Slide 1 Slide 2 Slide 3

FOFOCAS DE CELEBRIDADES- GOSSIPS

Vem, mozão! Os fãs podem comemorar: Shawn Mendes é confirmado para o Rock In Rio.



Shawn Mendes acaba de ser confirmado na próxima edição do Rock In Rio. Com apenas 18 anos, Mendes se tornou muito popular em todo o mundo. Seus dois álbuns de estúdio chegaram ao topo da parada americana e singles como "Stitches" e "Treat You Better", também apareceram com destaque nos charts de vários países.

O festival que acontece em setembro contará com diversos artista Guns N’ Roses, Bon Jovi, Aerosmith, Lady Gaga e outros.

Vale lembrar que o cantor canadense já havia dito que queria muito conhecer o país e que gostaria de fazer algo muito grande durante sua passagem. Essa é a grande chance de Shawn ganhar um público ainda maior.

Os ingressos serão disponibilizados para venda dentro de algumas semanas junto com a lista oficial de cantores que se apresentarão em cada noite.



Rei delas, MC G15 aparece no topo do Spotify pela segunda semana consecutiva.



Um hit nesses bicho! MC G15 começou o ano de 2017 mais do que bem. O cantor apareceu pela segunda semana consecutiva em primeiro lugar no Spotify Brasil.

O jovem conseguiu bateu mais uma vez o DJ Alok com a canção “Hear Me Now“, colocando “Deu Onda” no topo. Na semana passada, foram mais de 4 milhões de streams.

No Youtube, o sucesso não poderia ser diferente. O vídeo já foi assistido mais de 70 milhões de vezes. A faixa tem tudo para ser o novo hit do carnaval (sim, pasmem).



“Não me chame de gay, eu sou homem”, diz Gabbana após crítica de seguidor.



Não é de hoje que Stefano Gabbana, criador da super grife “Dolce & Gabbana”, se envolve em polêmicas tidas como homofóbicas. Num passado não muito distante, ele e seu companheiro, Domenico Dolce, provocaram a ira de muitas pessoas ao dizer que eram contra o direito de um casal gay adotar crianças. “A única família é a tradicional. Nada de química ou barriga de aluguel: a vida tem um curso natural, há coisas que não deveriam ser mudadas”, disseram na época.

Pois Stefano, que é assumidamente gay, voltou a provocar confusão após postar uma foto de Melania Trump, mulher do atual presidente americano Donald Trump, usando um de seus vestidos.

Um dos seus seguidores no Instagram criticou a publicação: “Triste quando um designer gay não se importa com outros grupos sendo reprimidos” publicou. Gabbana ficou irritado com o comentário e rebateu: “Não me chame de gay por favor !! Eu sou um homem!!! Quem eu amo minha vida privada !!! [Sic] “ele escreveu.

Vale lembrar que outros estilistas como Tom Ford e Marc Jacobs, se negarem a vestir a mulher de Trump devido a postura preconceituosa do novo presidente americano. Gabbana e Calvin Klein, por sua vez, preferiram ignorar o posicionamento dos colegas.

George Michael quis terminar relacionamento com o namorado antes de morrer.


Fadi Fawaz e George Michael.

O cantor George Michael, encontrado morto aos 53 anos no quarto de sua casa, no último dia 25, em Oxfordshire, no norte da Inglaterra, queria terminar o relacionamento com o namorado, Fadi Fawaz, de 43 anos. A informação foi confirmada por um parente do músico ao jornal "The Sun". Fawaz, que encontrou o corpo do companheiro, foi interrogado pela polícia na última semana.

Segundo a fonte, cuja identidade foi protegida pela publicação britânica, Michael demonstrava insatisfação com o namoro há cerca de um ano e meio e tentava se afastar de Fawaz, mas sem sucesso.

"Em mais de uma ocasião George disse a Fadi que não queria mais vê-lo, mas eles acabavam voltando a se falar. George era gentil e generoso, mas sua maior fraqueza era não saber dizer 'não', fosse sexo ou drogas. Ele era uma pessoa vulnerável", declarou a fonte.

O próprio Fawaz chegou a admitir anteriormente que viva um relacionamento "complicado" com Michael, cuja causa da morte ainda não foi divulgada. Investigadores, no entanto, acreditam que ele possa ter sofrido uma overdose.

Ryan Reynolds e Andrew Garfield se beijam durante o Globo de Ouro.

NBC/Reprodução

Ryan Reynolds e Andrew Garfield protagonizaram uma cena linda durante a 74º edição do Globo de Ouro, que acontece em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Sentados juntos em uma das mesas do salão, os atores foram flagrados pelas câmeras dando um beijo quente durante a premiação.



O motivo do beijo teria sido porque ambos perderam a estatueta nas categorias indicadas. Reynolds disputava o prêmio de melhor ator de comédia ou musical com "Deadpool", vencido por Ryan Gosling com "La la Land: Cantando Estações", já Andrew estava indicado como melhor ator de drama com "Até o Último Homem", mas quem levou foi Casey Affleck com "Manchester Á Beira-Mar".

