor cobertor que eu encontrei), bebendo um conhaque e me contando sua história de vida. O que eu realmente não estou ouvindo, já que estou ocupado planejando uma maneira de fazer este amigo se curvar diretamente para mim —ou vice-versa, eu realmente não me importo, desde que acabemos emaranhados e satisfeitos. Por favor, não pense que eu sou um idiota egoísta, porque a minha paixão por ele é épica.
Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

MINHA VIDA GAY

'Não abro mão do respeito': O cotidiano de uma trans como professora, pastora e mãe.

 
Professora diz que preconceito não é comum nas crianças - mas sim nos adultos.
 
 
Em 2012, Alexya Salvador assumiu sua nova identidade e, desde então, vem sendo pioneira, como primeira trans a adotar uma criança no Brasil e líder religiosa de comunidade cristã.

A turma se cala quando Alexya entra. "Vamos fazendo o roteiro da aula", diz. Só se escuta o barulho de seus saltos no piso de madeira. Ela ajeita o avental bordado e olha séria para o sétimo ano. Apesar da fama de brava, é a preferida de vários alunos. Tem algo de diferente na forma como brinca, conversa, "passa bem o conteúdo", dizem. Tem algo diferente nela mesma: é a única professora transexual que a maioria dos adolescentes já teve.

"Para além de Português, Inglês e como redigir muito bem, estou ensinando o que é diversidade", afirma Alexya Salvador, de 36 anos, que trabalha em um colégio estadual em Mairiporã, na Grande São Paulo.

A transição para Alexya aconteceu em 2012, enquanto ela lecionava em outra instituição do Estado. Na época, tirou uma licença de 15 dias para assumir completamente a identidade feminina. Ao voltar, se reapresentou aos estudantes.

Alexya tem outras atribuições: é pastora e mãe. Passou a celebrar os cultos da Igreja da Comunidade Metropolitana, comunidade cristã aberta a fiéis LGBT, e adotou Gabriel e Ana Maria, filhos dela com Roberto, seu marido.

Nas duas situações, foi pioneira. Deve tornar-se até o fim do ano a primeira reverenda trans da ICM na América Latina e foi a primeira mulher trans a adotar uma criança no Brasil.

Na escola, sua transformação trouxe a discussão de gênero para a aula. Perguntas sobre o tema começaram a aparecer entre as lições de gramática. Um dia, um dos alunos comentou: "professora, para mim você sempre vai ser um homem". O jovem sentia-se incomodado com a maquiagem e o cabelo liso no corpo forte de mais de 1,80m.

"Vi que ele ficou nervoso, mas respondi: 'fala, vivemos em uma democracia, quero ouvir você'. Não coloco nada goela abaixo. Apenas convido à reflexão. Eu disse: 'se mesmo depois de tudo o que te apresentei, você olhar para mim e ver um homem vestido de mulher, mas respeitar esse homem vestido de mulher, está ótimo. Você é livre para concordar ou não, mas o dever de respeitar, isso não abro mão'."

Para Alexya, falar sobre identidade não serve apenas para tornar os estudantes mais tolerantes. Ela diz que o debate, muitas vezes iniciado pelas turmas, ajuda a formar cidadãos com poder de argumentação, que pensem sobre si próprios e sobre os outros, mesmo que seja para discordar das ideias da professora.


Até fim do ano, Alexya deve tornar-se primeira reverenda trans da ICM (Igreja Cristã Metropolitana) na América Latina.
 
 
"Deixo que tragam suas realidades... porque as crianças querem ser ouvidas. Muitas delas não têm um pai e uma mãe que sentam para conversar. Percebo que, trabalhando esses mecanismos de construção do gênero, eles pensam para falar e começam a ter vocabulário para se expressar sobre esse e outros assuntos. Como dizer que não se tornam mais donos da sua razão?"

Mesmo com dúvidas e discordâncias, ela diz que as classes lidam bem com sua transexualidade. O preconceito, afirma, não é comum às crianças - o maior problema está nos adultos. No diretor de uma escola anterior que insistia em chamá-la pelo nome de registro de nascimento. Nos funcionários que olhavam (e olham) torto para suas roupas, nos pais que a acusam de converter seus filhos em gays e lésbicas.

"Ainda sinto que sou muito silenciada. Assim que começou a sair a discussão sobre a cartilha anti-homofobia, a diretora de outro colégio, que era evangélica, disse que eu não poderia mais falar sobre gênero. Respondi: querida, entrei na sala, eu sou o gênero em pessoa. Meu corpo me representa enquanto gênero", diz.

