Slide 1 Slide 2 Slide 3

HMOSSEXUALIDADE

Intersexo: ‘Nem homem, nem mulher’.




Intersexo são pessoas que nascem com genitália com características sexuais tanto masculinas quanto femininas ou características sexuais secundárias, que fogem dos padrões socialmente determinados para o sexo masculino ou feminino, tendo parcial ou completamente desenvolvidos ambos os órgãos sexuais.

A intersexualidade é mais comum do que pensamos: um em cada 2000 nascimentos há dúvidas sobre o gênero da criança.

Há dois tipos de intersexo, o falso e o verdadeiro. A verdadeira intersexualidade, extremamente rara, é quando os dois órgãos sexuais são igualmente bem desenvolvidos, produzindo hormônios sexuais masculinos e femininos.

Já na falsa intersexualidade, um dos órgãos tem maior grau de desenvolvimento sobre o outro, sendo predominante. Estas classificações, no entanto, correspondem a uma definição muito restrita e simplesmente estética da intersexualidade.

Essa de nascença pode ser mantida ou alterada. Cada vez mais pessoas e famílias optam por manter a intersexualidade e não se submeterem aos padrões binários rígidos da sociedade, apesar de muitos médicos tentarem convencer as famílias a realizar a operação.

O tratamento requer a escolha do indivíduo intersexual se ele adotara o sexo masculino ou feminino.

PERGUNTAS & RESPOSTAS


Desbravando a sapatolândia…


“Oi meninos, tudo bom? Tenho uma dúvida, gostaria de saber, por uma questão de ampliar conhecimento: Do que as lésbicas gostam? Como preferem ser chamadas, que tipo de mulheres se interessam e coisas do gênero… Nunca tive amiga lésbica e nem sei se essa pergunta cabe ser respondida aqui, mas vamos lá. XD. Abraço!”

Carlos.

~*~

Vamos pra primeira e, MAIS CABELUDA, delas: As Lésbicas gostam de algo que tem vários nomes/apelidos….como VAGINA, PERERECA, PERSEGUIDA etc… que é pra colar o velcro, botar as aranhas pra brigar etc.. enfim, veja vídeo elucidativo:




Elas gostam de ser chamadas de Fórmula Truck, Sapatonazonas, Sapatas, Fanchas, Caminhoneiras….SÓ QUE HELL NÃOOOO. Todos esses “apelidos” são ofensivos e se você chamar alguma lésbica assim pode até morrer, porque algumas são mais bravas, fortes e valentes do que a torcida inteira do Corinthians e do Falamengo juntas.

Certa vez, ouvi uma lenda urbana que contava que uma gay afeminada insultou uma lésbica masculina num bar. Daí a lésbica jogou a gay em cima da mesa de sinuca e deu tanto nela com o taco que a bichinha virou porpurina. Num posso afirmar que é verdade porque não presenciei a cena, mas não duvido de mais nada nesse mundo. O melhor mesmo é tratar qualquer ser humano com respeito. Pelo nome, ou, no mínimo, por “você”.

O tipo de mulheres pelas quais se interessam? Hum… sei lá, gosto e opinião são knem bunda… todo mundo dá, quer dizer, varia de forma e tamanho… ai, você entendeu! Lésbicas não são E.Ts, elas se comportam como qualquer outro ser humano na face da terra. Como eu e você que somos gays e também como todos os Héteros. 

E bom, quanto a não ter tido uma amiga Lésbica ainda, fique calmo… basta colocar um anúncio no Facebook do tipo: “PROCURA-SE LÉSBICA DESESPERADAMENTE”. Brincadeira, guri. Relaxe e escolha seus amigos por conta do caráter e não por conta da orientação sexual deles.

Beijos.

~*~

Meu amigo da academia não sai do armário.



Tenho um amigo que tenho certeza que ele curte, mas ele não se assume pra mim.

Fazemos um monte de coisas juntos, inclusive malhar. Ele curte mina, assim como eu, mas quando o chamo para dormir aqui em casa ele inventa mil desculpas.

O que faço para ele assumir sua sexualidade para mim e, quem sabe, termos alguma coisa?

Anônimo.

~*~

Olá querido Anônimo;

Complicado ter certeza sobre a sexualidade de alguma pessoa sem ela nos falar. Sei que geralmente nosso gaydar não falha, mas as vezes dá um tilt e ele apita para o cara errado. As vezes é isso que acontece, né? Aliás, você já contou pra ele que é gay? De repente ele tem medo de te contar com medo da sua reação. Acho que antes de esperar que ele conte algo a esse respeito, é melhor você contar, não acha?

Nem todo mundo está preparado para sair do armário. Alguns são mais rápidos em aceitar sua própria sexualidade, outros demoram um pouco mais e ainda tem alguns que nunca saem. É triste imaginar uma vida de mentira, se escondendo de tudo e todos e com medo, mas mesmo assim alguns relutam.

Como falei anteriormente, acho que o primeiro passo é você contar pra ele que é bissexual. Trocar ideia a esse respeito e sentir qual é a dele. De repente, ao invés de chamá-lo para dormir na sua casa [ninguém é bobo e já imagina o que pode acontecer], que tá convidá-lo para curtir uma balada gay?

O ambiente é bacana, tem música e bebida. Quem sabe depois de tomar algumas ele não crie coragem para falar algo? Sei lá, para dar algumas dicas pra ele você pode comentar sobre algum cara que te chame atenção, ou alguma mina… Imagina se de repente você não arruma uma mina [já que você é bissexual] e da um beijo triplo: você, ele e a mina? Pode ser um forma de dar uma forcinha para ele ver que aqui fora do armário as coisas são bacanas também, né?

Boa sorte com o boy magia!!!

Poderá gostar também de:
Postado por Andy | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...