Na internet, o beijo inspirou ilustrações de fãs de Deadpool e Homem-Aranha, os heróis vividos pelos dois atores no cinema.

Outra motivação apontada pelos internautas é de que o beijo teria sido uma forma de protesto contra o presidente eleito nos Estados Unidos, Donald Trump.

Imperdível! Documentário I Am Not Your Negro mostra a luta dos negros nos EUA.



James Baldwin era negro e gay quando nenhuma das duas características eram bem-vistas nos Estados Unidos. Entre o seu circulo de amizades estavam Medgar Evers, Malcom X e Marthin Luther King Jr., todos ativistas do Movimento dos Direitos Civis afro-americanos em Estados cujas regras eram brancas – e só brancas. Poucos meses antes de morrer, em 1987, James começou a escrever um manuscrito-memória, This House, sobre as vidas e o assassinato de seus três amigos supracitados.

Essas 30 páginas deram enredo para o documentário I Am Not Your Negro nas lentes do diretor Raoul Peck e na voz de Samuel L. Jackson. Baldwin sempre olhou para as pressões sociais e psicológicas lançadas sobre os negros, mas também sobre os homossexuais. Segundo o The Guardian, o doc. é “um deslumbrante olhar para a era dos direitos civis [nos EUA].”

'Sense8': Especial de Natal da série ganha trailer repleto de ação e fofura (VÍDEO).



A aguardada segunda temporada de Sense8, série da Netflix, chega só em 5 maio de 2017, mas o especial de Natal em via de estrear pode servir de aperitivo para os fãs ávidos, que esperam por novos episódios há mais de um ano.

Nesta sexta-feira (16) foi divulgado o trailer do especial de duas horas de duração, que promete ser romântico e repleto de ação, além de introspectivo – os personagens, representantes de minorias, em sua maior parte, são colocados mais uma vez cara a cara com suas questões íntimas mais profundas. Veja acima.

Lana Wachowski, cocriadora da série com sua irmã Lilly, aparece em um adorável vídeo feito especialmente para comentar o por que da produção.



Quebrando tabus: Têm casais do mesmo sexo no filme de animação Cegonhas, da Warner!



Quando “À Procura de Dory” foi lançado em junho passado, criou-se a expectativa de que o casal de mulheres com um carrinho de bebê visto na divulgação do filme, pudesse vir a ser o primeiro casal do mesmo sexo num filme de animação da icônica produtora de filmes de animação.

Soube-se depois que o que poderia ter sido um casal de lésbicas com um argumento associado acabou por não ser mais do que escassos segundos no filme de animação. Mas o debate sobre o assunto não parou, até porque o realizador declarou que estas mulheres podiam ser "o que quisermos que elas sejam”.

No recente filme animado “Cegonhas” (“Storks” no original) há também duas breves cenas na parte final do filme em que se vêem dois casais do mesmo sexo a receber um bebê nos braços.

Nos EUA o debate foi lançado entre as famílias católicas. Deveriam estas famílias ver o filme – um autêntico sucesso de bilheteira que arrecadou 21 milhões de dólares no fim-de-semana de estreia - onde apareciam este casal de lésbicas e um casal gay?

"A cena em questão aqui é muito, muito curta, pode ser um quarto de segundo ou menos", disse Adam Holz à publicação Christian Examiner. "É mesmo um momento de piscar os olhos e poder perder a cena e, por esse fato, vão haver reações diferentes”. “Ao incluir essas imagens os cineastas estão a promover uma visão do mundo que está em desacordo com a versão bíblica. Suspeito que será suficiente para muitas famílias cristãs ignorarem este filme", acrescentou.

Ao ser questionado acerca da sua decisão de incluir estas imagens, Nicholas Stoller, co-director do filme produzido pela Warner Animation, admitiu que sua intenção foi “mostrar uma reflexão do que as famílias são nos dias de hoje”. “Tentamos mostrar todas, sem importar a cor de pele e, muito menos, a orientação sexual”, disse.




Cadê a foto de cueca branca molhada? “Química” ultrapassa 100 milhões de visualizações.



Há um ano atrás, Biel prometeu em seu Twitter que se caso o videoclipe de “Química” chegasse na casa dos 10 milhões de visualizações postaria uma foto de cueca branca molhada em uma das suas redes sociais.

Claro que isso foi uma ótima forma de divulgar o trabalho, mas o objetivo não foi alcançado e o público ficou sem o mimo. “Não vamos pegar 10 milhões até amanhã e vocês não terão foto de cueca branca molhada”, brincou em seu Twitter.

Mas parece que o cantor está em débito com sua fandom. A produção lançada em Novembro superou recentemente 100 milhões de visualizações no Youtube, sendo seu primeiro vídeo a conquistar o feito.




Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (1) Comente aqui!

Um comentário:

  1. O Sr. Gabbana demonstra uma surpreendente ignorância. Até hoje não sabe que gay é homem. Acho que ele é uma dessas pessoas que confundem gay com transexual. Partindo de um gay, que ele é, isso é de chorar.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...