"Como uma mãe pode vim brigar comigo, se eu falei pro filho dela ajudá-la com os afazeres de casa? Falar de gênero não é falar de sexo, é discutir a condição humana."

Carinho e confidências.

Se colegas e pais tentam calá-la, adolescentes e crianças parecem gostar que ela fale. Na sala visitada pela BBC Brasil, Alexya recebe beijos e abraços. Ao andar entre as mesas, elogia os cachecóis e batons das meninas, enfeitadas para aparecer nas fotos da reportagem. Abre o apostila e lê em voz alta um exercício. Interrompe a leitura de repente: "gente, só tem homens nessas figuras, não tem uma mulher... que coisa chata, né?"

As alunas e alunos contam que a professora pode ser brava quando fazem bagunça, ou muito legal, e aí dançam valsa desviando das carteiras. Para Larissa Oliveira, de 12 anos, muita coisa mudou ali quando Alexya chegou, principalmente as definições do que é tarefa de menino ou de menina.
 
 
Alexya conta ter vivido, quando criança, momentos difíceis na escola
 
 
"Eu, por exemplo, amo jogar bola e os garotos diziam que eu era sapatão. Depois a professora foi explicando as coisas para gente, falou que futebol não é só para homens, que não tem escolha certa para o sexo masculino ou feminino, (vale) o que a pessoa gosta. Ela ensinou bastante sobre preconceito, machismo, essas coisas. É uma pessoa maravilhosa, amo de paixão."

A proximidade com os estudantes fez com que Alexya se tornasse confidente de alguns deles. Sentada na cantina do colégio, ela lembra de um aluno do ensino fundamental que a chamou para contar que era gay e pedir conselhos. A família do menino era muito religiosa e os pais haviam impedido as visitas de um primo que se assumiu pouco antes.

"Quando ele estava chorando, a única coisa que eu podia falar era que ele não era uma aberração, mas um menino lindo, saudável. Não queria dar um conselho para amanhã ele dizer 'Prô, fiz aquilo que você mandou e hoje tô na rua, meu pai me espancou'. Falei que ia caber a ele saber o momento certo. Aconselhei que estudasse muito para um dia ser independente e viver sua vida."

Ao abraçar o garoto, Alexya se viu nele. Ela própria derrubou lágrimas em sua escola, no chão do estacionamento, enquanto apanhava de colegas por ser a "bichinha" da classe. Mais de vinte anos depois, não esquece do que seu professor de Educação Física disse ao ver a cena: "Não quis ser viado? Apanha quieto". Hoje, quando escuta alguém usando apelidos como "viadinho" na sala de aula, faz um escândalo, diz.
 
 
Alexya com os filhos e marido Roberto, com quem está desde 2009.
 
Mãe e pastora
Alexya vê a ideia de que possa moldar a identidade ou a sexualidade do filho dos outros como "falaciosa demais". Mãe de uma menina transexual de 10 anos e de um garoto de 12, ela prega, inclusive como pastora, que cada um traça seu próprio caminho.

Em uma das missas da Igreja da Comunidade Metropolitana, onde seus filhos vão todos os domingos para ouvir os sermões, fala sobre a liberdade do ser. Trans, gays, lésbicas, bissexuais, travestis e drag queens ocupam as fileiras. Jesus aceitava a todos da forma como eram, diz nas pregações, então não nos cabe julgar. Mas ressalta que a ICM não se resume ao filho de Deus.

"Hoje é conhecida mundialmente como a igreja dos direitos humanos, porque não queremos só ficar falando de Jesus. A gente quer ir para as frentes de batalha, para o Senado, para o Congresso, quer dizer que, se a mulher quiser abortar, o corpo é dela. Não vou legitimar sua vida, você legitima sua história."

A história de Alexya é também a de sua família, símbolo da diversidade que defende. Roberto é gay, Gabriel, hétero, Ana Maria, trans. Quatro pessoas de cantos diferentes que decidiram "cuidar umas das outras", segundo a definição da matriarca. E que se unem em uma coisa só no momento da hóstia quando, crianças no colo dos pais, se abraçam, cabeças encostadas e olhos fechados.

Uma drag queen, de peruca de arco-íris e vestido de tutu rosa, canta um hino e sorri.



Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...