Slide 1 Slide 2 Slide 3

DICAS DE SAÚDE



Impotência Sexual
(extraído do site saudesexual.med)


 

Com o aumento da erotização da sociedade nas últimas década, os problemas relacionados à esfera sexual também se tornaram mais perceptíveis. Assim sendo, atualmente dispomos de muito mais informações sobre o tema do que tínhamos há alguns anos atrás.

No início do século XX, os transtornos sexuais eram, simplesmente, ignorados.Até a década de 40, a Disfunção Erétil era considerada como uma evolução natural para o homem ao envelhecer. Na década de 50, a quase totalidade dos casos  era considerada como tendo sua origem emocional.

No final do milênio passado, o lançamento do famoso comprimido azul provocou enorme repercussão em toda a mídia e os homens passaram a ficar um pouco mais à vontade para discutir o assunto conseqüentemente, procurar tratamento, pois anteriormente apenas 10% dos homens com difunção erétil buscavam ajuda. Mesmo assim o paciente ainda leva, em média,  cerca de 2 anos com o problema antes de chegar ao tratamento.

Assim sendo, ficamos sabendo que a disfunção erétil é um quadro clínico bem mais frequente do que pensávamos. Ela pode atingir, em diversos níveis de intensidade, mais de 50 % da população masculina entre 40 e 70 anos, o que nos remete a centenas de milhões de homens em todo o mundo.

Nos próximos anos, é de se esperar um crescimento ainda maior do número de casos devido ao crescente aumento da população idosa.

Os dados disponíveis indicam que o impacto econômico da disfunção erétil aumentou também significativamente nos últimos cinco anos, movimentando bilhões de dólares em todo o mundo. Além dos medicamentos orais, não podemos esquecer o dinheiro movimentado com o custo das medicações injetáveis, psicoterapia e cirurgias para implante de próteses penianas.

A expressiva incidência da disfunção erétil e magnitude dos transtornos que acarreta na qualidade de vida do indivíduo certamente a qualificam como uma questão de saúde pública, merecedora de maior atenção, não só nos consultórios médicos como fundamentalmente na Rede Pública Assistencial


Poderá gostar também de:
Postado por Mac Del Rey | (0) Comente aqui!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...